Use este identificador para citar ou linkar para este item: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/10311
Título: O consumidor de frutas frescas da cidade de Lavras - MG
Autor : Gonçalves, Jorge Ricardo de Almeida
Primeiro orientador: Sette, Ricardo de Souza
Primeiro membro da banca: Oliveira, Luís Carlos Ferreira de Sousa
Segundo membro da banca: Sousa, Magno de
Palavras-chave: Consumidores
Customers
Marketing
Frutas
Fruit trade
Data da publicação: 4-Set-2015
Agência(s) de fomento: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
Referência: GONÇALVES, J. R. de A. O consumidor de frutas frescas da cidade de Lavras - MG. 1998. 122 p. Dissertação (Mestrado em Administração Rural) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 1998.
Resumo: Neste trabalho desenvolveu-se uma pesquisa de marketing com o objetivo de identificar o perfil do consumidor de frutas frescas da cidade de Lavras-MG. Considerou-se um conjunto de variáveis relacionadas aos hábitos de consumo e compra, aos critérios de avaliação de produto e locais de compra, e ao perfil demográfico dos consumidores. O estudo foi conduzido em duas etapas: uma exploratória, realizada no período de 17/9 a 1°/11/1997, constituída por 7 entrevistas semi-estruturadas e cujos dados foram submetidos a análise qualitativa; outra descritiva, realizada no período de 6/1 a 12/2/1998, constituída por 192 entrevistas estruturadas, determinadas a partir de uma amostragem estratificada por renda familiar e cujos dados foram submetidos a análise estatística. Os resultados mostraram, de uma forma geral, um consumo pouco diversificado, concentrado na banana, laranja, mamão, maçã e limão, consumidos principalmente in natura e em qualquer horário do dia. Identificou-se a dona de casa como principal responsável pelas atividades decompra, as quais realizam-se semanalmente, especialmente nos supermercados ou lojas especializadas, e, de preferência, nos dias em que chegam novos produtos e na mesma ocasião da compra de hortaliças. A higiene e limpeza, os produtos frescos e de qualidade, o preço e o atendimento compuseram os principais critérios de avaliação emrelação aos locais de compra. Poroutro lado, a qualidade das frutas (representada pelos atributos aparência, textura, frescor e sabor) e o preço constituíram os critérios mais relevantes relacionados aos produtos no momento da compra. Em contrapartida, observou-se que os critérios valor nutritivo, segurança e origem dos produtos tendem a ser mais utilizados na medida em que os consumidores dispuserem de informações ou conhecimentos pessoais que lhes possibilitem diferenciar os produtos segundo estes atributos. Já as marcas ou embalagens não constituíram critérios de avaliação representativos, havendo desinformação quanto aos motivos para a existência de selos ou rótulos, bem como uma resistência à compra de frutas embaladas. Em relação aos dados demográficos mostrou-se a influência da variável renda familiar nos gastos com frutas' diversificação do consumo e critérios de avaliação, concluindo que a mesma se apresenta como alternativa para estratégias de segmentação mercadológica.
Abstract: In this work, a marketing research with the purpose ofidentifying the fresh fruit consumeis profile ofthe city ofLavras-MG, Brazil was developed. A set of variables related to the consumer and purchase habits, to the product evaluative criteria and purchase spots and to the consumers' demographic profile was taken into consideration. The study was conducted in two steps: an exploratory, held inthe period ofSeptember 17 toNovember 1,1997 made up of 7 semi-structured interviews and whose data were submitted to qualitative analysis the other descriptive, carried out in the period ofJanuary 6 to February 12, 1998, which consisted of 192 structured interviews, established from a stratifiedsamplingby family income and whosedata were submitted to statistical analysis. The results showed in a general way, a little diversified consumption based upon banana, orange, papaya, apple and lemon, being the fruits consumed chiefly in natura andat any time of the day. The housewife was identified as the leading responsible for the purchase activities which were done weekly, specially in supermarkets or specialized shops and preferably on the days which new products arrived and at the same occasion ofthe purchase ofvegetables. Hygiene and cleanliness, the fresh products and ofquality, price and attendance composed the main evaluative criteria in relation to the purchase spots. On the other side, the quality ofthe fruits (stood for by the features: appearance, texture, freshness and flavor) and price made up the most relevant criteria concerning with the products at the moment of purchase. In compensation, it was found that the criteria nutritive value, safety and origin ofproducts tend to be more utilized as the consumers acquire information or personnel knowledge that inable them to distinguish the products according to these features. But the trademarks or packages did not constitute representative evaluative criteria, there being a disinformation ofthe consumer as tomotives related to the presence ofstamps or labels as well as resistence to buying wrapped fruits. As for demography, the influence ofthe variable family income in expenditures on fruits, diversifícation ofthe consumption and evaluative criteria, concluding that it presents itselfas an alternative for marketing segmentation strategies.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/10311
Idioma: por
Aparece nas coleções:DAE - Administração - Mestrado (Dissertações)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISSERTAÇÃO O consumidor de frutas frescas da cidade de Lavras - MG.pdf7,98 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.