Use este identificador para citar ou linkar para este item: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/10874
Título : Carretagem de leite a granel: um estudo de caso
Título(s) alternativo(s): Cartage of milk in bulk: a case study
Autor: Paixão, Marcel Gomes
Domingo, Elisangela do Carmo
Gajo, Adriano Alvarenga
Abreu, Luiz Ronaldo de
Pinto, Sandra Maria
Palavras-chave: Instrução normativa 51
Coleta de leite
Leite - Qualidade
Normative instruction 51
Milk collection
Milk quality
Publicador: Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais
Data da publicação: Set-2011
Referência: PAIXÃO, M. G. et al. Carretagem de leite a granel: um estudo de caso. Revista do Instituto de Laticínios Cândido Tostes, Juiz de Fora, v. 66, n. 382, p. 42-47, set./out. 2011.
Resumo : A coleta de leite a granel não é mais novidade no Brasil, já que em 2002 o Governo Federal instituiu a Instrução Normativa nº 51 para estabelecer parâmetros para cada região do país. Neste sentido o presente trabalho teve como objetivo averiguar a importância prática da Instrução Normativa nº 51 para a carretagem de leite a granel e para tal foi aplicado um questionário com 54 questões destinadas à 16 motoristas que trabalham com o transporte de leite a granel e percorrem 28 cidades do Sul de Minas Gerais. As perguntas tiveram seus enfoques em todos os quesitos da carretagem do leite a granel, desde as condições das estradas, coleta, desembarque e limpeza dos caminhões na plataforma de recebimento do leite. O questionário foi feito com base na Instrução Normativa nº 51, e outras perguntas práticas do setor, onde pontos chaves são estabelecidos e caso não sejam obedecidos prejudicam o transporte de leite a granel, a qualidade do leite, o beneficiamento e a fabricação de produtos lácteos. De acordo com a pesquisa, os maiores problemas no transporte de leite a granel se referem a estradas mal cuidadas; ausência de água clorada nas fazendas; não enxágüe das mangueiras e utensílios após a coleta de leite por alguns motoristas; não verificação total da limpeza dos caminhões pela empresa; pouco uso do teste "swab" no interior dos tanques dos caminhões; pouca assistência técnica aos produtores e falta de uso de uniformes pela maioria dos motoristas.
Abstract: The collection of bulk milk should not be a novelty in Brazil, since in 2002 the Federal Government instituted the Normative Instruction No. 51 to establish parameters for each region of the country. This study aimed to determine the practical significance of Instruction 51 for the cartage of bulk milk. For this, a questionnaire was done with 54 questions to 16 drivers working with the transportation of bulk milk run through 28 cities in the south of the state of Minas Gerais. The questions had their focus in all aspects of cartage and bulk milk, since road conditions, collecting, cleaning and unloading of trucks on the platform to receive the milk. The questionnaire was based on Instruction 51, and other questions of industry practices, where key points are established and if not obeyed affect the transport of bulk milk, milk quality, processing and manufacturing of dairy products. After the interview, graphs and figures were made with the answers. According to the survey, the biggest problems in the transportation of bulk milk refer to poorly maintained roads, lack of chlorinated water in the farms, not the hose and rinse utensils after collection of milk for some drivers, no verification of cleanup of trucks by the company, little use of the test swab on the inside of the tanks of trucks; little assistance to producers, no use of uniforms by most drivers.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/10874
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DCA - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ARTIGO_Carretagem de leite à granel.pdf816,32 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons