Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DBI - Departamento de Biologia >
DBI - Programa de Pós-graduação >
DBI - Genética e Melhoramento de Plantas - Doutorado (Teses) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/10669

Title: Estratégia para seleção de progênies de milho e validação de grupos heteróticos
???metadata.dc.creator???: Prado, Paulo Eduardo Rodrigues
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Sousa, João Cândido de
???metadata.dc.contributor.referee1???: Gonçalves, Flávia Maria Avelar
???metadata.dc.contributor.referee2???: Abreu, Angêla de Fátima Barbosa
???metadata.dc.contributor.referee3???: Barbieri, Vitor Hugo Barbosa
???metadata.dc.contributor.referee4???: Silva, Diego Velasquez Faleiro e
Keywords: Capacidade geral de combinação
Capacidade específica de combinação
Dialelo
Seleção de linhagens
Dissimilaridade genética
General combination ability
Specific combination ability
Diallel
Inbreed selection
Genetic dissimilarity
???metadata.dc.date.submitted???: 27-Feb-2015
Issue Date: 9-Dec-2015
???metadata.dc.description.sponsorship???: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
Citation: PRADO, P. E. R. Estratégia para seleção de progênies de milho e validação de grupos heteróticos. 2015. 86 p. Tese (Doutorado em Genética e Melhoramento de Plantas)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2015.
???metadata.dc.description.resumo???: Este trabalho foi particionado em dois tópicos, o primeiro trata das estratégias de seleção de progênies de milho e teve como objetivo verificar quais estratégias aplicadas na geração S 0:3 resultaram em híbridos de melhor desempenho na geração seguinte. Treze progênies foram cruzadas em esquema de dialelo completo na geração S 0:3 e S 0:4. Os híbridos e as progênies da geração S0:3 foram avaliados para produtividade de grãos em dois ambientes. Em outros dois ambientes foram avaliados os híbridos da geração S 0:4. Posteriormente, foram realizadas as análises de variâncias para as progênies na geração S 0:3 e para os híbridos na geração S 0:3 e S 0:4. A análise dialélica foi realizada considerando o dialelo completo com as progênies na geração S 0:3 e também considerando todas as possibilidades de dialelos parciais onde um dos grupos é composto apenas por duas progênies. Por fim, foi estimado o diferencial de seleção da geração S 0:4 considerando a seleção das duas melhores progênies na geração S 0:3 pelas estratégias avaliadas: desempenho per se das progênies, desempenho dos híbridos, capacidade geral de combinação (CGC) obtida por meio do dialelo completo e CGC obtida nos dialelos parciais. Dentre as estratégias de seleção avaliadas, a CGC apresentou o melhor desempenho para a obtenção de híbridos de milho. O segundo tópico trata da alocação de progênies de milho em grupos heteróticos e teve como objetivo validar a eficiência de dois híbridos simples, com alta estimativa de capacidade específica de combinação (CEC), em classificar progênies em grupos heteróticos. Treze progênies foram separadas em dois grupos de acordo com seu desempenho em combinações híbridas com dois testadores (híbridos simples). Treze progênies foram cruzadas em esquema de dialelo completo, os híbridos gerados foram avaliados para produção de grãos e os resultados submetidos a análise de variância e dialélica. As progênies foram genotipadas e com os resultados dos marcadores foram estimadas as distâncias genéticas entre as progênies. Visando confirmar os grupos formados por meio dos testadores, outros dois agrupamentos foram realizados. Um utilizando a dissimilaridade genética obtida por meio dos marcadores e o outro utilizando as estimativas de CEC da análise dialélica. Verifou-se que os híbridos simples não foram eficientes na classificação das progênies em grupos heteróticos.
Abstract: This work was divided into two topics. The first regards the selection strategies of corn progenies, and had the objective of verifying which strategies applied to the S 0:3 generation resulted in better performing hybrids in the next generation. We crossed 13 progenies, from generations S0:3 and S 0:4, in a complete diallel scheme. The hybrids and progenies of generation S 0:3 were evaluated for grain productivity in two environments. In another two environments, we evaluated the hybrids of generation S 0:4. Posteriorly, we conducted analysis of variance on the progenies from generation S 0:3 and on hybrids of generations S 0:3 and S 0:4. The diallel analysis was performed considering the complete diallel with the progenies in generation S 0:3, also considering all possibilities of partial diallels, in which one of the groups was comprised of only two progenies. Finally, we estimated the selection differential in generation S0:4, considering the selection of two better performing progenies in generation S0:3, by using the strategies: per se evaluation of the progenies; hybrid performance; general combination ability (GCA), obtained by means of complete diallel; and GCA, obtained from the partial diallels. Among the evaluated strategies, GCA presented the best performance for obtaining corn hybrids. The second topic regards the allocation of corn progenies in heterotic groups, and had the objective of validating the efficiency of two simple cross hybrids, with high estimate of specific combination ability (SCA), in classifying progenies into heterotic groups. We divided 13 progenies into two groups, according to their performance in hybrid combinations, with two testers (simple cross hybrids). The 13 progenies were crossed in a complete diallel scheme. The hybrids generated were evaluated for grain production, and the results submitted to analysis of variance and diallel analysis. The progenies were genotyped and, with the results obtained with the markers, the genetic distances between progenies were estimated. Aiming at confirming the groups formed by means of the testers, another two groupings was performed. One group was formed using the genetic dissimilarity obtained by the markers, and the other, using the SCA estimates obtained by the diallel analysis. We verified that the simple hybrids were not efficient in classifying the progenies into heterotic groups.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/10669
Publisher: Universidade Federal de Lavras
???metadata.dc.language???: por
Appears in Collections:DBI - Genética e Melhoramento de Plantas - Doutorado (Teses)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
TESE_Estratégia para seleção de progênies de milho e validação de grupos heteróticos.pdf854.16 kBAdobe PDFView/Open

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.


View Statistics

 


DSpace Software Copyright © 2002-2010  Duraspace - Feedback