Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DAE - Departamento de Administração e Economia >
DAE - Programa de Pós-graduação >
DAE - Administração - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/10972

Título: Terceira onda do café: base conceitual e aplicações
Título Alternativo: Third wave coffee: conceptual basis and applications
Autor(es): Guimarães, Elisa Reis
Lattes: http://lattes.cnpq.br/2733100442909307
Orientador: Castro Júnior, Luiz Gonzaga de
Membro da banca: Rezende, Daniel Carvalho de
Membro da banca: Pereira, Sérgio Parreiras
Assunto: Diferenciação de produto
Cafés especiais
Redes agroalimentares alternativas
Product differentiation
Specialty coffee
Alternative agri-food networks
Data de Defesa: 25-Fev-2016
Data de publicação: 30-Mar-2016
Agência de Fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Referência: GUIMARÃES, E. R. Terceira onda do café: base conceitual e aplicações. 2016. 135 p. Dissertação (Mestrado em Administração)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2016.
Resumo: Considera-se que existem três movimentos, também denominados “ondas”, influenciando o mercado e o consumo mundiais de café. Cada um apresenta um conjunto diversificado de prioridades e filosofias, fazendo com que tais movimentos coexistam e, por vezes, sobreponham-se ou “transbordem”, influenciando o movimento seguinte. Neste sentido, este trabalho foi construído em duas etapas. Na primeira, objetivou-se definir ampla e cientificamente o conceito de Terceira Onda do Café, ainda com definição difusa e sentidos variados para os diversos elos da cadeia, de forma a estabelecer uma base conceitual que facilite a discussão e construção de novos conhecimentos científicos acerca do tema. Utilizou-se ampla pesquisa bibliográfica em materiais acadêmicos e não acadêmicos, aliada a uma análise de conteúdo qualitativa e categorial. Na segunda etapa, objetivou-se responder à questão: como a Terceira Onda é adotada no Brasil e em Minas Gerais e quais são as principais oportunidades e desafios à expansão deste movimento em nível nacional e estadual? Desta forma, realizaram-se entrevistas estruturadas com sete especialistas da cadeia do café, bem como entrevistas semiestruturadas em profundidade com proprietários de três cafeterias mineiras baseadas no conceito de Terceira Onda. Na primeira etapa, a Primeira, Segunda e Terceira ondas foram subdivididas, respectivamente, em três, quatro e seis categorias, representativas de seus temas mais abordados, bem como se estabeleceu vinte pontos de diferença entre as três ondas. Tais resultados permitiram compreender a Terceira Onda como um movimento no mercado de cafés especiais, marcado por significativa mudança de percepção do produto, que passou a ser considerado tão ou mais complexo que o vinho, sazonal, exclusivo e singular, e pautado pela busca e trabalho conjunto por uma qualidade excepcional em todas as etapas da cadeia produtiva, desde a produção dos grãos até o consumo final da bebida. Para tanto, são adotadas diversas práticas, amplamente discutidas neste trabalho. Na segunda etapa, concluiu-se que, apesar de tardia, a adoção da Terceira Onda no Brasil e em Minas Gerais é similar ao restante do mundo, com apenas algumas diferenças culturais, tendo grande potencial de expansão, mas também alguns desafios, ligados, principalmente, à já estabelecida cultura de consumo de café commodity. Quanto ao estudo da adoção pelas cafeterias mineiras, observou-se grande adesão aos princípios deste movimento, mas com adoção de duas posturas distintas, de purismo e transição.
Abstract: It is considered that there are three movements, also called "waves", influencing the global coffee market and consumption. Each one features a diversified set of priorities and philosophies, causing such movements to coexist and sometimes overlap or "overflow", influencing the next “wave”. Thus, this paper was built in two stages. At first, the aim was to define, in a comprehensively and scientifically way, the concept of coffee’s Third Wave, which still has a vague definition and varied meanings for the several links in this chain, in order to establish a conceptual framework to facilitate the discussion and construction of new scientific knowledge regarding this theme. It was used extensive bibliographic research in academic and non-academic materials, combined with a categorical and qualitative content analysis. In the second stage, the aim was to answer the question: how is the Third Wave adopted in Brazil and in Minas Gerais and what are the main opportunities and challenges to the expansion of this movement at national and state level? Therefore, were conducted structured interviews with seven coffee experts, as well as semi-structured interviews with owners of three Minas Gerais’ coffee shops based on the concept of coffee’s Third Wave. In the first stage, the First, Second and Third waves were divided, respectively, in three, four and six categories, representing their most discussed topics, as well as were established twenty points of difference between the three waves. These results allowed us to understand the Third Wave as a movement in the specialty coffee market, characterized by significant change in the perception of the product, which is now considered equally or more complex than wine, seasonal, unique, singular, and ruled by the search and joint effort for exceptional quality in all stages of the supply chain, from the production of the beans to final consumption of the drink. To that end, several practices, widely discussed in this paper, are adopted. In the second stage, it was concluded that, although delayed, the adoption of the Third Wave in Brazil and in Minas Gerais is similar to the rest of the world, with only a few cultural differences, with great potential for expansion, but also some challenges, especially linked to the already established culture of commodity coffee consumption. Regarding the study of adoption by Minas Gerais state coffee shops, there was great adherence to the principles of this movement, but with the adoption of two different postures/attitudes, of purism and transition.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/10972
Publicador: Universidade Federal de Lavras
Idioma: por
Aparece nas coleções: DAE - Administração - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTACAO_Terceira onda do café: base conceitual e aplicações.pdf1,18 MBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback