Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DAG - Departamento de Agricultura >
DAG - Programa de Pós-graduação >
DAG - Agronomia/Fitotecnia - Mestrado (Dissertações) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1081

Title: Seleção indireta para tolerância a seca em milho por meio de características agronômicas e de sementes
???metadata.dc.creator???: Abreu, Viviane Maria de
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Pinho, Édila Vilela de Resende Von
???metadata.dc.contributor.referee1???: Pinho, Renzo Garcia Von
Oliveira, João Almir de
Souza, João Cândido
???metadata.dc.description.concentration???: Produção Vegetal
Keywords: Zea mays
Milho - Estresse hídrico
Milho - População de plantas
Milho - Qualidade de sementes
Milho - Seleção indireta
???metadata.dc.date.submitted???: 10-May-2013
Issue Date: 2013
???metadata.dc.description.sponsorship???: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes)
Citation: ABREU, V. M. de. Seleção indireta para tolerância a seca em milho por meio de características agronômicas e de sementes. 2013. 95 p. Dissertação (Mestrado em Agronomia/Fitotecnia) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2013.
???metadata.dc.description.resumo???: A caracterização precoce de genótipos, por meio de avaliações da qualidade fisiológica de sementes, bem como o estudo dos caracteres associados à tolerância à deficiência hídrica, podem fornecer parâmetros que auxiliarão na seleção de novas cultivares em programas de melhoramento. Assim, o objetivo neste trabalho foi avaliar cinco linhagens de milho quanto à tolerância à seca, por meio da qualidade fisiológica, utilizando-se de testes de germinação, vigor e da expressão de proteínas em sementes e de caracteres indiretos relacionados à tolerância à seca. Foram utilizadas cinco linhagens de milho do programa de melhoramento da empresa Geneseeds Recursos Genéticos Ltda., cultivadas em quatro populações de plantas, 40, 60, 80 e 100 mil plantas ha-1. Nessas condições foram avaliados os seguintes caracteres indiretos relacionados à tolerância à seca: prolificidade, stay green, intervalo entre os florescimentos feminino e masculino. Foi avaliada ainda a qualidade fisiológica das sementes por meio dos testes de germinação, envelhecimento acelerado, teste frio, análises das enzimas alfa amilase, esterase, catalase, superóxido desmutase, álcool desidrogenase, malato desidrogenase e de proteínas resistentes ao calor. Em outro experimento, foi avaliada a qualidade fisiológica das sementes submetidas a diferentes potenciais hídricos (0.0, -0.3, -0.6, -0.9 MPa), por meio dos testes de germinação e vigor, além das análises das enzimas alfa amilase, esterase, catalase, glutamato oxalacetato transaminase, superóxido desmutase, álcool desidrogenase, malato desidrogenase e proteínas resistentes ao calor. As linhagens 63, 64 e 91 foram as que apresentaram maiores valores de produtividade e prolificidade. Os menores valores de intervalo entre o florescimento masculino e feminino foram observados para as linhagens 63, 54 e 91. Não houve a influência das populações de plantas sobre a qualidade fisiológica de sementes de milho, sendo que os maiores valores de germinação e vigor foram observados em sementes das linhagens 64, 44 e 91. Maiores valores de germinação sob condições de restrição hídrica foram observados em sementes da linhagem 63. No entanto, maior vigor de sementes nessas condições foi observado em sementes das linhagens 91 e 44. Em relação à expressão das isoenzimas, para as linhagens 44 e 91 observou-se maior atividade das enzimas superóxido dismutase e catalase, enzimas essas consideradas como enzimas do sistema antioxidantes. Para as avaliações de produção, prolificidade e intervalo entre os florescimentos feminino e masculino, as linhagens 63, 64 e 91 mostram-se as mais promissoras quanto à tolerância à seca. O aumento da população de plantas não interfere na qualidade fisiológica das sementes. Melhor qualidade fisiológica é observada em sementes das linhagens 64, 44 e 91.
Early characterization of genotypes through assessments of the physiological quality of seeds, as well as the study of traits associated with tolerance to drought stress, can provide parameters that will assist in the selection of new cultivars in breeding programs. The objective of this study was to evaluate five maize inbred lines by means of the physiological quality, using the germination, vigor and expression of proteins in seeds and indirect traits related to drought tolerance. We used five maize lines from the corn breeding program of the company Geneseeds Recursos Genéticos Ltda. grown at four plant densities, 40, 60, 80 and 100 thousand plants ha-1. In these conditions, the following characters evaluated indirectly related to drought tolerance: prolificacy, stay green and interval between female and male flowering, as related to drought tolerance. The physiological quality of the seeds was also assessed through the tests of germination, accelerated aging, cold test, analysis of the enzymes alpha amylase, esterase, catalase, superoxide dismutase, alcohol dehydrogenase and malate dehydrogenase and heat resistant proteins. In another experiment, we evaluated the physiological quality of seeds subjected to different water potentials (0.0, -0.3, -0.6, -0.9 MPa) by means of germination and vigor tests, as well as analyses of the enzymes alpha amylase, esterase, catalase, glutamate oxaloacetate transaminase, superoxide dismutase, alcohol dehydrogenase and malate dehydrogenase and heat resistant proteins. Lines 63, 64 and 91 showed the greatest yields and prolificacy. The lower range values between male and female flowering observed for the lines 63, 54 and 91. There was no influence of planting densities on the physiological quality of maize seeds, and the highest germination and seed vigor values were observed in lines 64, 44 and 91. Higher values of germination under conditions of water restriction observed in seed production 63. However, higher vigor of seeds in these conditions observed in seeds of the lines 91 and 44. Regarding isoenzyme expression profiles, for the lines 44 and 91 observed higher activity of SOD and CAT, considered as enzymes of the antioxidant system. Evaluations of production, prolificacy and interval between male and female flowerings, the lines 63, 64 and 91 shown to be the most promising for tolerance to drought. Increasing plant population does not interfere with physiological seed quality. Better physiological quality of seeds observed in lines 64, 44 and 91.
Description: Dissertação apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Agronomia/Fitotecnia, área de concentração em Produção Vegetal, para a obtenção do título de Mestre.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1081
Publisher: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
???metadata.dc.language???: pt_BR
Appears in Collections:DAG - Agronomia/Fitotecnia - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
DISSERTACAO_Seleção indireta para tolerância a seca em milho.pdf1.05 MBAdobe PDFView/Open

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.


View Statistics

 


DSpace Software Copyright © 2002-2010  Duraspace - Feedback