Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DAG - Departamento de Agricultura >
DAG - Programa de Pós-graduação >
DAG - Agronomia/Fitotecnia - Doutorado (Teses) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/10599

Título: Hortaliças não convencionais: quantificação do DNA, contagem cromossômica, caracterização nutricional e fitotécnica
Autor(es): Silva, Luis Felipe Lima e
Orientador: Resende, Luciane Vilela
Coorientador: Techio, Vânia Helena
Coorientador: Gonçalves, Wilson Magela
Membro da banca: Resende, Juliano Tadeu Vilela de
Membro da banca: Resende, Kátia Ferreira Marques de
Membro da banca: Nassur, Rita de Cássia Mirela Resende
Membro da banca: Maluf, Wilson Roberto
Assunto: Citogenética
Composição nutricional
Genoma
Hortaliças tradicionais
Indicativos de cultivo
Cytogenetic
Genome
Indigenous crops
Nutritional compounds
Management growing
Data de Defesa: 23-Jul-2015
Data de publicação: 17-Nov-2015
Agência de Fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Referência: SILVA, L. F. L. e. Hortaliças não convencionais: quantificação do DNA, contagem cromossômica, caracterização nutricional e fitotécnica. 2015. 141 p. Tese (Doutorado em Agronomia/Fitotecnia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2015.
Resumo: É grande a importância do resgate e preservação de espécies alimentícias subutilizadas, tais como as hortaliças não convencionais, das quais, apenas um reduzido número, apresenta comprovação científica de suas propriedades nutricionais, citogenéticas e fitotécnicas. Com isso, visando obter um conhecimento científico mais aprofundado sobre espécies representantes de hortaliças não convencionais no Brasil, foram realizados três diferentes estudos. No primeiro estudo realizou-se a caracterização dos constituintes nutricionais presentes nas espécies almeirão de árvore (Lactuca canadensis L.), azedinha (Rumex acetosa L.), bertalha (Basella alba L.), capuchinha (Tropaeolum majus L.), caruru de mancha (Amaranthus viridis L.), caruru vermelho (Amaranthus hybridus L.), coentro do mato (Eryngium campestre L.), peixinho (Stachys byzantina K. Koch) e taioba (Xanthosoma sagittifolium L.). Todas as espécies estudadas mostraram possuir atividade antioxidante, e níveis variados de compostos nutricionais de interesse, tais como compostos fenólicos, vitamina C, pectina, carotenóides, antocianinas monoméricas, valor calórico, composição centesimal, acidez, fibras e o teor de nitrato, sendo este último, um composto considerado antinutricional. O segundo estudo visou realizar a contagem dos cromossomos, e a quantificação do DNA nuclear por citometria de fluxo, de espécies consideradas hortaliças não convencionais no Brasil. Neste estudo, azedinha (Rumex acetosa L.) apresentou 14 cromossomos e 7,04 pg de DNA nuclear; Basella alba L. apresentou 44 cromossomos e 7,05 pg de DNA nuclear; Tropaeolum majus L. apresentou 28 cromossomos e 2,08 pg de DNA nuclear; Stachys byzantina K. Koch apresentou 30 cromossomos e 1,54 pg de DNA nuclear e Hibiscus sabdariffa L. apresentou 72 cromossomos e 5,12 pg de DNA nuclear. O terceiro estudo visou avaliar o comportamento dos parâmetros produtivos da azedinha (Rumex acetosa L.) e do peixinho (Stachys byzantina K.), submetidos a diferentes níveis de adubação e densidades de plantio, bem como caracterizar os estádios fenológicos dessas espécies. Rumex acetosa, sob solo com boa disponibilidade de P e K, foi mais produtiva (75 Mg.ha-1 ) quando conduzida em espaçamento mais adensado (30x35 cm), e quando associada à adubação de 150 kg.ha-1 de N, 60 kg.ha-1 de K2O e 100 kg.ha-1 de P2O5. Stachys byzantina, sob solo com baixa disponibilidade de P e K, foi mais produtiva (48,05 Mg.ha-1 ) quando conduzida em espaçamento menos adensado (50x30 cm), sob a adubação de 300 kg.ha-1 de N, 240 kg.ha-1 de K2O e 800 kg.ha-1 de P2O5. Os ciclos das culturas, do plantio à colheita, foram estabelecidos em 100 e 140 dias para as culturas da azedinha e do peixinho, respectivamente.
Abstract: There is a great importance in preservation of edible vegetables underutilized species, of which only a small number presents scientific evidences. Thus, to obtain further scientific knowledge about unconventional vegetables in Brazil, three different studies were performed. The first study was carried to characterize the nutritional constituents present in tree chicory (Lactuca canadensis L.), sorrel (Rumex acetosa L.), basella (Basella alba L.), nasturtium (Tropaeolum majus L.), spot pigweed (Amaranthus viridis L.), red pigweed (Amaranthus hybridus L.), wild Coriander (Eryngium campestre L.), lamb's ear (Stachys byzantina K. Koch) and cocoyam (Xanthosoma sagittifolium L.). All species showed to have antioxidant activity and varying levels of nutritional compounds of interest, such as phenolic compounds, vitamin C, pectin, carotenoids, anthocyanins monomeric, calorific value, acidity, fibers and nitrate content. The second study aimed count the chromosomes and quantify nuclear DNA by flow cytometry of unconventional vegetables in Brazil. In this study, the genome from Rumex acetosa L. was represented by 14 chromosomes and 7.04 pg of nuclear DNA; Basella alba L. was represented by 44 chromosomes and 7.05 pg of nuclear DNA; Tropaeolum majus L. represented by 28 chromosomes and 2.08 pg of nuclear DNA; Stachys byzantina K. Koch represented by 30 chromosomes and 1.54 pg of nuclear DNA and Hibiscus sabdariffa L. was represented by 72 chromosomes and its genome was quantified at 5.12 pg. The third study aimed to evaluate the productive parameters of sorrel (Rumex acetosa L.) and Lamb's ear (Stachys byzantina K.) submitted to different concentrations of fertilization and different levels of planting densities, as well characterize the vegetative growth stages of these species through different experiments carry out. Sorrel in soil with good availability of P and K, was more productive (75 Mg ha-1 ) when conducted in more dense spacing (30x35 cm), under fertilization of 150 kg ha-1 N, 60 kg ha-1 K2O and 100 kg ha-1 of P2O5. Stachys byzantine, in soil with low availability of P and K, was more productive (48.05 Mg.ha-1 ) when conducted in less dense spacing (50x30 cm) under the fertilization of 300 kg ha-1 N, 240 kg ha-1 of K2O and 800 kg .ha-1 of P2O5. The growth stages of crops, from planting to harvest, were established in 100 and 140 days after planting for sorrel and Lamb's ear respectively.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/10599
Publicador: Universidade Federal de Lavras
Idioma: por
Aparece nas coleções: DAG - Agronomia/Fitotecnia - Doutorado (Teses)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
TESE_Hortaliças não convencionais: quantificação do DNA, contagem cromossômica, caracterização nutricional e fitotécnica.pdf1,27 MBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback