Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DCF - Departamento de Ciências Florestais >
DCF - Programa de Pós-graduação >
DCF - Tecnologias e Inovações Ambientais - Mestrado Profissional (Dissertações) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/10877

Title: Incêndios florestais em unidades de conservação de proteção integral da região metropolitana de Belo Horizonte, MG
???metadata.dc.creator???: Fagundes, Valmir José
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Pereira, José Aldo Alves
???metadata.dc.contributor.referee1???: Borges, Luís Antônio Coimbra
???metadata.dc.contributor.referee2???: Volpato, Margarete Marin Lorelo
Keywords: Incêndios florestais - Prevenção e controle
Forest fires
Fire prevention
???metadata.dc.date.submitted???: 29-Jan-2016
Issue Date: 8-Mar-2016
Citation: FAGUNDES, V. J. Incêndios florestais em unidades de conservação de proteção integral da região metropolitana de Belo Horizonte, MG. 2016. 122 p. Dissertação (Mestrado em Tecnologias e Inovações Ambientais)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2016.
???metadata.dc.description.resumo???: Foram analisadas as ocorrências de incêndios florestais em unidades de conservação (UC) estaduais de proteção integral da Região Metropolitana de Belo Horizonte/MG (RMBH), no período de 2009 a 2013. As áreas de entorno de algumas UC da RMBH são tomadas por aglomerações urbanas que provocam diversas pressões sobre estas. Os incêndios florestais podem causar significativa perturbação à biodiversidade e interferência nos processos ambientais. Foram estudadas as seguintes Unidades de Conservação: Parque Estadual Serra do Rola Moça (PESRM), Estação Ecológica Estadual de Fechos (EEEF), Estação Ecológica Estadual do Cercadinho (EEEC), Parque Estadual Serra Verde (PESV) e Parque Estadual do Sumidouro (PES). Foi criado um banco de dados com as informações gerenciais disponíveis nos relatórios de incêndios florestais (ROI); foi criado um mapa de localização dos incêndios florestais para cada UC; analisaram -se os efeitos das variáveis meteorológicas sobre os incêndios; ouviram -se os gestores de UC e funcionários da Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (SEMAD). No período 2009 a 2013, foram registrados 437 incêndios nas UC estudadas, 225 (51,5%) no PESRM, 3 (0,7) na EEEF, 14 (3,2) na EEEC, 172 (39,4%) no PESV e 23 (5,2%) no PES. Dos 437 ROI avaliados, 73,49% foram considerados ótimos ou bons por apresentarem as informações gerenciais. O período crítico de incêndios iniciou-se em maio e terminou no final de setembro, neste período ocorreram 85,8% das ocorrências, com maior frequência em agosto (27,5%). Foi observado, dentre os fatores meteorológicos, que a umidade relativa do ar apresentou maior importância para influenciar a ocorrência de incêndios florestais. Os meses em que a média de umidade relativa do ar apresentou um valor percentual, abaixo de 59%, foram os meses em que o número de eventos foi maior. Estes meses foram julho, agosto e setembro, trimestre em que ocorreram 65,9% dos incêndios. Os dias da semana de maior frequência de incêndios foram segunda-feira e sábado. No horário de 10h às 18h aconteceram 86,1% dos casos, com pico de 15h às 16h. Os incêndios ocorreram, em sua maioria, em locais com elevada densidade demográfica e foram causados por ações humanas, os locais de baixa densidade ou de difícil acesso apresentaram baixo registro. A prevenção e combate aos incêndios não apresentaram resultados esperados, houve deficiências logística, de pessoal, de planejamento e não havia um programa de educação ambiental estruturado pelo Estado. Os resultados desta pesquisa poderão ser utilizados para subsidiar o planejamento da prevenção aos incêndios e mesmo para ajustes da estrutura organizacional da Força Tarefa de Prevenção.
Abstract: This study analyzed the occurrence of forest fires in the full-protection areas (UCs), which are located in the Metropolitan Region of Belo Horizonte / MG (RMBH). Such analysis comprised the period of time from 2009 to 2013The surrounding areas of some UCs in the MRBH are taken by urban agglomerations, which put a lot of pressure on the UCs. Forest fires can cause significant disturbance to biodiversity and interference in environmental processes. the following protected areas were studied: State Park Serra do Rola Moça (PESRM), State Ecological Station Fechos (EEEF), State Ecological Station Cercadinho (EEEC), State Park Serra Verde (PESV) and State Park Sumidouro (PES). A database was built with the managerial information available in forest fire reports (ROI). It was built a map With the location of forest fires for each UC. We also examined the effects of meteorological variables on the fires. UC managers and employees of the Secretariat of Environment and Sustainable Development (SEMAD) were interviewed. In the period 2009-2013, there were 437 fires in the studied UCs 225 (51.5%) in PESRM, 3 (0.7%) in the EEEC, 14 (3.2%) in the EEEC, 172 (39.4%) in PESV and 23 (5.2%) in the PES. Among the 437 ROIs, 73.49% were considered excellent or good for presenting management information The critical period of fires starts in may and ends in late September, since 85.8% of cases occurred during these months. The peak of fires is in august (27.5%). It was observed the relative humidity is the most important meteorological factor that influences the occurrence of forest fires the months, which presented an average relative humidity below 59% (July, August and September), also presented the highest number of these events in this quarter, the number of forest fires added up to 65.9% considering the period of 2009 to 2013. The weekdays With highest frequency of fires are Mondays and Saturdays between 10 a.m. and 6 p.m. and the peak happens from 3 p.m. to 4 p.m. The fires occur mostly in areas with high population density and are caused by human actions. Regions with lower population density and places that are hard to reach have fewer records preventing and fighting fires does not provide the expected results, since there are deficiencies in logistics, personnel, planning and there is not an environmental education program structured by the state. The results of this research could be used to support the planning of preventing fires and also to improve the organizational structure of the Task Force Prevention.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/10877
???metadata.dc.language???: por
Appears in Collections:DCF - Tecnologias e Inovações Ambientais - Mestrado Profissional (Dissertações)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
DISSERTAÇÃO_Incêndios florestais em unidades de conservação de proteção integral da região metropolitana de Belo Horizonte, MG.pdf2.67 MBAdobe PDFView/Open

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.


View Statistics

 


DSpace Software Copyright © 2002-2010  Duraspace - Feedback