Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DAG - Departamento de Agricultura >
DAG - Programa de Pós-graduação >
DAG - Agronomia/Fitotecnia - Doutorado (Teses) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/10570

Título: Controle genético dos teores de clorofila e carotenoides em folhas de alface
Autor(es): Cassetari, Luciana de Sousa
Orientador: Gomes, Luiz Antonio Augusto
Membro da banca: Resende, Luciane Vilela
Membro da banca: Gonçalves, Luciano Donizete
Membro da banca: Gomes, Marcos de Souza
Membro da banca: Ferreira, Sindynara
Assunto: Hortaliças
Agentes antioxidantes
Parâmetros genéticos
Herança monogênica
Compostos bioativos
Vegetables
Antioxidizing agents
Genetic parameters
Monogenic inheritance
Bioactive compounds
Data de Defesa: 28-Ago-2015
Data de publicação: 6-Nov-2015
Agência de Fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Referência: CASSETARI, L. de S. Controle genético dos teores de clorofila e carotenoides em folhas de alface. 2015. 78 p. Tese (Doutorado em Agronomia/Fitotecnia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2015.
Resumo: A alface é a espécie folhosa mais consumida mundialmente e de grande importância funcional. As clorofilas são os pigmentos naturais mais abundantes presentes nas plantas. Os carotenoides, juntamente com as vitaminas, são as substâncias mais investigadas como agentes antioxidantes. Este trabalho foi realizado com o objetivo de determinar o controle genético do teor de clorofila e de carotenoides em folhas de alface. Foram avaliados dois genitores além das gerações F1, F2 e famílias F2:3. Estimaram-se parâmetros genéticos, componentes de média e de variância para a determinação do tipo de herança envolvida na expressão da característica teor de clorofila e de carotenoides. Testou-se a hipótese de herança monogênica pelo método de máxima verossimilhança. As diferenças entre os valores médios para teor de clorofila total variam de 1,12 mg.g-1 (P1) a 3,33 mg.g-1 (P2). Para carotenoides, os valores variam de 0,35 mg.g-1 ( P1) a 1,34 mg.g-1 (P2). Existe correlação alta entre os teores de clorofila total e carotenoides e, assim, os teores de clorofila podem ser utilizados como indicadores indiretos do teor de carotenoides. Altos valores de herdabilidade foram encontrados para clorofila total (80%) e carotenoides (84%). Além disso, a estimativa do GMD aponta para uma dominância incompleta. Das 27 famílias avaliadas, 6 foram caracterizadas como homozigotas para baixo teor de clorofila, 8 foram caracterizadas como homozigotas para alto teor e 13 foram segregantes. Para carotenoides, 10 foram caracterizadas como homozigotas para baixo teor e 8 como homozigotas para alto teor de 9 segregantes. De acordo com o estudo de herança, o teste revelou que o teor de clorofila e de carotenoides é controlado por um gene com efeito aditivo e de dominância e por poligenes com efeito menor.
Abstract: Lettuce is the most consumed hardwood species worldwide and with a great importance functional. The chlorophylls are the most abundant natural pigments present in the plants. The Carotenoids, together with vitamins, are the most investigated substances such as antioxidants. The objective of this study was to determine the genetic control of chlorophyll and carotene content in lettuce leaves (Lactuca sativa L.). It was evaluated both parents besides the F1, F2 and F2:3 generations. Genetic parameters, media components and variance were estimated to determine the type of inheritance involved in the expression of the characteristic chlorophyll and carotenoid content. Hypothesis of monogenic inheritance were tested associated or not with minor polygenic effects by maximum likelihood procedure. The differences between the mean values for total chlorophyll content ranging from 1.1224 mg.g-1 (P1) to 3.3302 mg.g-1 (P2). For carotenoids, the values range from 0.35 mg.g-1 (P1) to 1.34 mg.g-1 (P2). There is a high correlation between the chlorophyll and carotenoid contents, and so the chlorophyll content can be used as surrogate indicators of the carotenoid content. High heritability values were found for total chlorophyll (80%) and carotene (84%). Moreover, the estimate of GMD indicates an incomplete dominance. Of the 27 families evaluated, 6 were characterized as homozygous for low-chlorophyll, 8 were homozygous for high-grade and 13 were segregating. For carotene, 10 were characterized as homozygous down content, 8 as homozygous for high content and 9 segregating. According to the inheritance study, the test revealed that the chlorophyll and carotenoid content is controlled by a gene with additive and dominance effect and by polygenes with less effect.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/10570
Publicador: Universidade Federal de Lavras
Idioma: por
Aparece nas coleções: DAG - Agronomia/Fitotecnia - Doutorado (Teses)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
TESE_Controle genético dos teores de clorofila e carotenoides em folhas de alface.pdf860,32 kBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback