Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/10639
Título: Método de inferência espacial para o ordenamento territorial de municípios de pequeno porte: o caso de Ijaci, MG
Título(s) alternativo(s): Spatial inference method for territorial ordering of small municipalities: the Iajci’s case, MG
Autor : Moras Filho, Luiz Otávio
Lattes: http://lattes.cnpq.br/8914280157771347
Primeiro orientador: Borges, Luís Antônio Coimbra
Primeiro membro da banca: Rezende, José Luiz Pereira de
Segundo membro da banca: Volpato, Margarete Marin Lordelo
Terceiro membro da banca: Almeida, Cláudia Maria de
Palavras-chave: Zoneamento ambiental
Expansão urbana
Sobre posição ponderada
Multicritério aditivo
Environmental zoning
Urban expansion
Weighted overlay
Additive multicriteria
Data da publicação: 3-Dez-2015
Referência: MORAS FILHO, L. O. Método de inferência espacial para o ordenamento territorial de municípios de pequeno porte: o caso de Ijaci, MG. 2015. 95 p. Dissertação (Mestrado em Engenharia Florestal)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2015.
Resumo: O ordenamento territorial é considerado um instrumento essencial para o desenvolvimento municipal sustentável, pois auxilia a criação de políticas públicas direcionadas à infraestrutura urbana, rural e industrial, conciliadas à preservação do meio ambiente. Diante disso, o presente trabalho avaliou a aptidão e as restrições ao desenvolvimento urbano do município de Ijaci - MG, por meio do método Multicritério Aditivo por sobreposição ponderada, com o auxílio de um SIG. Na avaliação das áreas favoráveis foram utilizados os seguintes critérios, modelados pela lógica fuzzy: declividade, uso e cobertura da terra, distância às áreas adensáveis e às vias principais. Simultaneamente, as restrições foram modeladas por meio da lógica booleana representando as Áreas de Preservação Permanente, Zonas de Proteção Ambiental, Zonas Industriais e áreas não edificáveis ao redor de ferrovias e rodovias. Como resultados, foram gerados mapas descritivos da área com graus de aptidão ao desenvolvimento urbano variando de 0 (inapto) a 9 (apto), mostrando que nesse município 56,55% da área de 105,246km² foi considerada inapta, e 3,49% de baixa aptidão.
Abstract: Territorial planning is considered an essential instrument for sustainable municipal development, becauseit supports the creation of public policies aimed at urban, rural and industrial infrastructure, conciliated to environment preservation. In view of this, the present study evaluated the suitability and restrictions for urban development in the city of Ijaci - MG, through the Additive Multicriteria Method by Weighted Overlay, with the assistance of GIS. In the evaluation of favorable areas were used the following criteria, modeled by fuzzy logic: slope, land use and land cover, distance to the populous areas and to the main roads. Simultaneously, restrictions were modeled by Boolean logic representing the Permanent Preservation Areas, Environmental Protection Zones, Industrial Zones and right-of-wayareas along railroads and highways. As a result, descriptive maps of the area with degrees of suitability for urban development ranging from 0 (unable) to 9 (able) were generated, showing that in this city 56.55% of 105,246 km² surface were considered unsuitable, and 3.49% low suitability.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/10639
Publicador: Universidade Federal de Lavras
Idioma: por
Aparece nas coleções:DCF - Engenharia Florestal - Doutorado (Teses)



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.