Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/10582
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorCastro Neto, Fernando de-
dc.date.accessioned2015-11-10T16:00:26Z-
dc.date.available2015-11-10T16:00:26Z-
dc.date.issued2015-11-10-
dc.date.submitted2015-08-07-
dc.identifier.citationCASTRO NETO, F. de. Uso de variáveis climáticas para classificação de sítios em povoamentos de eucalipto. 2015. 135 p. Dissertação (Mestrado em Engenharia Florestal)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2015.pt_BR
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/10582-
dc.description.abstractThe site production capacity in forest modeling is represented by the site index or projection of dominant height at the reference age. The site rating is the key to the whole prognosis system. However, methods related with increase of accuracy and flexibility of equations are important to create productivity scenarios due to climate changes. The overall objective of this study was to relate forest development with climate variables. Firstly, we aimed to propose a flexible model seeking to represent the dominant height growth. Then, we sought to identify climatic variations that affect the site capacity in wood production, and how. The research was related with the development of eucalyptus stands under the tall trees and coppice management regimes in Midwest Region of the State of Espirito Santo and Southern Bahia. Data were obtained on 299 permanent plots of stands of Eucalyptus urograndis, from which 155 are related with the coppice management regime and 144 are related with high tree-trunk management regime. Climatic data were obtained from 31 meteorological stations distributed in the area under study. The polymorphic modified Von-Bertallanfy Richards model with common asymptote showed the best performance for both two management regimes. The mean monthly rainfall and distribution of rainy days were used to expand the model parameters. The climatic conditioning of coefficients brought gains in terms of accuracy of estimates. In addition, it allowed the generation of development scenarios from interannual climate variations. This survey also showed that the mean monthly rainfall and number of rainy days were the most related variables with the site productive capacity. These factors showed positive linear effect on the site capacity to produce wood. Therefore, this methodology allows managers to predict forest productivity scenarios on interannual climate changes, as well as the expectation of growth for sites without historical data of plantations.pt_BR
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)pt_BR
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal de Lavraspt_BR
dc.rightsacesso abertopt_BR
dc.subjectCrescimentopt_BR
dc.subjectDiferença algébricapt_BR
dc.subjectAltura dominantept_BR
dc.subjectGrowthpt_BR
dc.subjectAlgebraic differencept_BR
dc.subjectDominant heightpt_BR
dc.titleUso de variáveis climáticas para classificação de sítios em povoamentos de eucaliptopt_BR
dc.title.alternativeUse of climatic variables for sites classification in eucalyptus standspt_BR
dc.typedissertaçãopt_BR
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Engenharia Florestalpt_BR
dc.publisher.initialsUFLApt_BR
dc.publisher.countrybrasilpt_BR
dc.contributor.advisor1Scolforo, José Roberto Soares-
dc.contributor.referee1Mello, José Márcio de-
dc.contributor.referee2Ferraz Filho, Antônio Carlos-
dc.contributor.referee3Assis, Adriana Leandra de-
dc.description.resumoA capacidade produtiva do local na modelagem florestal é representada pelo índice de sítio ou projeção da altura dominante na idade de referência. A classificação de sítio é a chave de todo o sistema de prognose, portanto, métodos relacionados ao aumento da acurácia e flexibilidade das equações são importantes para gerar cenários de produtividade em decorrência de alterações climáticas. Assim, conduziu-se este trabalho, com o objetivo geral de relacionar desenvolvimento florestal com as variáveis climáticas, tendo como objetivo inicial propor um modelo flexível para representar o crescimento em altura dominante. Em seguida, identificar quais e como as variações climáticas afetam a capacidade do local em produzir madeira. A pesquisa foi relacionada ao desenvolvimento de povoamentos de eucaliptos submetidos ao manejo de alto fuste e talhadia, na região centro-norte do Espírito Santo e sul da Bahia. Os dados utilizados neste estudo são provenientes de 299 parcelas permanentes, das quais 155 são referentes ao manejo de talhadia e 144 ao regime de alto fuste para povoamentos de Eucalyptus urograndis. Os dados climáticos foram obtidos de 31 estações meteorológicas distribuídas sobre a área do estudo. O modelo de Von-Bertallanfy Richards modificado polimórfico com comum assíntota foi o que apresentou a melhor performance para os dois regimes de manejo. As variáveis precipitação média mensal e distribuição dos dias de chuva foram utilizadas para expandir os parâmetros do modelo. O condicionamento dos coeficientes por modificadores climáticos trouxe ganho em precisão das estimativas. Além disso, foi possível a geração de cenários de desenvolvimento, a partir das variações climáticas interanuais. A pesquisa também mostra que as variáveis precipitação média mensal e número de dias de chuva foram as mais relacionadas com a capacidade produtiva do local. Esses fatores apresentaram efeito linear positivo sobre o potencial do sítio em produzir madeira. Essa metodologia ainda permite aos gestores florestais prever cenários de produtividade sobre alterações climáticas interanuais, bem como expectativa do crescimento para locais sem dados históricos de plantios.pt_BR
dc.publisher.departmentDepartamento de Ciências Florestaispt_BR
dc.subject.cnpqSilviculturapt_BR
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/1366088670722897pt_BR
Appears in Collections:DCF - Engenharia Florestal - Mestrado (Dissertações)



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.