Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DAG - Departamento de Agricultura >
DAG - Programa de Pós-graduação >
DAG - Agronomia/Fitotecnia - Doutorado (Teses) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/11093

Título: Adaptabilidade, estabilidade, fixação e raleio de frutos de pessegueiros em condições tropicais
Autor(es): Souza, Filipe Bittencourt Machado de
Orientador: Pio, Rafael
Coorientador: Reighard, Gregory L.
Membro da banca: Alvarenga, Ângelo Albérico
Membro da banca: Carvalho, Luís Gonsaga de
Membro da banca: Norberto, Paulo Márcio
Membro da banca: Soares, Joyce Dória Rodrigues
Assunto: Prunus persica
Ramos
Requerimento em frio
Ácido bórico
Prunus persica
Branches
Requirement in cold
Boric acid
Data de Defesa: 26-Fev-2016
Data de publicação: 28-Abr-2016
Agência de Fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Referência: SOUZA, F. B. M. de. Adaptabilidade, estabilidade, fixação e raleio de frutos de pessegueiros em condições tropicais. 2016. 135 p. Tese (Doutorado em Agronomia/Fitotecnia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2016.
Resumo: O pessegueiro (Prunus persica) possui sua origem na China e é considerado espécie de clima temperado, quando introduzido em outras regiões climáticas diferentes de sua origem modifica o seu comportamento na superação da endodormência, fenologia, estruturas vegetativas e produção. Dentro deste contexto, um dos principais objetivosdos programas de melhoramento genético desta espécie é a obtenção de cultivares com baixa necessidade de frio, uma vez que tem relação direta com a adaptabilidade desta frutífera em locais de baixo acúmulo de frio, característico de regiões subtropicais e tropicais. O conhecimento prévio sobre as condições edafoclimáticas da região onde estes cultivars serão introduzidos é de suma importância para o sucesso da cadeia produtiva. Neste contexto, o primeiro capítulo teve como objetivo a influência do manejo e as temperaturas na primeira fase de desenvolvimento dos frutos no tamanho final do frutos em Clemson, Carolina do Sul, clima subtropical úmido (Cfa). O segundo capítulo, tem o intuito de avaliar a adaptabilidade e estabilidade de brotações de 22 cultivars introduzidos em Lavras, Minas Gerais, sob o clima tropical de altitude (Cwa) nos ciclos produtivos de 2014 e 2015. O terceiro capítulo teve como objetivo a análise de adaptabilidade e estabilidade de floração de 22 cultivars introduzidos em Lavras, Minas Gerais, sob o clima tropical de altitude (Cwa) nos ciclos produtivos de 2014 e 2015. O quarto capítulo teve como objetivo quantificara germinação de grãos de pólen e fixação de frutos em 18 cultivares de pessegueirossob aplicação de ácido bórico. Um pré-teste para a definição dos tratamentos houve uma fase preliminar onde foram aplicados três concentrações de ácido bórico (400mg L -1 , 800 mg L -1 e 1.200mg L -1 ), e utilizando-se como testemunha a água. De acordo com os resultados obtidos, definiu-se a testemunha e o tratamento com a 400 mg L -1 para as demais cultivares, pois apresentaram os melhores resultados em relação a germinação de grãos de pólen e fixação de frutos.
Abstract: The peach tree (Prunus persica) originated in China and is considered a temperate climate species. When introduced to other climatic regions distinct from its origin, it modifies its behavior for overcoming endodormancy, phenology, vegetative structures and production. In this context, one of the main objectives of the breeding programs of this species is obtaining cultivars with low need for cold since it has direct relation with the adaptability of this fruit tree in locations with low accumulation of cold, characteristic of subtropical and tropical regions. The previous knowledge of the edaphoclimatic conditions of the region to which these cultivars will be introduced is of great importance for the success of the productive chain. The first chapter aimed at the influence of management and temperatures in the first phase of fruit development over the final size of the fruits in Clemenson, South Carolina, in humid subtropical climate (Cfa). The second chapter had the intent of evaluating the sprouting adaptability and stability of 22 cultivars introduced in Lavras, Minas Gerais, Brazil, under high-altitude tropical climate (Cwa) in the productive cycles of 2014 and 2015. The third chapter had the objective of analyzing flowering adaptability and stability of 22 cultivars introduced in Lavras, under highaltitude tropical climate (Cwa) in the productive cycles of 2014 and 2015. The forth chapter aimed at quantifying the germination of grains of pollen and fruit fixation of 18 peach tree cultivars under the application of boric acid. A pre-test was conducted to define the treatments with a preliminary phase in which three concentrations of boric acid were applied (400 mg L -1 , 800 mg L -1 and 1200 mg L -1 ), using water as witness. According to the results, the witness and treatment with 400 mg L -1 was defined for the remaining cultivars, given that it presented the best results in relation to the germination of grains of pollen and fruit fixation.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/11093
Publicador: Universidade Federal de Lavras
Idioma: por
Aparece nas coleções: DAG - Agronomia/Fitotecnia - Doutorado (Teses)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
TESE_ Adaptabilidade, estabilidade, fixação e raleio de frutos de pessegueiros em condições tropicais.pdf1,15 MBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback