Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DAE - Departamento de Administração e Economia >
DAE - Programa de Pós-graduação >
DAE - Administração - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/10389

Título: Trajetória histórica do café na região Sul de Minas Gerais
Autor(es): Filetto, Ferdinando
Orientador: Alencar, Edgard
Membro da banca: Gomes, Marcos Afonso Ortiz
Membro da banca: Antonialli, Luiz Marcelo
Membro da banca: Barbosa, Josué Humberto
Membro da banca: Amâncio, Robson
Assunto: Café - Minas Gerais
Coffee
Data de Defesa: 2-Mar-2000
Data de publicação: 16-Set-2015
Referência: FILETTO, F. Trajetória histórica do café na região Sul de Minas Gerais. 2000. 133 p. Dissertação (Mestrado em Administração) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2000.
Resumo: Este trabalho teve como objetivo analisar historicamente o café da região sul de Minas Gerais. Consideramos objeto de estudo historiográfico obras literárias, documentos, textos de natureza jornalística, memorialística, biográfica, documental e didática. Outro método utilizado foi o quantitativo, além da história oral e a história de vida que suplementaram os documentos oficiais. Nosso objeto empírico de investigação foi a região sul de Minas Gerais e a temática de estudo o desenvolvimento histórico do café nesta região. Atentamos para o conceito de região e espaço, como construção, processo histórico concreto, portanto, atravessado pela temporalidade e nela interferente. A expansão do cafeeiro no sul mineiro fez surgir uma paisagem nova: a paisagem do café. Onde era mata virgem, apareceram as fezendas autosuficientes, emoldurando o planalto; provocou o crescimento de muitas cidades e multiplicou as vias férreas, substituindo as trilhas onde predominavam as tropas de burros. As primeiras culturas de café no sul mineiro foram estabelecidas em Aiuruoca, Jacuí e Baependi, no vale do rio Sapucaí e rio Grande, em fins do século XVTII, por intermédio dos tropeiros que faziam a ligação da região com o Rio de Janeiro. O maior entrave à expansão da cafeicumirasul mineira foi a dificuldade de transportes. As vias de comunicação eram precárias e as distâncias a serem percorridas muito longas. Até o final do século XIX, a produção e exportação foram modestas frente a concorrência das áreas produtoras localizados mais próximos aos portos de embarque. O início do século XX trouxe uma nova dinâmica produtiva, graças às linha ferroviárias. O perfil produtivo mudaria somente na década de 1970 com o Plano de Renovação e Recuperação dos Cafezais, fomentado pelo IBC. O sul mineiro configura-se, atualmente, num modelo de complexo agroindustrial, apesar da maior parte de sua produção destinar-se à exportação. São 200 anos dessa cultura no sul mineiro, motivo maior que justifica a denominação de "tradicional região cafeeira".
Abstract: This piece ofwork had as an aim a historical analysis on coffee in the south of Minas Gerais region. We consideras objects of historigraphic study, the literary works, documents, texts of nature joumaUstic, memorialistic, biographical, documental and educational. Another method used was the quantitative one, besides the spoken history and the history of life that have completed the main documents. Our empiric aim ofinvestigation was the south region ofMinas Gerais and the theme of study, the historical development of coffee in this region. We call attention to the concept of region and space as building, concrete historical process, therefore, crossed by time and interfering on it. The expansion ofthe coffee grower in the south ofMinas Gerais caused a new scene to appear - the coffee scene. Where there was virgin forest, the selfsufficient farms appeared, giving new frame to the region. It provoked the rising ofmany towns. It multiplied the railways, which carne to substitute the tracks made by donkeys. The fírst coffee crops ofsouth Minas Gerais were established in Aiuruoca, Jacui and Baependi, in the Rios Sapucaí and Grande valleys in the late 18a1 century, through the merchants who travelled on horseback joining the south ofMinas Gerais to Rio de Janeiro. The greatest difficulty to the expansion of coffee crop in the south ofMinas Gerais concemed means oftransportation. The means ofcommunication were very precarious and the distances very long. Until the end ofthe 19a1 century, production and expoitation was small because ofother áreas ofproduction which were nearer to the harbors ofshipment. The beginning ofthe 20a1 century brought a new productive dynamism due to of the railways. The productive performance would change only in the 70's with the Plan ofRenewing and Recovering ofcoffee crops, supplied by IBC. The south of Minas Gerais is nowadays a standard of commodities system approach, despitethe fect that the greatest part ofits production is exported. These last two hundred years of coífee related activities make the region deserving to be referredto as a "traditional coffee region".
Informações adicionais: Dissertação/tese está disponível online com base na Resolução CEPE nº 090, de 24 de março de 2015, que dispõe sobre a disponibilização da coleção retrospectiva de teses e dissertações online no Repositório Institucional da UFLA, sem autorização prévia dos autores. Parágrafo Único. Caberá ao autor ou orientador a solicitação de restrição quanto à divulgação de teses e dissertações com pedidos de patente ou qualquer embargo similar. Art. 5º A obra depositada no RIUFLA que tenha direitos autorais externos à Universidade Federal de Lavras poderá ser removida mediante solicitação por escrito, exclusivamente do autor, encaminhada à Comissão Técnica da Biblioteca Universitária. / Arquivo gerado por meio da digitalização de material impresso. Alguns caracteres podem ter sido reconhecidos erroneamente.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/10389
Idioma: por
Aparece nas coleções: DAE - Administração - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO Trajetória histórica do café na região Sul de Minas Gerais.pdf8 MBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback