Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DAG - Departamento de Agricultura >
DAG - Programa de Pós-graduação >
DAG - Agronomia/Fitotecnia - Doutorado (Teses) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/10698

Título: Crescimento do maracujazeiro-doce (Passiflora alata Dryand.) em função da calagem, classes de solo e tipos de muda
Autor(es): Fonseca, Elda Bonilha Assis
Orientador: Pasqual, Moacir
Membro da banca: Carvalho, Janice Guedes de
Membro da banca: Corrêa, João Batista Donizeti
Membro da banca: Antunes, Luis Eduardo Corrêa
Membro da banca: Paula, Miralda Bueno de
Assunto: Corretivo
Latossolos
Propagação
Maracujá
Calagem dos solos
Nutrição mineral
Ferralsols
Propagation
Passion fruit
Liming of soils
Data de Defesa: 12-Abr-2002
Data de publicação: 15-Dez-2015
Referência: FONSECA, E. B. A. Crescimento do maracujazeiro-doce (Passiflora alata Dryand.) em função da calagem, classes de solo e tipos de muda. 2002. 99 p. Tese ( Doutorado em Fitotecnia)-Universidade Federal de Lavras, 2002.
Resumo: Visando estudar o efeito da calagem no crescimento e nutrição de maracujazeiro-doce, foram desenvolvidos dois experimentos em casa-devegetação do Departamento de Agricultura da Universidade Federal de Lavras (UFLA). Utilizou-se o delineamento experimental de blocos casualizados com quatro repetições, em esquema fatorial (2x4) + 2. Os tratamentos envolveram duas classes de solo (LATOSSOLO VERMELHO AMARELO DistróficoLVAd e LATOSSOLO VERMELHO Distrófico-LVd) e quatro níveis de saturação por bases (40%, 60%, 80%e 100%), maisdois tratamentos adicionais (LVAdsem calagem e LVd sem calagem).No primeiro experimento, utilizaramse mudas provenientes de sementes e, no segundo, mudas provenientes de estacas. O tamanho da parcela experimental foi de quatro e dois vasos para o primeiro e segundo experimentos, respectivamente. Após 150 dias, avaliaram-se o comprimento de haste, número de folhas, produção de matéria seca da parte aérea e de raízes, relação raiz/parte aérea, teores de macro e micronutrientes na matéria seca da parte aérea, e de P, Ca e Mg na matéria seca das raízes. Para os dois experimentos concluiu-se que: o maior crescimento ocorre no LVd; o maracujazeiro-doce tolera solos com baixos níveis de saturação por bases. Para o experimento conduzido com mudas provenientes de sementes concluiu-se que: o aumento do nível de saturação por bases no LVd reduz o crescimento vegetativo do maracujazeiro-doce, enquanto no LVAd não influencia o crescimento; o aumento do nível de saturação por bases não influencia os teores de N, P e K, aumenta os teores de Ca, Mg e S, reduz os teores de Cu, Mn e Zn na matéria seca da parte aérea do maracujazeiro-doce, nas duas classes de solo; o teor de B na matéria seca do maracujazeiro-doce aumenta e não se altera quando cultivado no LVd e LVAd, respectivamente. Para o experimento conduzido com mudas propagadas por estacas concluiu-se que: o aumento do nível de saturação por bases não influencia o crescimento vegetativoe aumenta os teores de P, Mg e S na matéria seca do maracujazeiro-doce, independente da classe de solo; para o Ca e K, ocorrem aumento e redução, respectivamente, na matéria seca do maracujazeiro-doce cultivado no LVd, e ausência de resposta no LVAd; o aumento do nível de saturação por bases reduz os teores de B, Cu, Mn e Zn na matéria seca da parte aérea do maracujazeiro-doce, nas duas classes de solo.
Abstract: Aiming to study the effect of the liming on the growth and nutrition of sweet passion fruit plants, two experiments were carried out in the greenhouse of the Agriculture Department of the Federal University of Lavras (UFLA). The statistical design used was randomized blocks in a factorial scheme (2x4) + 2, with four replications. The treatments involved two soil classes (Dystrophic Red-Yellow Latosol - LVAd and Dystrophic Red Latosol - LVd), four base saturation leveis (40%, 60%, 80% and 100%) and two more additional treatments, LVAd without liming and LVd without liming. The fírst experiment was carried out with seedlings (originated from seeds) and the second with cuttings. The experimental plot was constituted of four vases in the fírst experiment and two vases in the second. After 150 days, the stem length, number ofleaves, dry matter ofshoots and roots, the roots/shoots ratio, macro and micronutrients contents in the shoots dry matter and P, Ca and Mg in the roots dry matter were evaluated. It was concluded that in both experiments the largest growth happened in the LVd and the sweet passion fruit tolerates soils with low base saturation leveis. In the fírst experiment, with seedlings, the increase ofbase saturation leveis reduced vegetative growth ofplants in the LVd but had no influence in the LVAd. For both soil classes, this increase did not influence the contents ofN, P and K, increased the contents ofCa, Mg and S and reduced the contents of Cu, Mn and Zn in the shoots dry matter. As for the content of B the increase of base saturation leveis caused an increase of B in shoots dry matter in the LVd and did not change these contents in the LVAd. For the second experiment, with cuttings, it was concluded that the increase of base saturation leveis did not influence the vegetative growth and increased the contents ofP, Mg and S in the shoots dry matter, independently ofthe soil class. For Ca it was observed an increase in shoots dry matter ofplants cultivated in the LVd and no response in the LVAd. K contents in shoots dry matter decreased in the LVd and had no response in the LVAd. The increase in base saturation leveis reduced the contents of B, Cu, Mn and Zn in the shoots dry matter ofsweet passion fruit plants in both soil classes.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/10698
Publicador: Universidade Federal de Lavras
Idioma: por
Aparece nas coleções: DAG - Agronomia/Fitotecnia - Doutorado (Teses)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
TESE_Crescimento do maracujazeiro-doce (Passiflora alata Dryand.) em função da calagem, classes de solo e tipos de muda.pdf5,82 MBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback