Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DAE - Departamento de Administração e Economia >
DAE - Programa de Pós-graduação >
DAE - Administração - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/10321

Título: A dinâmica do poderno espaço organizacional: uma análise das práticas de gestão da força de trabalho
Autor(es): Cappelle, Mônica Carvalho Alves
Orientador: Brito, Mozar José de
Membro da banca: Lima, Juvêncio Braga de
Membro da banca: Silva, Wânia Rezende
Assunto: Administração de recursos humanos
Poder administrativo
Força de trabalho
Labor force
Data de Defesa: 31-Jan-2002
Data de publicação: 8-Set-2015
Referência: CAPPELLE, M. C. A. A dinâmica do poder no espaço organizacional: uma análise das práticas de gestão da força de trabalho. 2002. 131 p. Dissertação (Mestrado em Administração) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2002.
Resumo: Com este trabalho objetivou-se investigar como as políticas de gestão de pessoas instrumentalizam práticas de poder disciplinar em uma organização e como os indivíduos constróem mecanismos de adesão e resistência para se ajustarem a essas praticas. A fim de alcançar esse objetivo, procurou-se investigar o modo como um conjunto de políticas de gestão da força de trabalho mediatiza praticas de poder disciplinar em uma organização brasileira de desenvolvimento de softwares, bem como observar a ocorrência de movimentos de adesão e resistência a essas praticas de poder discçlinar, particularizando as formas de legitimação e de negação do controle articuladas pelos trabalhadores. A perspectiva de análise adotada reconhece as relações de poder na organização existindo em diversos níveis, intensidades e direções, bem como seu caráter de permanente reconfiguração. Portanto, a relação da organização com a sua força de trabalho está inserida em meio a outras relações de poder com outros agentes que compõem a sociedade. Ao centrar-se na perspectiva de diferentes atores organizacionais, a opção metodológica adotou os postulados do paradigma interoretativo de análise organizacional, enfatizando os modos pelos quais os indivíduos são capazes de interagir uns com os outros, e os resultados dessa interação: as relações sócias construídas no espaço organizacional. Por esse motivo, tratou-se de uma investigação, fundamentada em técnicas de natureza qualitativa, que permitem ir além de uma visão relativamente simples, superficial e estética, visando a buscar as raízes das questões, as causas de sua existência e suas relações. As conclusões reunidas neste trabalho identificaram, nos circuitos de poder da organização estudada, os movimentos que ela fez no sentido de disciplinar, controlar, conquistar e seduzir os seus membros para conseguir realizar seus objetivos principais de aumento de produtividade e de garantia de conmetitividade no contexto atual. Por outro lado, percebe-se que os indivíduos também desenvolvem estratégias para se movimentarem nesses circuitos de poder, seja na direção de garantir seus interesses ou apenas como meio de sobrevivência em um espaço social imerso nas leis de um capitalismo neoliberal. Essas estratégias descrevem movimentos políticos de mediação de conflitos e de auto-regulação no ambiente organizacional. A concepção de poder adotada neste trabalho contribui no sentido de expandir o espectro de análise c^ praticas de gestão de pessoas, principalmente numa época em que muitas organizações têm reestruturado suas políticas de administração da força de trabalho. Ela pode também auxiliar no desenvolvimento de outras pesquisas que enfoquem as relações de poder entre smmcatos e empresas, bem como na análise de mídia das princçais revistas executivas do Pais que servem à divulgação e à legitimação de novos padrões de comportamento a serem adotados pela força de trabalho.
Abstract: This work has as objective to investigate how people administration politics instrumentalize practices ofcnsciplmary power in an organization, and how the individuais build up adheãon and reâstance mechanisms to adjust memselves to those practices. In oíder to rearfr tVam^ft was mvestigatedthe wav an amonnt ofworkforce administration politics mediates discçlinary power practices in a Brazilian software development organization. It was also observedthe occurrence ofadhesion and resistance movements to those disriplinary power practices, paiticularizing me ccntrol legitimation and denial forms articulated by me workers. Tne anarysis perspective adopted recognizes me power relationships in me organization existing in several leveis, intensities and directions, as weü as its permanent recamguration character. Therefore, me organization relationship with its workforce ís inserted anrid other power relationships with other agents that compose me society. When centering in dififerent organizational actors' perspective, the memodological option adopted the oiganizational analysis interpretative paradigm postulates, emphasizmg the manners for which the mdrviduals are capable to interact with each other, and the resuhs ofthat interaction: me social ielancaships built up in me organizational space. For mat reason, it was an mvestigation based on quahtative nature techniques, which allow going besides a relatively simple, superficial and aesthetic vision, seekingto look for the questions roots, rts existence causes and relationships. The conclusions gathered in mis work ídentified, mthe power cncuits oftiie studied <>rganizatiai, me movements that itmakesmoiderto control, conquer and seduce às members, to accomplish its mam objectives ofpramcnyiry increase and ofits craiçetitiveness warramy in me current context Qa me other han4 itis noticed mat the individuais also deveio? stxategies to move memselves m those power circuits These strategies can be used to guarantee feeir interests, or just serve as survrval means in a social space absorbed in the laws ofme neoUberal capitalism. Tnose strategies describe political movements of conflicts mediation and of self-regulauon m ^e organizational environmenL The power conception adopted in mis work contabuted mme sense ofexpanding me analysis spectrum ofthe people administration practices, manúy ma time in which a lot oforganizations have been restracturing meir workforce administration politics It also can help in the development of other researches mat focus the power relationsmps between uoions and companies, as well as in the media analysis of the mam country executive magazines, which serve to the popularization, and the legitimation ofnew behavior pattems tobe adoptedbythe workforce.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/10321
Idioma: por
Aparece nas coleções: DAE - Administração - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO A dinâmica do poder no espaço organizacional: uma análise das práticas de gestão da força de trabalho.pdf8,04 MBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback