Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DAE - Departamento de Administração e Economia >
DAE - Programa de Pós-graduação >
DAE - Administração - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/10359

Título: Resistência e adaptabilidade dos Aymaras aos processos de modernização: um estudo de caso nos Yungas da Bolívia
Autor(es): Pérez, José Antônio Rada
Orientador: Amâncio, Robson
Membro da banca: Alencar, Edgard
Membro da banca: Shiki, Shigeo
Assunto: Economia agrícola
Agricultural economics
Camponeses
Peasants
Data de Defesa: 6-Dez-2000
Data de publicação: 14-Set-2015
Referência: PÉREZ, J. A. R. Resistência e adaptabilidade dos Aymaras aos processos de modernização: um estudo de caso nos Yungas da Bolívia. 2000. 105 p. Dissertação (Mestrado em Administração Rural) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2000.
Resumo: O presente trabalho trata da relação entre a economia camponesa e a modernidade, tentando compreender as lógicas que guiam ambas as categorias analíticas. Assim, o sistema de referência escolhido para orientar a atividade de pesquisa está sintetizado em um problema sociológico que indaga acerca da validade do processo de modernização dos sistemas de produção numa realidade social determinada, em face da racionalidade dos produtores camponeses. O procedimento de abordagem dessa realidade social assumiu uma seqüência circular/interativa. Optou-se pela pesquisa qualitativa e utilizou-se o estudo de caso como uma categoria dessa análise qualitativa. Nesse sentido, a condução do trabalho implicou uma análise etnográfica, com permanência no campo por períodos específicos. O âmbito espacial que configura a referência empírica da pesquisa corresponde à sub-região de Ex-haciendas dos Yungas, na Bolívia, na qual habitam os aymaras e cujos sistemas de produção agrícola apresentam características específicas. O estudo parte da reflexão teórica acerca dos aspectos básicos do campesinato, seussistemas de produção e as especificidades do progresso técnico na agricultura, além de considerar a relação do homem com a natureza como produto de um determinado modelo cultural. A partir desse marco conceituai, analisa-se a configuração histórica do povo aymara na região desde a época pré-colombiana, salientando o fato da imposição da autoridade estadual ao longo do seu desenvolvimento. Estabelecida a contextualização histórica, analisam-se os sistemas produtivos aymaras, privilegiando-se o espaço agrícola, a organização do trabalho, a disponibilidade de mão-de-obra e a articulação com o ambiente externo. São enfatizados ainda o caráter sustentável, tanto econômico quanto ecológico e as temporalidades presente e futura nessas unidades produtivas. No intuito de entender o confronto estabelecido pelo problema de pesquisa, aborda-se o processo de modernização considerando-se inicialmente a presença institucional, cujo papel é a mudança da agricultura na sub-região. O processo proposto, a sua efetivação parcial e os seus efeitos limitados são analisados em detalhe e refletidos em função da confrontação com arealidade dos sistemas atuais de produção ea racionalidade dos produtores, tanto no sentido individual como no coletivo. Sob esse confronto é que se consideram as possibilidades de avanços adicionais dos programas de modernização. Oestudo salienta que a preferência por sistemas de produção de baixas receitas, mas pouca variância, além da escassez de recursos físicos para enfrentar novos investimentos, não permitem que os camponeses realizem as mudanças tecnológicas na escala proposta pela modernidade. Pelo contrário, eles adaptam certas recomendações tecnológicas às necessidades dos seus sistemas produtivos.
Abstract: The present work is about the relationship between peasant economy and modernity, trying to understand the logics that guide both analytic categories. Thus, the theoretical frame work chosen to guide the research activity is synthesized ina sociological problem which asks about the validity of the modernization process in production systems in a certain social reality, in face of the peasants1 rationality. The approaching process ofthat social reality assumed a circular and interactive sequence. It was opted for the qualitative research and thecase study was used as a category ofthatqualitative analysis. In that sense, the conduction of the work implied an ethnographical analysis, with permanence in the field for specifíc periods. The place that configures the empiric reference ofthe research corresponds to the sub-area oiEx-haciedas of Yungas, in Bolivia, in which the aymaras inhabit and whose systems of agricultural production present specifíc characteristics. The study begins with a theoretical reflection concerning thebasic aspects of the pesantry, its production systems and the especifíc aspects of technical progress in agriculture; besides considering the man's relationship withthe natureas a result ofa certain cultural model. From that conceptual mark, the historical configuration of theaymaras is analyzed since the pre Columbus time, pointing outthe fect of the imposition of the state authority along its development. Established the historical context, the peasants' production systems are analyzed, being privileged the agricultural space, the organization ofthe work, the labor readiness and the articulation with the externai enviroment. The proposed process and its limited effects are analyzed in detail and reflected in fiinction of the confrontation with the reality of the current systems ofproduction and the rationality ofthe producers, both in the individual and collective sense. Under that confrontation they are considered the possibilities ofadditional progresses in modernization programs. The study points out that the preference for systems of production of low incomes, but httle variance, besides the shortage ofphysical resources to face new investments, dont allow the peasants to accomplish the technological changes inthe scale proposed by modernity. On the contrary, theyadapt certain technological recommendations to theneeds oftheirproductive systems.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/10359
Idioma: por
Aparece nas coleções: DAE - Administração - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO Resistência e adaptabilidade dos Aymaras aos processos de modernização: um estudo de caso nos Yungas da Bolívia.pdf6,17 MBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback