Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DCF - Departamento de Ciências Florestais >
DCF - Programa de Pós-graduação >
DCF - Engenharia Florestal - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/11025

Título: Desempenho silvicultural de espécies florestais introduzidas para sistema silvipastoril em Lavras, MG
Título Alternativo: Silvicultural performance of introduced forest species to silvopastoral system in Lavras, MG
Autor(es): Nieri, Erick Martins
Lattes: http://lattes.cnpq.br/4787553234456520
Orientador: Macedo, Renato Luiz Grisi
Membro da banca: Macedo, Renato Luiz Grisi
Membro da banca: Venturin, Regis Pereira
Membro da banca: Venturin, Nelson
Assunto: Potencial de adaptação
Espaçamentos
Sistemas agroflorestais
Introdução de espécies florestais
Adaptation potential
Spacings
Agroforestry
Forest species establishment
Data de Defesa: 23-Fev-2016
Data de publicação: 12-Abr-2016
Agência de Fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Referência: Nieri, E. M. Desempenho silvicultural de espécies florestais introduzidas para sistema silvipastoril em Lavras, MG. 2016. 162 p. Dissertação (Mestrado em Engenharia Florestal)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2016.
Resumo: O aumento na demanda de produtos madeireiros e alimentícios estabelece a necessidade de tornar áreas improdutivas em produtivas, sendo a implantação de sistemas silvipastoris uma alternativa para a recuperação de pastagens degradadas. O objetivo desta pesquisa foi avaliar o desempenho silvicultural de sete espécies florestais introduzidas em diferentes arranjos de sistemas silvipastoris implantadas em pastagem degradada em Lavras, MG. O experimento foi instalado em janeiro de 2012 na fazenda experimental da Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais, unidade Lavras/MG, a qual se localiza em área de transição entre o domínio do Cerrado e Mata Atlântica. As espécies plantadas foram Toona ciliata M. Roemer propagada seminalmente e vegetativamente (cedro australiano), Calophyllum brasiliense Cambess (guanandi), Khaya senegalensis A. Juss (mogno africano), Tectona grandis L. F (teca), Acacia mangium Willd (acácia), Dipteryx alata Vogel (baru) e híbrido de Eucalyptus urophylla x Eucalyptus grandis (eucalipto 1528). Para avaliar o potencial de estabelecimento do cedro australiano, mogno africano, teca e guanandi foi utilizado o delineamento em blocos casualizados em parcelas subdivididas no tempo, com 4 repetições. As parcelas contemplavam 1 arranjo estrutural de (3(3x2) + 7x2)m. As subparcelas foram constituídas de cinco épocas de avaliação de crescimento das espécies (12, 18, 31, 36 e 43 meses após o plantio). A acácia, baru e eucalipto 1528 foram avaliadas em faixas, com as espécies na parcela e espaçamento na subparcela, instalado em delineamento experimental de blocos casualizados com 4 repetições e avaliados em tempos diferentes, onde o fator tempo corresponde ao efeito da subsubparcela. As subparcelas constaram de espaçamentos 3x2m e 7x2m. As subsubparcelas contêm cinco épocas de avaliações do desempenho (12, 18, 31, 36 e 43 meses). Conclui-se que o cedro australiano clonal apresentou melhor desempenho sob o arranjo estudado em sistema silvipastoril para a recuperação de pastagem degradada e dentre as espécies estudadas o guanandi apresentou o menor desempenho silvicultural e sintomas de má adaptação ao local. Quanto a acácia, eucalipto 1528 e baru conclui-se que as espécies apresentaram adaptação às condições edafoclimáticas da região. Mas o eucalipto 1528 foi a espécie que obteve maior taxa de incremento, ao longo do tempo. Dentre os espaçamentos testados, o espaçamento 7x2m promoveu melhor desempenho para região. O crescimento em diâmetro à altura do peito foi maior em espaçamento 7x2m para todas as espécies, constatando assim, que maior área útil promove maior crescimento secundário.
Abstract: The increase in the demand for wood and food products establishes the need to turn unproductive areas into productive lands. Therefore, the establishment of silvopastoral systems emerges as an alternative for the recovery of degraded pastures. The objective of this research was to evaluate the silvicultural performance of seven introduced forest species in different arrangements of silvopastoral systems implanted in a degraded pasture in Lavras, MG. The experiment was established in January 2012 in the experimental farm of the Agricultural Research Corporation of Minas Gerais (EPAMIG), unit Lavras/ MG, which is located in the transition area between Cerrado and Atlantic Forest. The planted species were Toona ciliata M. Roemer (Australian Red Cedar), sexually and vegetatively propagated, Calophyllum brasiliense Cambess (guanandi), Khaya senegalensis A. Juss (African mahogany), Tectona grandis L. F (teak), Acacia mangium Willd (black wattle), Dipteryx alata Vogel (baru) and hybrid of Eucalyptus urophylla x Eucalyptus grandis (Eucalyptus 1528). In order to evaluate the establishment potential of Australian Red Cedar, African mahogany, teak and guanandi, a randomized block design in a split plot by time with four repetitions was used. The plots consisted of one structural arrangement of (3(3x2) + 7x2) m. The subplots were composed of five growth assessment times of the species (12, 18, 31, 36 and 43 months after planting). The black wattle, baru and eucalyptus 1528 were evaluated in strips, with species such as plots and spacing as sub-plots. The experiment was established in a randomized block design with four repetitions and evaluated at different times, where the time factor corresponds to the effect of sub-plot. The subplots consisted of 3x2m e 7x2m spacings. The subplots contained five periods of performance assessment (12, 18, 31, 36 and 43 months). It was concluded that the cloned Australian Red Cedar performed better under the arrangement studied within the silvopastoral system for the recovery of degraded pasture, and among the studied species, guanandi showed both the lowest silvicultural performance and symptoms of poor adaptation to the site. Regarding acacia, eucalyptus 1528 and baru, these species had adapted to soil and climatic conditions of the region. However, the eucalyptus 1528 was the species that obtained the highest growth rate over time. Among the tested spacings, the 7x2m spacing promoted better performance for the region. The growth in diameter at breast height was higher in 7x2m spacing for all species, evidencing that higher useful area promotes greater secondary growth.
Informações adicionais: Arquivo retido a pedido do(a) autor(a) até abril de 2017.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/11025
Publicador: Universidade Federal de Lavras
Idioma: por
Aparece nas coleções: DCF - Engenharia Florestal - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Não há arquivos associados para este Item.

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback