Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DBI - Departamento de Biologia >
DBI - Programa de Pós-graduação >
DBI - Ecologia Aplicada - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/10637

Título: Comparação de eventos fenológicos e diversidade genética de Handroanthus serratifolius (Vahl) S.O.Grose (Bignoniaceae) em área urbana e rural
Título Alternativo: Events comparison phenological and genetic diversity Handroanthus serratifolius (Vahl) SO Grose (Bignoniaceae) in urban and rural area
Autor(es): Visotto, Larissa Márcia de Souza
Lattes: http://lattes.cnpq.br/2966632035150972
Orientador: Carvalho, Dulcinéia de
Membro da banca: Borén, Rosangela Alves Tristão
Membro da banca: Cabral, Vivette Appolinário Rodrigues
Membro da banca: Carvalho, Josina Aparecida de
Membro da banca: Machado, Felipe Santana
Assunto: Ipê-amarelo
Marcadores moleculares
Estrutura genética
Yellow Ipe
Molecular markers
Genetic structure
Data de Defesa: 7-Ago-2015
Data de publicação: 3-Dez-2015
Referência: VISOTTO, L. M. de S. Comparação de eventos fenológicos e diversidade genética de Handroanthus serratifolius (Vahl) S.O.Grose (Bignoniaceae) em área urbana e rural. 2015. 63 p. Dissertação (Mestrado em Ecologia Aplicada)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2015.
Resumo: Handroanthus serratifolius (Vahl) S. O. Grose (Bignoniaceae), conhecida como Ipê-amarelo, é considerada uma árvore símbolo do Brasil, característica de florestas pluviais densas, secundárias e campinas da América Latina e, no Brasil ocorre, da região amazônica até o sudeste. Essa espécie tem um importante papel econômico fornecendo madeira, substâncias para a indústria farmacêutica e também para projetos de urbanização e paisagismo. A exploração indiscriminada de sua madeira pode levara à perda significativa de alelos, o que pode levar até mesmo a extinção da população. O conhecimento fenológico juntamente com o genético pode auxiliar em programas de conservação da espécie. Objetivou-se, no trabalho, analisar e conhecer a fenologia e as características genéticas da espécie, bem como sua diversidade e estrutura genética espacial, em indivíduos localizados em áreas urbana e rural. Para tanto, foram amostrados 96 indivíduos localizados em duas populações, nos municípios de Lavras/MG e Itumirim/MG, considerados população urbana e rural respectivamente. Os indivíduos foram amostrados aleatoriamente e foram apenas utilizados aqueles que apresentaram evento reprodutivo. Para as análises genéticas, foram utilizados nove primers ISSR, que geraram 96 bandas polimórficas. Os resultados indicam baixa diversidade genética para os indivíduos presentes em área urbana (He = 0,38) e área rural (He = 0,40). A AMOVA mostrou que existe maior diversidade dentro das populações (93,3%). A estrutura genética espacial indicou coancestria, em ambos os locais (P > 0,05), a distâncias abaixo de 600 e 900m, nas áreas urbana e rural, respectivamente. A fenologia apresentou sazonalidade da espécie, em relação às fenofases reprodutiva e vegetativa e eventos ocorreram de maneira sincrônica, sendo a precipitação o fator de maior influência. Na área urbana, a ocorrência das fenofases foram mais intensas, quando comparadas a área rural.
Abstract: Handroanthus serratifolius (Vahl) S. O. Grose (Bignoniaceae), known as yellow Ipe, is considered a symbol of Brazil, characteristic of dense and secondary rain forests, as well as of the plains of Latin America. In Brazil, its occurrence extends from the Amazon region to the southeast region. It plays an important economic role in providing wood, substances for the pharmaceutical industry, and for urbanization and landscaping projects. The indiscriminate exploitation of Ipe wood can lead to the significant loss of alleles, which can cause the extinction of its population. Phenological and genetic knowledge can assist in conservation programs for the species. This study aimed at analyzing and understanding the phenology and genetic traits of this species, such as its diversity and spatial genetic structure concerning individuals located in urban and rural areas. For this purpose, we used 96 individuals, located at two population sites within the municipalities of Lavras, Minas Gerais (MG), Brazil, and Itumirim (MG), considered urban and rural populations, respectively. Samples were randomly taken, using only those presenting reproductive event. For the genetic analyzes, nine ISSR primers generated 96 polymorphic bands. The results indicate low genetic diversity for individuals present in urban areas (He = 0.38) and rural areas (He = 0.40). The AMOVA showed that there is greater diversity within populations (93.3%). The spatial genetic structure indicated co-ancestry on both sites (P > 0.05), at distances of 600 and 900 m, in urban and rural areas, respectively. Phenology presented seasonality in relation to reproductive and vegetative phenophases. The events occurred in a synchronous manner, with precipitation factor being of greate influence. In the urban area, the occurrence of phenophases was more intense when compared to rural areas.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/10637
Publicador: Universidade Federal de Lavras
Idioma: por
Aparece nas coleções: DBI - Ecologia Aplicada - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO_Comparação de eventos fenológicos e diversidade genética de Handroanthus serratifolius (Vahl) S.O.Grose (Bignoniaceae) em área urbana e rural.pdf1,28 MBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback