Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DCA - Departamento de Ciência dos Alimentos >
DCA - Programa de Pós-graduação >
DCA - Ciência dos Alimentos - Doutorado (Teses) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/10802

Título: Análise sensorial química e perfil de voláteisde cafés especiais das quatro regiões cafeeiras do estado de Minas Gerais
Autor(es): Eugênio, Miriam Helena Alves
Orientador: Pereira, Rosemary Gualberto Fonseca Alvarenga
Coorientador: Cirillo, Marcelo Ângelo
Membro da banca: Nunes, Cleiton Antônio
Membro da banca: Carvalho, Elisângela Elena Nunes
Membro da banca: Cirilo, Marcelo Ângelo
Membro da banca: Goulart, Patrícia de Fátima Pereira
Assunto: Café - Qualidade
Compostos voláteis
Volatile compounds
Coffee - Quality
Data de Defesa: 6-Ago-2015
Data de publicação: 21-Jan-2016
Agência de Fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Referência: EUGÊNIO, M. H. A. Análise sensorial química e perfil de voláteisde cafés especiais das quatro regiões cafeeiras do estado de Minas Gerais. 2016. 138 p. Tese (Doutorado em Ciência dos Alimentos)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2015.
Resumo: O aumento expressivo da demanda por cafés especiais, tanto no mercado nacional quanto no internacional, associado ao potencial das diferentes regiões produtoras do estado de Minas Gerais para a produção de cafés diferenciados, justifica estudos que visem compreender a relação entre constituição química e perfil volátil do café torrado e a qualidade sensorial da bebida proveniente dessas regiões. Em vista disso, este trabalho foi realizado com os objetivos de: i) avaliar como a interação entre processamentos e regiões afeta a qualidade dos cafés, bem como relacionar a composição química (acidez titulável, pH, cinzas, sólidos solúveis, açúcares totais, trigonelina cafeína, ácid 5-cafeoilquínico (5- ACQ), ácido tridecanoico, ácido pentadecanoico, ácido palmítico, ácido esteárico, ácido oleico, ácido linoleico, α-linolênico, ácido eicosanoico e ácido heneicosanoico) com sua qualidade sensorial e ii) caracterizar o perfil volátil e sensorial de cafés especiais produzidos nas quatro regiões do estado de Minas Gerais e correlacionar os compostos voláteis com os resultados da análise sensorial. Foram avaliadas amostras de cafés provenientes das regiões Sul de Minas, Matas de Minas, Cerrado Mineiro e Chapadas de Minas e dos pré- processamentos via seca (natural) e via úmida (cereja descascado). Para cada região, foram obtidas duas amostras de diferentes processamentos, totalizando oito amostras. O delineamento utilizado foi o inteiramente casualizado (DIC). Concluiu-se que: i) as amostras de cafés especiais apresentaram diferenças significativasem todas as variáveis analisadas, exceto para os atributos sensoriais das regiões do Sul de Minas, Matas de Minas e Cerrado Mineiro. Os cafés da região das Chapadas de Minas apresentaram as menores notas sensoriais em todos os atributos, inclusive na nota sensorial final. O tipo de processamento influenciou significativamente o teor da maioria das variáveis analisadas. O conteúdo de cinzas permitiu a discriminação dos cafés com maiores e menores notas sensoriais. As variáveis cafeína e doçura influenciaram a discriminação dos cafés das Chapadas de Minas, independente do tipo de processamento, com maior e menor intensidade, respectivamente. As maiores concentrações dos ácidos eicosanoico e heneicosanoico foram relacionadas aos cafés de maiores notas sensoriais e contribuíram para a discriminação deles em relação aos cafés com menores notas sensoriais; ii) as classes de compostos químicos com maior número de identificações prováveis e maiores áreas foram furanos, pirazinas e cetonas. As amostras Sul de Minas pré-processamento natural (SM_NAT); Cerrado Mineiropré-processamento cereja descascado (CER_CD); Cerrado Mineiro pré-processamento natural (CER_NAT); Sul de Minas pré- processamento cereja descascado (SM_CD) e Chapadas de Minas pré- processamento natural (CHA_NAT) foram relacionadas, principalmente, ao 2- furanmethanol acetate. Outros compostos, como 3 pentanone, 2-methyl-; 2,3 dimethylpyrazine; 3-ethyl-2,5-dimethylpyrazine e 5-methylfurfural, também contribuíram para a discriminação desses cafés. A amostra CHA_CD foi relacionada, principalmente, a 2,3 dimethylpyrazine. No entanto, pyridine e acetic acid também foram relacionados a esse café, o que pode ter contribuído para a sua menor nota na análise sensorial. Os cafés da região das Matas de Minas foram discriminados pelo composto 2,6-dimethylpyrazine, que pode ser considerado um indicador de qualidade desses cafés.
Abstract: The significant increase in the demand for specialty coffees, both in the domestic and international market, together with the potential of different producing regions in the state of Minas Gerais for the production of specialty coffees, justifies studies aimed at understanding the relationship between chemical constitution and volatile profile of roasted coffee and the sensory quality of the drink from these regions. As a result, this study was conducted with the following objectives: i) evaluate how the interaction between processing and regions affects coffee quality, as well as relate the chemical composition (titratable acidity, pH, ash, soluble solids, total sugars, trigonelline, caffeine, 5-caffeoylquinic acid (5-CQA), tridecanoic acid, pentadecanoic acid, palmitic acid, stearic acid, oleic acid, linoleic acid, α-linolenic acid, eicosanoic acid and heneicosanoic acid) with their sensory quality and ii) characterize volatile and sensory profiles of specialty coffees produced in the four regions of Minas Gerais and correlate volatile compounds with the results of the sensory analysis. Coffee samples from the regions Southern Minas Gerais, Matas de Minas, Cerrado Mineiro and Chapada das Minas, as well as dry (natural) and wet (parchment) pre-processing procedures, were evaluated. For each region, two samples of different processes were obtained, totaling eight samples. The design was completely randomized (CRD). It was concluded that: i) specialty coffee samples showed significant differences for all analyzed variables, except for the sensory attributes of regions in southern Minas Gerais, Matas de Minas and Cerrado Mineiro. Coffees from the region Chapada das Minas had the lowest sensory scores for all attributes, including final sensory score. The type of processing significantly influenced the majority content of the analyzed variables. The ash content allowed coffee discrimination with higher and lower sensory scores. The variables caffeine and sweetness influenced the discrimination of coffees from Chapadas de Minas, regardless of the type of processing, with higher and lower intensity, respectively. The highest concentrations of eicosanoic and heneicosanoic acids were related to coffees with higher sensory scores and contributed to their discrimination in relation to coffees with lower sensory scores; ii) the classes of chemical compounds with the most likely identifications and larger areas were furans, pyrazines and ketones. The samples natural Sul de Minas (SM_NAT); parchment Cerrado Mineiro (CER_CD); natural Cerrado Mineiro (CER_NAT); parchment Sul de Minas (SM_CD) and natural Chapadas de Minas (CHA_NAT) were mainly related to 2-furanmethanol acetate. Other compounds, such as 3 pentanone, 2- methyl-; 2.3-dimethylpyrazine; 3-ethyl-2,5-dimethylpyrazine and 5- methylfurfural also contributed to the discrimination of these coffees. The sample CHA_CD was mainly related to 2,3-dimethylpyrazine. However, pyridine and acetic acid were also related to this coffee, which may have contributed to its smaller score in the sensory analysis. The coffees in the region Matas de Minas were discriminated by the compound 2,6-dimethylpyrazine, which can be considered an indicator of the quality of these coffees.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/10802
Publicador: Universidade Federal de Lavras
Idioma: por
Aparece nas coleções: DCA - Ciência dos Alimentos - Doutorado (Teses)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
TESE_Análise sensorial química e perfil de voláteisde cafés especiais das quatro regiões cafeeiras do estado de Minas Gerais.pdf1,93 MBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback