Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1097
Título: Caracterização molecular de Streptococcus agalactiae isolados de mastite em bovinos no Brasil
Autor : Castro, Glei dos Anjos de Carvalho
Primeiro orientador: Costa, Geraldo Márcio da
Primeiro membro da banca: Cardoso, Patrícia Gomes
Mian, Gláucia Frasnelli
Pereira, Stela Márcia
Guimarães, Alessandro de Sá
Área de concentração: Ciências Veterinárias
Palavras-chave: PCR específica
MLST
Tipagem molecular da cápsula
Multiplex PCR
Specific PCR
Molecular capsular typing
Data da publicação: 19-Set-2013
Agência(s) de fomento: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig)
Referência: CASTRO, G. dos A. de C. Caracterização molecular de Streptococcus agalactiae isolados de mastite em bovinos no Brasil. 2013. 61 p. Tese (Doutorado em Ciências Veterinárias) – Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2013.
Resumo: ABSTRACT S. agalactiae is a major cause of mastitis in dairy herds, and consequently economic losses to farmers. The aim of the present study was molecular characterization of isolates from bovine mastitis by capsular typing and sequence type by PCR, multiplex PCR and MLST. Sixty-eight isolates from bovine mastitis in 37 dairy farms located in six Brazilian states (MG, SP, SC, PR, PE and AL) were selected. Five capsular type were found (Ia, Ib, II, III and IV) and some isolates were classified as nontypable (NT). Nine sequence types were found (ST-61, ST-67, ST-103, ST-146, ST-226, ST-314, ST-354 and ST-570) and clustered in five clonal complexes (CC61, CC67, CC103, CC17, CC314). This work showed a relationship of the capsular type and geographical region. With the results obtained it can be concluded that S. agalactiae isolated from bovine herds Brazilian consists of a diverse population. Additionally, five distinct populations can cause mastitis, however is suggestive that only two (CC61 and CC67) are able to evolve for clinical disease. Finally, our results enabled the establishment of the molecular epidemiology to S. agalactiae isolated from cows of Brazilian herds which is essential to implementation of prevention and control programs for eradication of the pathogen.
RESUMO O S. agalactiae é um dos principais causadores de mastite em bovinos e de consequentes perdas econômicas aos produtores. O presente estudo teve por objetivo caracterizar isolados de mastite bovina pela tipagem capsular e tipo de sequencia utilizando as técnicas de PCR, multiplex PCR e MLST. Sessenta e sete isolados de mastite bovina de 44 fazendas de gado leiteiro localizadas em seis, dos principais produtores, estados brasileiros (MG, SP, SC, PR, PE e AL) foram selecionadas. Cinco tipo capsulares foram encontrados (Ia, Ib, II, III e IV) e alguns isolados foram classificados como não sorotipificáveis (NST). Nove sequence types foram encontrados (ST-61, ST-67, ST-103, ST-146, ST-226, ST-314, ST-354 e ST-570) e agrupados dentro de seis complexos clonais (CC61, CC67, CC103, CC17, CC314, CC64). Com os resultados obtidos pode se concluir que os S. agalactiae isolados de bovino de rebanhos brasileiros constituem uma população diversa. Adicionalmente, cinco populações distintas podem causar mastite, entretanto os resultados são sugestivos que somente CC61 e CC67 são capazes de evoluir para a doença clínica. Foi possível o estabelecimento da epidemiologia molecular dos isolados de S. agalactiae de bovinos no Brasil, o que é essencial para implementação de programas de controle e prevenção para erradicação dos patógenos.
metadata.teses.dc.description: Tese apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias, área de concentração em Ciências Veterinárias, para a obtenção do título de Doutor.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1097
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DMV - Ciências Veterinárias - Doutorado (Teses)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TESE_Caracterização molecular de Streptococcus agalactiae isolados de mastite em bovinos no Brasil.pdf806,22 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.