Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/10561
Título: Um estudo quantitativo para caracterização da qualidade interna de sistemas de software orientados a objetos Open-Source
Título(s) alternativo(s): A quantitative study for the characterization of internal quality of open-source object-oriented software systems
Autor : Santos, Mariana de Azevedo
Lattes: http://lattes.cnpq.br/7157139461213752
Primeiro orientador: Costa, Heitor Augustus Xavier
Primeiro coorientador: Bermejo, Paulo Henrique de Souza
Primeiro membro da banca: Bermejo, Paulo Henrique de Souza
Segundo membro da banca: Oliveira, Marcelo Silva de
Terceiro membro da banca: Gerosa, Marco Aurélio
Palavras-chave: Qualidade de software
Software open-source
Orientação a objetos
Medidas de software
PLS-SEM
Software quality
Open-source software
Object-oriented
Software measures
Data da publicação: 4-Nov-2015
Referência: SANTOS, M. de A. Um estudo quantitativo para caracterização da qualidade interna de sistemas de software orientados a objetos Open-Source. 2015. 214 p. Dissertação (Mestrado em Ciência da Computação)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2015.
Resumo: Organizações desenvolvedoras de software estão cada vez mais preocupadas com a garantia da qualidade de sistemas de software, uma vez que esses sistemas precisam ser fáceis de evoluir e de manter. Entretanto, apesar de serem necessárias atividades relacionadas à garantia da qualidade e manutenção em sistemas, essas atividades são consideradas as mais longas e complexas do ciclo de vida do software. Aproveitando a tendência crescente e os benefícios advindos da iniciativa open-source (OS), pesquisas sobre a qualidade e a manutenibilidade de sistemas de software OS têm ganhado renovado interesse. Nesse contexto, o uso de técnicas estatísticas robustas, como PLS-SEM, para investigar e validar empiricamente modelos de qualidade de software, tem se mostrado uma alternativa eficiente para obter informações sobre a qualidade em software OS. Neste trabalho, o objetivo foi avaliar a qualidade interna de sistemas de software a partir da caracterização entre domínios nesses sistemas Java open-source. Os resultados do estudo indicam que: i) há domínios que possuem características similares entre si; e ii) quatro fatores podem influenciar a qualidade interna de software orientados a objetos (OO) OS quanto à manutenibilidade. Esses fatores são a Redução da Complexidade, Coesão Normalizada, Coesão não Normalizada e Aumento do Grau de Modularidade. Um modelo conceitual foi proposto para explicar a relação entre os atributos que compõem esses fatores e; iii) medidas que podem ser mais relevantes para caracterizar a manutenibilidade de sistemas de software OO OS, como por exemplo, Fan-out (FOUT), Lack of Cohesion of Methods 2 (LCOM2), Response for Class (RFC), Tight Class Cohesion (TCC), Loose Class Cohesion (LCC). Os resultados deste estudo contribuem para auxiliar profissionais da área Engenharia de Software, na construção de sistemas de alta qualidade, com baixo custo em manutenção, que atendam os padrões estabelecidos e as necessidades dos usuários.
Abstract: Software development organizations are increasingly concerned with software quality assurance, given that these systems must be easily developed and maintained. However, despite necessity, activities regarding quality assurance and maintenance of software systems are considered the longest and most complex in software development lifecycle. In addition, if productivity in the development phase is low, the individuals involved in the software development process may have to invest a lot of time in post-development maintenance activities. Taking advantage of this growing trend and of the benefits obtained from open-source initiative, such as extensive knowledge exchange, automated large-scale analysis and ability to quickly drive innovations, researches on OS software quality and maintainability have gained renewed interest. The use of robust statistical techniques, such as PLS -SEM, to investigate and empirically validate software quality models has also been an efficient alternative to obtain information on OS software quality. The aim of this study was to evaluate the internal software quality by means of characterizing software domain in Java open-source systems. The study results indicate that there are: i) domains with similar traits to each other; and ii) four factors can influence the internal quality of OO software to present better maintainability, being them Reduced Complexity, Normalized Cohesion, Nonnormalized Cohesion and Increase of Modularity Degree. We propose a conceptual model to explain the relationship between the internal software quality attributes (software measures) in these factors. The results also indicate the existence of measures that can be most relevant in characterizing maintainability in OO OS software systems, such as Fan-out (FOUT), Lack of Cohesion of Methods 2 (LCOM2), Response for Class (RFC), Tight Class Cohesion (TCC), Loose Class Cohesion (LCC). Thus, this study aids software engineering professionals, allowing the development of high quality and low maintenance cost software that meet the established standards and the user needs.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/10561
Publicador: Universidade Federal de Lavras
Idioma: por
Aparece nas coleções:DCC - Ciência da Computação - Mestrado (Dissertações)



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.