Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DAG - Departamento de Agricultura >
DAG - Programa de Pós-graduação >
DAG - Agronomia/Fitotecnia - Doutorado (Teses) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/10625

Título: Efeito do estresse na composição química de microalgas e do extrato na germinação de sementes de alface
Autor(es): Ambrosano, Lucas
Orientador: Guimarães, Renato Mendes
Membro da banca: Menezes, Rafael Silva
Membro da banca: Botrel, Élberis Pereira
Membro da banca: Silva, Luisa Maria Rodrigues Gouveia da
Membro da banca: Castro Neto, Pedro
Assunto: Bioprodutos
Microalgas
Extratos
Águas residuais
Bioproducts
Microalgae
Extracts
Wastewaters
Data de Defesa: 7-Ago-2015
Data de publicação: 27-Nov-2015
Agência de Fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Referência: AMBROSANO, L. Efeito do estresse na composição química de microalgas e do extrato na germinação de sementes de alface. 2015. 108 p. Tese (Doutorado em Agronomia/Fitotecnia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2015.
Resumo: As microalgas são um grupo de organismos aquáticos que podem apresentar grande potencial de cultivo devido à elevada taxa de crescimento. Várias espécies são cultivadas comercialmente em diversos países e a biomassa produzida tem sido utilizada em variadas aplicações, tais como, produtos para aplicação na indústria de alimentos, na produção de corantes naturais, como fonte de lipídeos, na produção de biocombustíveis (bioetanol e biodiesel) e na produção de bioprodutos para aplicação no cultivo vegetal. Uma maneira economicamente viável de produzir microalga pode ser utilizando águas residuais como meio de cultivo. No presente trabalho objetivou-se avaliar o efeito do estresse na variação bioquímica das biomassas microalgais cultivadas em águas residuais e estudar o potencial de extratos produzidos com biomassa microalgal na germinação de sementes de alface (Lactuca sativa). Foram testadas três microalgas Chlorella vulgaris (Cv), Scenedesmus obliquus (Sc) e um Consórcio (Cons C) de microalgas isolado do próprio efluente urbano de Figueira da Foz/Portugal, foram cultivadas em condições normais. Depois disso, elas foram cultivadas com carência de nutrientes visando estressar as microalgas (St).. Fez-se a caracterização bioquimica das biomassas, por meio da quantificação dos sólidos voláteis, sólidos totais, umidade, cinzas, proteínas, açúcares, óleo e pigmentos totais. Foram preparados posteriormente extratos aquosos e metanólicos em três concentrações (2, 10 e 20 g L-1) das microalgas Cv, Sc e Cons. C. Os extratos foram aplicados em sementes de alface . Foi avaliado a germinação no terceiro dia, germinação total, o índice de velocidade de germinação (IVG), tamanho de radícula, tamanho de hipocótilo, matéria seca por planta e matéria seca total (MS). As biomassas apresentaram variação na caracterização bioquímica, quando a biomassa é submetida a condições de estresse no cultivo. O perfil dos ácidos graxos das microalgas apresentam maiores teores de ácidos graxos insaturados, exceto para Sc que apresenta maior teor de ácido graxo saturado. A aplicação dos extratos aquosos de Cv, Sc, CvSt, ScSt e Cons C St apresentam efeito inibitório quando avaliado parâmetro IVG. E tem efeito estimulante em crescimento de radícula para os extratos da microalga Cons C e Cons C St. Todos os extratos metanólicos apresentam efeito inibitório do IVG, da germinação final e germinação do terceiro dia. O aumento da concentração do extrato metanólico diminui os valores de germinação final. O aumento da concentração do extrato metanólico de Cv diminui o teor de matéria seca por planta.
Abstract: Microalgae are a group of aquatic organisms that might have great potential for cultivation due to the high growth rate. Many species are grown commercially in several countries and the produced biomass has been used as a source in the food industry, in the production of natural dyes, as a source of lipids in the production of biofuels (bioethanol and biodiesel) and in the production of bioproducts for using in plant cultivation. An economically viable way of producing microalgae can be using wastewater as culture medium. The present work aimed to evaluate the effect of stress on biochemical variation of microalgal biomass grown in wastewater and, study the potential of extracts produced by microalgal biomass in the lettuce seed germination. Three microalgae, Chlorella vulgaris (Cv), Scenedesmus obliquus (Sc) and a Consortium (Cons C) of isolated microalgae extracted of urban effluent of Figueira da Foz / Portugal, were used. The microalgae were grown under normal conditions. Thereafter, to stress the microalgae, they were placed in solution without nutrients. The biochemical characterization of biomass was made through analysis of the volatile solids, total solids, moisture, ash, protein, sugar, oil and total pigments. Later, aqueous and methanolic extracts in three concentrations (2, 10 and 20 g L-1) of microalgae Cv, Sc and Cons. C were prepared. The extracts were applied in lettuce seeds. The germination on the third day, total germination, the speed of germination index (SGI), root size, hypocotyl size, dry matter per plant and total dry matter (DM) were measured. The biomass showed variation in biochemical characterization, when the biomass is subjected to stress conditions in cultivation. The profile of fatty acids from microalgae has higher levels of unsaturated fatty acids, except for Sc that has a higher saturated fatty acid content. The application of aqueous extracts of Cv, Sc, CvSt, SCST and Cons C St exhibit inhibitory effect when the SGI was evaluated. A stimulating effect on radicle growth of microalgae extracts for Cons C and C Cons St was observed. All the methanolic extracts have inhibitory effect on germination on the third day, total germination and SGI. Increasing the concentration of the methanol extract decreases the final germination values. Increasing the concentration of the methanol extract Cv decreases the content of dry matter per plant.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/10625
Publicador: Universidade Federal de Lavras
Idioma: por
Aparece nas coleções: DAG - Agronomia/Fitotecnia - Doutorado (Teses)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO_Efeito do estresse na composição química de microalgas e do extrato na germinação de sementes de alface.pdf1,49 MBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback