Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DAE - Departamento de Administração e Economia >
DAE - Programa de Pós-graduação >
DAE - Administração - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/10342

Título: Representações sociais sobre a ação empreendedora
Autor(es): Cramer, Luciana
Orientador: Lima, Juvêncio Braga de
Membro da banca: Brito, Mozar José de
Membro da banca: Lucas, Eda de Castro
Assunto: Representações de grupos
Representations of groups
Empreendedorismo
Entrepreneurship
Pequenas e médias empresas
Small business
Data de Defesa: 29-Abr-2002
Data de publicação: 10-Set-2015
Agência de Fomento: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
Referência: CRAMER, L. Representações sociais sobre a ação empreendedora. 2002. 81 p. Dissertação (Mestrado em Administração) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2002.
Resumo: Esta dissertação trata do modo como os empresários de pequenas e médias empresas (PME's) vêem, interpretam e representam a ação empreendedora. Para tanto, foi utilizada a Teoria das Representações Sociais, tal como desenvolvida pela Psicologia Social, como arcabouço teórico metodológico, bem como literatura de estudos sobre empreendedorismo, PME's, empresas familiares, empresários e empreendedores. O empenho consiste em compreender o sentido da gestão para os empreendedores e investigá-lo a partir das representações sociais. Por se tratar de uma pesquisa qualitativa e objetivar condições para elucidar fenômenos sociais, foi constituída por uma amostra com empresários de PME's de uma cidade do sul de Minas Gerais, Brasil. A amostra compôs-se de nove estudos de casos múltiplos, sendo utilizadas entrevistas individuais semi-estruturadas e observações para a compor os mesmos. A técnica empregada para a interpretação das representações sociais elaboradas sobre o empreendedorismo é a análise de discurso. A condução da pesquisa seguiu alguns passos da pesquisadora Spink (1999), que insere suas análises num circulo contínuo composto pela teoria, epistemologia e metodologia. A categorização é o procedimento por meio do qual os dados foram agrupados, segundo a parte comum existente entre eles. Ao todo, cinco categorias compuseram a matriz principal de análise: a formação da identidade empreendedora; o estilo de gestão do empreendedor; a dinâmica familiar do empreendedor; o prazer e a satisfação - fontes de motivação para a realização e o significado da ação empreendedora. Após examinar as categorias encontradas, buscou-se analisar o discurso global do empresário como ser social, a respeito de sua ação na gestão de seu negócio, evidenciando o caráter sistêmico do conjunto de representações sociais do grupo de empresários estudados. A análise final buscou o entendimento por meio das representações sociais da ação empreendedora como conhecimento existente, com uma perspectiva situacionaL, em que o contexto sócio-cultural também é objeto das representações. Constatou-se que existem concepções diferenciadas sobre a ação empreendedora. Acredita-se que a integração diferenciada de abordagens confere ao estudo um referencial teórico analítico relevante para a investigação dos fatores que levam os empresários a serem empreendedores.
Abstract: This dissertation is concerned with the representations of the smalland médium entreprises' entrepreneurs actions. The Social Representations Theory was used as methodological framework, as well as some studies on entrepreneurship, small and médium enterprises and family businesses. It was constituted a sample of enterprises from a city in the Shouth of Minas Gerais State (Minas Gerais , Brazil). The cases are designed from the interviews with the owners. The technique of interpretation was the discourse analysis, following some Spinks's steps (Spink, 1999). A three-step anarysis was developed: the categorization was the procedure through which the data were arranged, according to the common part among them. In this way, five categories composed the main analysis matrix: the entrepreneur identity formation; the entrepreneurs administration style; the entrepreneurs family dynamics; the pleasure and the satisfaction - motivation sources for accomplishment and the meaning of the entrepreneur action. The second step was the analysis of the entrepreneurs global discourse as a social being, regarding his/her action in the management of his/her business, evidencing the systemic character of the studied entrepreneurs' social representations set. The third levei understood was the researcher*s reading of the difTerentiated social representations of the entrepreneur action as a social knowledge, with a local perspective. In this sense, the social and cultural context were also object of the representations. It was verified that there are differentiated conceptions about the entrepreneur action, and it is believed that the approaches' differentiated integration awards to the study a relevant theoretical-analytical framework for the investigation of the factors that take the enterprisers to be entrepreneurs.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/10342
Idioma: por
Aparece nas coleções: DAE - Administração - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO Representações sociais sobre a ação empreendedora.pdf4,63 MBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback