Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DZO - Departamento de Zootecnia >
DZO - Programa de Pós-graduação >
DZO - Zootecnia - Doutorado (Teses) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/10658

Título: Desempenho e aproveitamento pós-ruminal do amido em tourinhos Nelore e Angus alimentados com dietas com grãos de milho inteiro e sem volumoso
Título Alternativo: Performance and postruminal starch digestion of Nellore and Angus young bulls fed with whole shelled corn without forage
Autor(es): Carvalho, José Rodolfo Reis de
Lattes: http://lattes.cnpq.br/4047730831893180
Orientador: Ladeira, Márcio Machado
Coorientador: Schoonmaker, Jon
Coorientador: Chizzotti, Mário Luiz
Membro da banca: Schoonmaker, Jon
Membro da banca: Chizzotti, Mário Luiz
Membro da banca: Duarte, Márcio de Souza
Membro da banca: Valadares Filho, Sebastião de Campos
Assunto: Amido
Bos Taurus
Bos Indicus
Confinamento
Desempenho
Starch
Feedlot
Performance
Data de Defesa: 10-Out-2015
Data de publicação: 7-Dez-2015
Agência de Fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Referência: CARVALHO, J. R. R. de. Desempenho e aproveitamento pós-ruminal do amido em tourinhos Nelore e Angus alimentados com dietas com grãos de milho inteiro e sem volumoso. 2015. 125 p. Tese (Doutorado em Zootecnia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2015.
Resumo: O objetivo deste estudo foi avaliar o desempenho e o aproveitamento pós-ruminal do amido em tourinhos Nelore e Angus recebendo dieta com grãos de milho inteiro sem volumoso ou uma dieta contendo silagem de milho mais concentrado. Trinta e seis tourinhos (18 Nelore e 18 Angus) com idade inicial media de 20 meses e peso vivo inicial de 381 ± 11.8 kg foram utilizados neste estudo. O estudo foi realizado em um delineamento inteiramente casualizado em arranjo fatorial 2 x 2 (duas raças e duas dietas). A dieta com silagem de milho continha 30% de volumoso e 70% de concentrado à base de milho e farelo de soja. A dieta com grãos de milho inteiro continha 85% de grãos de milho inteiro e 15% de suplemento à base de farelo de soja e mineral. O abate comparativo de oito animais foi realizado ao início do experimento para a determinação do ganho em carcaça. Os animais foram pesados ao início e ao final do período experimental para obtenção do ganho médio diário (GMD). O ensaio de digestibilidade ocorreu durante o 48º e 50º dia do período experimental, usando coleta total de fezes. O pH ruminal foi mensurado usando um bólus intraruminal ao final do experimento. Após o abate, o peso de carcaça quente (PCQ) foi determinado e mensurações de área de olho de lombo (AOL) e espessura de gordura subcutânea (EGS) foram realizadas. Amostras foram retiradas do pâncreas para analisar a atividade da α-amilase pancreática; duodeno e jejuno para atividade da maltase e do fígado para analisar expressão do gene PCK1. Não foi observado interação entre dieta e raça para as características de desempenho e pH ruminal (P > 0,05). Maior consumo de matéria seca (CMS) (P < 0,01), GMD (P < 0,01) e eficiência alimentar (P < 0,01) foram observados nos animais da raça Angus comparado aos animais Nelore. O fornecimento da dieta com grãos de milho inteiro sem volumoso resultou em menor pH ruminal médio (P = 0,04) e tendeu a reduzir o GMD dos animais (P = 0.08), bem como o CMS (P < 0,01), o que resultou em animais com maior eficiência alimentar (P = 0,01). A dieta com grãos de milho inteiro teve maior digestibilidade para a MS, FDN e amido (P < 0,01). Animais Angus tiveram maior digestibilidade do amido (P = 0,03). No entanto, a atividade da α-amilase foi maior nos animais Nelore (P < 0,01) e não tendo efeito da dieta (P = 0,52). No duodeno, a atividade da maltase foi maior nos animais alimentados com silagem de milho mais concentrado (P = 0,02). A utilização de dietas com grãos de milho inteiro é indicada para a terminação de bovinos de corte em confinamento, uma vez que promove maior eficiência alimentar. Animais Nelore têm baixa capacidade para digerir amido. No entanto, eles não apresentaram menor atividade da α-amilase e maltase comparados aos Angus. A digestibilidade da MS e do amido foi maior quando os animais receberam a dieta com grãos de milho inteiro sem volumoso.
Abstract: The objective of this study was to evaluate the performance and the postruminal starch utilization of Nellore and Angus young bulls fed a diet containing whole shelled corn without forage or a diet containing corn silage more concentrate. Thirty-six young bulls (18 Nellore and 18 Angus) with an average initial age of 20 months and initial live weight of 381 ± 11.8 kg were used for this study. The study was performed in a completely randomized design, with a factorial arrangement of 2 x 2 (two breeds and two diets). The diet with corn silage contained 30% forage and 70% corn and a soybean meal-based concentrate. The diet with the whole shelled corn contained 85% whole shelled corn and 15% soybean meal and a mineral-based premix. The comparative slaughter of eight animals was conducted at the beginning of the experimental period for the determination of carcass gain. The animals were weighed at the beginning and end of the trial period in order to obtain the average daily gain (ADG). The digestibility determination occurred during the days 48 and 50 of the experimental period. The ruminal pH was measured using an intra-ruminal bolus obtained at the end of the experiment. After slaughter, the hot carcass weight (HCW) was determined, and measurements were taken of the ribeye area (REA) and subcutaneous fat thickness (SFT). Samples were taken from the pancreas to analyze α-amilase pancreatic acitivity; duodenum and jejunum for maltase activity and liver to analyze PCK1 gene expression. It was not observed interaction between breed and diet for the performance characteristics and Ruminal pH (P > 0.05). Greater dry matter intake (DMI) (P < 0.01), ADG (P < 0.01) and feed efficiency (P < 0.01) were observed in animals of the Angus breed compared with Nellore cattle. The feeding of the diet containing whole shelled corn resulted in a lower mean ruminal pH value (P = 0.04) and tended to reduce the ADG of the animals (P = 0.08) as well as the DMI (P < 0.01), which resulted in animals with greater feed efficiency (P = 0.01). The whole shelled corn diet had greater DM, NDF and starch digestibility (P < 0.01). Angus animals had greater starch digestibility (P = 0.03). However, the activity of α-amylase was greater in the Nelore animals (P < 0.01), and had no diet effect (P = 0.52). In the duodenum, maltase activity was greater in the animals fed corn silage and concentrate (P = 0.02). Feeding with whole shelled corn diets is indicated for the finishing of beef cattle in feedlots because this diet promotes greater feed efficiency. Nellore animals have low capacity to digest starch. However, they don’t have less α-amylase and maltase activity, compared to Angus. Dry matter and starch digestibility increased when animals fed whole shelled corn diets without forage.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/10658
Publicador: Universidade Federal de Lavras
Idioma: por
Aparece nas coleções: DZO - Zootecnia - Doutorado (Teses)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
TESE_Desempenho e aproveitamento pós-ruminal do amido em tourinhos Nelore e Angus alimentados com dietas com grãos de milho inteiro e sem volumoso.pdf1,56 MBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback