Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DZO - Departamento de Zootecnia >
DZO - Programa de Pós-graduação >
DZO - Zootecnia - Doutorado (Teses) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/10958

Título: Lipídeos na dieta de cordeiros de diferentes cruzamentos para produção de carne
Título Alternativo: Lipid in different crosses of lambs diet for meat production
Autor(es): Leopoldino Júnior, Izac
Lattes: http://lattes.cnpq.br/6922341647344054
Orientador: Garcia, Iraides Ferreira Furusho
Membro da banca: Pereira, Idalmo Garcia
Membro da banca: Pérez, Juan Ramón Olalquiaga
Membro da banca: Gionbelli, Mateus Pies
Membro da banca: Gallo, Sarita Bonagurio
Assunto: Ácido graxo
Alimentação
Genótipo
Gordura protegida
Ovinocultura
Fatty acid
Feeding
Genotype
Protected fat
Sheep
Data de Defesa: 29-Abr-2015
Data de publicação: 22-Mar-2016
Agência de Fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Referência: LEOPOLDINO JÚNIOR, I. Lipídeos na dieta de cordeiros de diferentes cruzamentos para produção de carne. 2016. 98 p. Tese (Doutorado em Zootecnia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2015.
Resumo: Objetivou-se avaliar o uso de gordura protegida na dieta de terminação de cordeiros de cinco grupos genéticos e seus efeitos sobre: o desempenho, composição química da carne e o perfil de ácidos graxos na fração lipídica do músculo. Foram avaliadas duas dietas, que foram distribuídas aleatoriamente para os cordeiros, uma foi o controle e a outra com 5,4% de GP em substituição ao fubá de milho, ambas com 85,1% de concentrado e 14,9% de volumoso. Foram confinados 75 cordeiros com peso inicial de 25,8 ± 3,50 kg até atingirem o peso de abate de 44,0 ± 2,76 kg. Dos cinco grupos genéticos, um foi Santa Inês puro e os outros quatro foram oriundos do cruzamento de ovelhas Santa Inês com carneiros Black Dorper; White Dorper; Texel; e Lacaune. O delineamento foi inteiramente casualizado, em esquema fatorial 5 x 2 (cinco grupos genéticos e duas dietas). No modelo estatístico, foi avaliado o efeito da interação entre os dois fatores. Os cordeiros cruzados Texel x Santa Inês ganharam 307 gramas de peso/dia, sendo o ganho superior entre todos os grupos genéticos, enquanto os cordeiros cruzados White Dorper x Santa Inês ganharam 256 gramas de peso/dia, sendo o ganho inferior entre todos os grupos genéticos (P=0,01). A inclusão de gordura protegida na dieta elevou o consumo de matéria seca (P=0,06), de extrato etéreo (P<0,01) e de proteína bruta (P<0,01). Os pesos e rendimentos de carcaça, assim como os cortes da carcaça não foram afetados (P>0,05) pelos fatores avaliados. A gordura interna (mesentérica e omental) foi maior (P<0,01) nos cordeiros que receberam gordura protegida. A composição química da carne não foi alterada (P>0,05) pelos fatores avaliados. A proporção de ácidos graxos saturados na fração lipídica da carne dos cordeiros de todos os grupos genéticos foram maiores quando a gordura protegida foi incluída na dieta. A inclusão de gordura protegida na dieta reduziu os teores do ácido linoleico conjugado (CLA) C18:2c9t11 na carne dos cordeiros cruzados Texel x Santa Inês, Lacaune x Santa Inês e Santa Inês puro. Porém, esse efeito não foi observado nos cordeiros cruzados Black Dorper x Santa Inês e White Dorper x Santa Inês (P=0,07). Enquanto os teores do CLA C18:2t10c12 foram maiores quando a gordura protegida foi incluída na dieta, apenas nos cordeiros cruzados Black Dorper x Santa Inês e White Dorper x Santa Inês (p=0,04). Considerando que as carnes, com menores proporções de ácidos graxos saturados e maiores do CLA C18:2c9t11 são as desejáveis pelos consumidores, a substituição de 5,4% de fubá de milho por 5,4% de gordura protegida, em dieta de terminação com alta proporção de concentrado não é vantajosa, pelo menos nos cordeiros cruzados Texel x Santa Inês, Lacaune x Santa Inês e Santa Inês puro.
Abstract: The aim was to evaluate the use of protected fat (PF) in the finishing diet of lambs from five genetic groups and its effect on: performance, chemical composition of meat and fatty acid profile of the muscle lipids. Two diets were evaluated, which were distributed randomly for the lambs, one was the control and the other with 5.4% PF replacing corn meal, both with 85.1% concentrate and 14.9% forage. In this study, 75 lambs with initial weight of 25.8 ± 3.50 kg were confined until they reached slaughter weight of 44.0 ± 2.76 kg. Of the five genetic groups, one was Santa Inês pure and the other four were from the crossing of Santa Ines sheeps with Black Dorper; White Dorper; Texel; and Lacaune rams. It was used a completely randomized design in a factorial 5 x 2 (five genetic groups and two diets). With the statistical model, it was evaluated the effects of the interaction between the two factors. The crossbred Texel x Santa Inês lambs gained 307 grams / day, being the top gain among all genetic groups, while crossbred White Dorper x Santa Inês lambs gained 256 grams / day, with the lower gain among all genetic groups (P = 0.01). The inclusion of protected fat in the diet increased the dry matter (P = 0.06), ether extract (P <0.01) and crude protein (P <0.01) intake. Weights and carcass yield, as well as the carcass cuts were not affected (P> 0.05) by the evaluated factors. The internal fat (mesenteric and omental) was higher (P <0.01) in lambs receiving protected fat. The chemical composition of meat was not affected (P> 0.05) by the evaluated factors. The proportion of saturated fatty acids in the lipid fraction of meat from lambs of all genetic groups was higher when the protected fat was included in the diet. The inclusion of protected fat in the diet reduced the levels of conjugated linoleic acid (CLA) C18: 2c9t11 in meat from crossbred Texel x Santa Inês, Lacaune x Santa Inês and Santa Inês pure lambs. However, this effect was not observed in the crossbred Black Dorper x Santa Inês and White Dorper x Santa Inês lambs (P = 0.07). While the levels of CLA C18: 2t10c12 were higher only in crossbred Black Dorper x Santa Inês and White Dorper x Santa Inês lambs (p = 0.04) when the protected fat was included in the diet. Since meat with minor proportions of saturated fatty acids and higher proportions of CLA C18: 2c9t11 is desirable by consumers, replacing 5.4% corn flour by 5.4% protected fat in finishing diet with high concentrate is not advantageous for crossbred Texel x Santa Inês, Lacaune x Santa Inês and Santa Inês pure lambs.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/10958
Publicador: Universidade Federal de Lavras
Idioma: por
Aparece nas coleções: DZO - Zootecnia - Doutorado (Teses)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
TESE_Lipídeos na dieta de cordeiros de diferentes cruzamentos para produção de carne.pdf736,01 kBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback