Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DBI - Departamento de Biologia >
DBI - Programa de Pós-graduação >
DBI - Genética e Melhoramento de Plantas - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/10960

Título: Coloração e conservação pós-colheita de frutos em híbridos de tomate em função dos alelos norA, ogc e rin
Título Alternativo: Fruit color and post-harvest shelf life in tomato hybrids influenced by alleles norA, ogc and rin
Autor(es): Poma, Betsabé Antezana
Lattes: http://lattes.cnpq.br/5734482043132880
Orientador: Maluf, Wilson Roberto
Membro da banca: Botelho, Flávia Barbosa Silva
Membro da banca: Azevedo, Sebastião Márcio de
Assunto: Solanum lycopersicum
Alcobaça
Non-ripening
Ripening inhibitor
Old gold crimson
Melhoramento genético
Breeding
Data de Defesa: 29-Fev-2016
Data de publicação: 23-Mar-2016
Agência de Fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Referência: POMA, B. A. Coloração e conservação pós-colheita de frutos em híbridos de tomate em função dos alelos norA, ogc e rin. 2016. 52 p. Dissertação (Mestrado em Genética e Melhoramento de Plantas)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2016.
Resumo: Vários genes podem afetar marcadamente a cor do fruto no tomate. Embora os principais genes tenham efeitos individuais, muitas vezes sua interação é que produz o fenótipo da cor do fruto. A cor do fruto é uma combinação de pigmentação em tipos de tecidos distintos; epiderme, pericarpo, placenta e uma camada columela, e do pericarpo do fruto. Foram avaliadas características de produção e de qualidade dos frutos de tomate, para identificar e comparar os efeitos promovidos pelos alelos mutantes, alcobaça (norA), ripening inhibitor (rin) e old gold crimson (ogc), em heterozigose e/ou homozigose, na expressão da coloração e conservação de qualidade pós-colheita dos frutos, em genótipos de tomate. Foram avaliados 12 híbridos experimentais obtidos a partir de cruzamentos envolveram 3 linhagens que diferem entre si nos locos non-ripening, ripening inhibitor e old gold crimson (TOM-591 – ogc/ogc nor A /norA; TOM-761 – ogc/ogc rin/rin e TOM-762 – ogc/ogc rin/rin), uma linhagem portadora do alelo rin (TOM-667 – rin/rin) e 6 linhagens normais. Utilizou-se o delineamento em blocos casualizados, com 14 tratamentos (12 híbridos experimentais e duas testemunhas – o híbrido Giselle – normal e Colono – rin+/rin) e 4 repetições. A coloração interna e externa foi determinada por meio do colorímetro Minolta CR-400 no modo CIE L*, a* e b*. As leituras foram realizadas em quatro pontos distintos (epiderme, pericarpo, placenta e columela). Foram calculados o ângulo de cromaticidade e saturação. Foram avaliadas a conservação pós-colheita (firmeza no estádio breaker, expresso em N.m-2) e o teor de sólidos solúveis. As características de produção avaliadas foram: produção total, produção precoce, massa média do fruto, formato de fruto, e número de lóculos. As características de produtividade não foram influenciadas pelas constituições genotípicas nos locos rin, norA e ogc, no entanto, houve efeito do background genotípico, principalmente na massa média dos frutos. Genótipos rin+/rin e nor+/norA contribuem condicionando maior firmeza dos frutos de tomate no ponto de colheita (estádio breaker). Os genótipos rin+/rin apresentaram as piores colorações internas de frutos. Houve efeito positivo de ogc+/ogc na melhoria da coloração interna dos frutos rin+/rin e nor +/norA, tornando a coloração semelhante a de genótipos normais. A tripla combinação ogc/ogc rin+/rin nor+/norA foi considerada a mais promissora para manter ou melhorar a coloração interna (placenta) dos frutos, bem como melhorar a conservação pós-colheita dos frutos do tomate.
Abstract: Multiple genes may affect fruit color in tomatoes. Although major genes have individual effects, it is often the interaction between these major genes that produces the fruit color phenotype. Fruit color is a combination of pigments present in of three different types of tissues; epidermis, pericarp, placenta, and columella. We evaluated yield and quality of tomato hibrids and compared the effects of the mutant alleles alcobaça (norA), ripening inhibitor (rin) and old gold crimson (ogc), in heterozygous and / or homozygous conditions, in the expression of color and conservation of postharvest quality of fruit in tomato genotypes. Twelve experimental hybrids obtained by crosses which included three lines bearing the alleles alcobaça, ripening inhibitor and old gold crimson (TOM-591 – norA/norA ogc/ogc; TOM-761 – ogc/ogc rin/rin), a line carrying the rin allele (TOM-667 – rin/rin) and six normal strains. A randomized complete block design was deployed, with 14 treatments (12 experimental hybrids and 2 controls - the hybrid Giselle - normal and Colono - rin+/rin) and 4 replications. Both external and internal fruit color were assessed with a Minolta CR-400 colorimeter in the CIE L*, a* and b* mode. Hue and chroma readings were taken of four different points of the fruit (epidermis, pericarp, placenta, and columella). The fruit quality-related traits included shelf life (firmness in the breaker stage) and the content of soluble solids was evaluated. Yield related traits: total yield, early yield, average fruit mass, fruit shape and locule numbers. There also evaluated yield traits were not influenced by genotypic constitutions in loci rin, norA and ogc; there were however, genotypic background, mainly in the average fruit mass. Genotypes rin+/rin and nor+/norA contributed by conditioning greater firmness of tomato fruit at harvest point (breaker stage). The genotypes rin+/rin presented the worst internal fruit colors. There was a positive effect of ogc+/ogc in improving internal color rin+/rin and nor+/norA fruit making, it similar to that of normal genotypes. The triple combination ogc/ogc rin+/rin nor+/norA was considered the most promising to maintain or improve internal color (placenta) of the fruit, at the same time improving the postharvest conservation of tomato fruit.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/10960
Publicador: Universidade Federal de Lavras
Idioma: por
Aparece nas coleções: DBI - Genética e Melhoramento de Plantas - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO_Coloração e conservação pós-colheita de frutos em híbridos de tomate em função dos alelos norA, ogc e rin.pdf598,01 kBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback