Use este identificador para citar ou linkar para este item: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/10805
Título: Desempenho silvicultural e qualidade da madeira de clones de Eucalyptus em sistemas de integração lavoura pecuária floresta
Título(s) alternativo(s): Silvicultural performance and quality eucalyptus clones wood in systems integration crops livestock forest
Autor : Matias, Stella Vilas Boas Gonçalves
Lattes: http://lattes.cnpq.br/5155466461610457
Primeiro orientador: Macedo, Renato Luiz Grisi
Primeiro membro da banca: Venturin, Nelson
Segundo membro da banca: Goulart, Selma Lopes
Terceiro membro da banca: Borém, Rosangela Alves Tristão
Quarto membro da banca: Venturin, Regis
Palavras-chave: Sistema agroflorestal
Consórcios
Silvicultura
Agroforestry System
Silviculture
Data da publicação: 22-Jan-2016
Agência(s) de fomento: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (FAPEMIG)
Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP)
Referência: MATIAS, S. V. B. G. Desempenho silvicultural e qualidade da madeira de clones de Eucalyptus em sistemas de integração lavoura pecuária floresta. 2016. 89 p. Tese (Doutorado em Engenharia Florestal)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2015.
Resumo: O objetivo deste estudo foi avaliar o desempenho silvicultural de três clones de Eucalyptus em diferentes arranjos de espaçamentos de plantio em sistema Integração Lavoura Pecuária Floresta (iLPF), 72 meses após sua implantação. Avaliou-se o desempenho silvicultural de três clones e três espaçamentos, e possíveis defeitos relacionados ao desempenho da floresta e usos finais da madeira. O primeiro capítulo consta uma revisão bibliográfica de conceitos sobre, iLPF, sobre os clones implantados no sistema, e alguns fatores importantes relacionados ao desempenho silvicultural, espaçamento de plantio e os parâmetros utilizados para avaliar a qualidade da madeira. O segundo capítulo, avaliou a influência de diferentes clones de eucalipto e arranjos de plantio e sobre sua produção, aos 72 meses após implantação no sistema iLPF. O delineamento foi o de blocos ao acaso em parcelas subdivididas, com três repetições. Nas parcelas foram plantados os clones: GG100, I144 e VM 58, nas subparcelas foram distribuídos os arranjos de eucalipto em linhas duplas: (3 x 2) + 20m, (2 x 2) + 9m e simples: 9 x 2m. Foram avaliadas as variáveis diâmetro à altura do peito (DAP), altura total da planta (H), a área basal por planta (g) e por hectare (G), o volume por planta e por hectare. Conclui-se que os clones de Eucalyptus no espaçamento (2x2) + 9m apresentaram os menores valores de diâmetro a altura do peito, área seccional e volume por planta e os maiores valores de área basal e volume por hectare. O clone GG100, apresentou os menores valores de área seccional, área basal e volume por planta. O clone VM 58 apresentou a menor altura. E destacou-se o clone I144 que apresentou o maior volume por hectare. No terceiro capitulo, avaliou-se o afilamento das árvores cubadas, as deformações residuais e concomitantes as rachaduras encontradas nas toras. O delineamento para o fator de forma, afilamento e as rachaduras foi o de blocos ao acaso em parcelas subdivididas, com três repetições. Nas parcelas foram distribuídos os arranjos e nas subparcelas os clones. O delineamento estatístico para a Deformação Residual Longitudinal (DRL) foi o de blocos ao acaso em parcelas subdivididas, com três repetições e duas posições na linha e entrelinha de plantio. Conclui-se que os fatores de forma que melhor corrigem o volume do cilindro para volume sólido é de 0,49 para o clone GG100; 0,47 para o clone I144 e 0,39 para o clone VM58. Os valores da DRL foram influenciados somente pelas posições do painel na linha e entrelinha. Com relação às rachaduras, a interação entre os clones e os espaçamentos foi significativa para o comprimento da rachadura de topo, e para a espessura da rachadura de topo, o que indica que as mesmas variam de acordo com o arranjo e o material genético.
Abstract: The aim of this study was to evaluate the silvicultural performance of three Eucalyptus clones in different arrangements of plant spacing on Integration Crop Farming Forest system, 72 months after its implementation. Three clones and three spacing were studied on silvicultural performance and also possible defects related with the performance of the forest and wood end uses. This work was developed with three chapters. The first chapter contains a bibliographic review of concepts of system iLPF, on the clones implanted in the system, and some important factors related to silvicultural performance, planting spacing and the parameters used to assess wood quality. In the second chapter, it was evaluated the influence of different clones of eucalyptus and arrangements and on their production, to 72 months after implantation in iLPF system. The design was a randomized block in a split plot design with three replicates. In the plots, GG100, I144 and VM58 clones were planted; in the subplots, eucalyptus arrangements were distributed in double lines: (3 x 2) + 20m, (2 x 2) + 9m and simple: 9 x 2m. The variables such as diameter at breast height (DBH), total plant height (H) basal area per plant and per hectare, volume per plant and per hectare were assessed. Data analysis showed that the smaller diameter at breast height values, sectional area and volume per plant were found in the spacing (2x2) + 9m. And this same spacing the largest basal area and volume per hectare were found. GG100 clone showed the smallest sectional area, basal area and volume per plant values. But VM58 clone had the lowest height. And the highlight was I144 clone that had the highest volume per hectare. In the third chapter, the tapering of cubed trees was evaluated, as waste and concomitant deformation cracks found in the logs. The design for the form factor, thinning and cracks was the randomized blocks in a split plot design with three replicates. In the plots were distributed eucalyptus arrangements in double lines: (3 x 2) + 20m, (2 x 2) + 9m and simple: 9 x 2m, and in the subplots, GG100, I144 and VM58 clones were planted. For Longitudinal Residual Deformation (DRL) it was used randomized blocks in a split plot design with three replicates and two positions on the line and planting spacing. Data analysis showed that factors that best corrected cylinder volume to solid volume was 0.49 to GG100 clone; 0.47 for I144 clone and 0.39 for VM 58 clone and that the DRL values were affected only by the panel positions and the line spacing. Regarding cracks, interaction between clones and spacing were significant for the length of the top crack, and the thickness of the top crack, which probably indicates that they vary according to the arrangement and the genetic material.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/10805
Publicador: Universidade Federal de Lavras
Idioma: por
Aparece nas coleções:DCF - Engenharia Florestal - Doutorado (Teses)



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.