Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DBI - Departamento de Biologia >
DBI - Programa de Pós-graduação >
DBI - Genética e Melhoramento de Plantas - Mestrado Profissional (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/10581

Título: Estratégia experimental para avaliação de híbridos de milho
Autor(es): Maes, Maria Luiza
Orientador: Ramalho, Magno Antônio Patto
Coorientador: Silva, Heyder Diniz
Membro da banca: Nunes, José Airton Rodrigues
Membro da banca: Silva, Heyder Diniz
Assunto: Tamanho da parcela
Efeito de bordadura
Acurácia
Melhoramento de milho
Plot size
Border effect
Accuracy
Corn breeding
Data de Defesa: 31-Ago-2015
Data de publicação: 10-Nov-2015
Referência: MAES, M. L. Estratégia experimental para avaliação de híbridos de milho. 2015. 55 p. Dissertação (Mestrado Profissional em Genética e Melhoramento de Plantas)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2015.
Resumo: Para se continuar tendo progresso genético no melhoramento de milho é preciso ter a condução dos experimentos a mais precisa possível. Entre os fatores que afetam a precisão experimental o tamanho das parcelas é um dos mais importantes. Como a arquitetura dos híbridos de milho é constantemente modificada, é importante identificar o tamanho ótimo das parcelas frequentemente. Esse experimento foi realizado com o objetivo de propor o número de plantas na avaliação de híbridos simples de milho, se há necessidade de bordadura nos experimentos e se as diferentes linhas das parcelas afetam o desempenho dos híbridos. Para isso, foram utilizados dados de um experimento em que foram avaliados seis híbridos simples comerciais no delineamento de blocos casualizados, com três repetições e parcelas de quatro linhas, com 40 plantas por linha. A colheita foi realizada por planta georreferenciada em cada linha/parcela. Os dados da produtividade de grãos g/planta foram submetidos à análise de variância considerando as 160 plantas por parcela. Considerando também o efeito da bordadura em relação às duas centrais – área útil – e também considerando cada linha das parcelas. Fez-se uso da reamostragem para se avaliar o diferente número de plantas na parcela variando de 2 a 159 plantas. Para cada tamanho de parcela foram efetuadas 1000 reamostragens sendo realizadas as análises de variância, e estimada a acurácia e a coincidência na identificação dos dois melhores híbridos identificados na parcela padrão (160 plantas). Conclui-se que nos experimentos de híbridos simples de milho não há necessidade de bordadura e o desempenho dos híbridos não varia em função das linhas das parcelas. As estimativas da acurácia e a coincidência dos experimentos em identificar os dois melhores híbridos são muito grandes, em relação ao emprego de 160 plantas, a partir de parcelas com 50. Em geral, a variação dentro das parcelas é sempre inferior à observada entre parcelas. Portanto, para reduzir custos e melhorar a eficiência dos programas de melhoramento de milho, as parcelas de avaliação de híbrido simples não necessitam ter mais do que 50 plantas.
Abstract: In order to obtain genetic progress for corn breeding it is necessary to conduct the experiments as precisely as possible. Among the factors that affect experimental precision, the size of the plots is one of the most important. As corn hybrid architecture is constantly modified, it is important to frequently identify the optimum size of the plots. This experiment was conducted with the objective of proposing the number of plants for evaluating simple corn hybrids, as well as the need of borders in the experiment, and if the distinct plot lines affect hybrid performance. To do this, we used data obtained from an experiment in which we evaluated six simple commercial hybrids, in a randomized block design, with three replicates and four lines of 40 plants each. Harvesting was conducted per georeferenced plant in each line/plot. Grain productivity data (g/plant) were submitted to variance analysis, considering all 160 plants per plot. We also considered the effect of the border in relation to both centrals – useful area – and each line within the plots. Resampling was conducted in order to evaluate the different number of plants within the plot, ranging from two to 159 plants. For each plot size, we conducted 1000 resamplings, performing variance analyses and estimating the accuracy and coincidence in identifying the two best hybrids from the standard plot (160 plants). We conclude that, in the experiments with simple corn hybrids, there is no need for borders, and hybrid performance does not vary in function of plot lines. The accuracy and coincidence estimates for identifying the two best hybrids are large in relation to the employment of 160 plants, based on plots with 50 plants. In general, the variance within the plots is always inferior to that observed between plots. Therefore, to reduce and improve the efficiency of corn breeding programs, the plots for evaluating simple hybrids have no need for more than 50 plants.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/10581
Publicador: Universidade Federal de Lavras
Idioma: por
Aparece nas coleções: DBI - Genética e Melhoramento de Plantas - Mestrado Profissional (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO_Estratégia experimental para avaliação de híbridos de milho.pdf768,96 kBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback