Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DFP - Departamento de Fitopatologia >
DFP - Programa de Pós-graduação >
DFP - Agronomia/Fitopatologia - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/10498

Título: Diversidade e caracterização de espécies de Colletotrichum associadas a Annona spp
Autor(es): Almeida, Cláudia Alves de
Lattes: http://lattes.cnpq.br/3094623264529812
Orientador: Pfenning, Ludwig Heinrich
Membro da banca: Souza, Elaine Aparecida de
Membro da banca: Souza, Jorge Teodoro de
Membro da banca: Rodrigues, Tatiana Tozzi Martins Souza
Assunto: Annonaceae
Antracnose
Filogenia molecular
Molecular phylogeny
Doença de planta
Plant disease
Data de Defesa: 16-Jul-2015
Data de publicação: 8-Out-2015
Agência de Fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Referência: ALMEIDA, C. A. de. Diversidade e caracterização de espécies de Colletotrichum associadas a Annona spp. 2015. 75 p. Dissertação (Mestrado em Agronomia/Fitopatologia) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2015.
Resumo: A antracnose, causada por espécies de Colletotrichum, ocorre em várias frutíferas de clima tropical e temperado. No Brasil é a principal doença das anonáceas. Neste estudo foi avaliada a diversidade de espécies de Colletotrichum em associação com espécies de Annona por meio de análise filogenética multigênica, avaliação de caracteres morfológicos e da cultura e teste de patogenicidade. 84 isolados foram obtidos de frutos, flores e folhas apresentando antracnose, e de frutos mumificados de espécies comerciais e nativas coletados em plantios comerciais e em pomares domésticos. Sequências parciais do gene GAPDH de 31 isolados de Colletotrichum foram analisadas pelo método de Máxima Parcimônia (MP). Baseados nos agrupamentos gerados e na origem geográfica foi selecionado um subgrupo de quatorze isolados para serem analisadas as sequências parciais dos genes ACT e TUB2, bem como para a análise combinada das três regiões gênicas realizada pelo método de Inferência Bayesiana e MP. Os mesmos quatorze isolados também foram caracterizados com base na morfologia dos conídios e apressórios, taxa de crescimento micelial (TCM), cor da colônia e utilizados em testes de patogenicidade em mudas de pinha. Foram identificadas cinco espécies: C. fructicola, C. theobromicola, C. gloeosporioides stricto sensu no complexo ‘gloeosporioides’; C. nymphaeae no complexo ‘acutatum’; e C. karstii no complexo ‘boninense”. Outros cinco isolados não foram filogeneticamente resolvidos. Este é o primeiro relato de C. fructicola, C. nymphaeae e C. karstii em anonáceas no Brasil. Os caracteres morfológicos não foram informativos o suficiente para separação de complexos e de espécies. Todos os quatorze isolados de Colletotrichum avaliados foram patogênicos a Annona squamosa, causando sintomas típicos de antracnose nas folhas. A correta identificação dessas espécies será útil em estudos epidemiológicos e em programas de melhoramento, contribuindo desta forma no manejo correto e eficiente da doença, minimizando as perdas provocadas pelo patógeno na pré e pós-colheita.
Abstract: Anthracnose, caused by Colletotrichum species, occurs in various fruit of tropical and temperate. In Brazil is the main disease of Annonaceae. We evaluated the diversity of species of Colletotrichum in association with species of Annona through multigene phylogenetic analysis, evaluation of morphological characters and culture and pathogenicity test. 84 isolates were obtained from fruits, flowers and leaves showing anthracnose, and mummified fruits of commercial and native species collected in commercial plantations and orchards. Partial sequences of the GAPDH gene of 31 isolates of Colletotrichum were analyzed by the Maximum Parsimony method (MP). Based on the generated clusters and geographical origin was selected a subset of fourteen isolates are analyzed for the partial sequences of ACT and TUB2 genes as well as for the combined analysis of the three gene regions performed by Bayesian inference method and MP. The same fourteen isolates were also characterized based on morphology of conidia and appressoria, mycelial growth rate (TCM), colony color and used in pathogenicity tests in sweetsop seedlings. Five species were identified: C. fructicola, C. theobromicola, C. gloeosporioides stricto sensu in the complex ‘gloeosporioides’; C. nymphaeae in the complex ‘acutatum’; and C. karstii in the complex ‘boninense’. Other five isolates couldn’t be resolved phylogenetically. This is the first report of C. fructicola, C. nymphaeae and C. karstii in Annonaceae in Brazil. The morphological characters were not informative enough for separating complex and species. All fourteen Colletotrichum evaluated were pathogenic to Annona squamosa, causing typical symptoms of anthracnose on the leaves. The correct identification of these species will be useful in epidemiological studies and in breeding programs, thus contributing to the correct and efficient management of the disease, minimizing the losses caused by the pathogen in the pre and post-harvest.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/10498
Publicador: Universidade Federal de Lavras
Idioma: por
Aparece nas coleções: DFP - Agronomia/Fitopatologia - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTACAO_Diversidade e caracterização de espécies de Colletotrichum.pdf1,73 MBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback