Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DBI - Departamento de Biologia >
DBI - Programa de Pós-graduação >
DBI - Ecologia Aplicada - Mestrado (Dissertações) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/11107

Title: Prioridades de conservação para cavernas ao sul de Minas Gerais
Other Titles: Conservation priorities for caves from south of Minas Gerais state
???metadata.dc.creator???: Iniesta, Luiz Felipe Moretti
???metadata.dc.creator.Lattes???: http://lattes.cnpq.br/7585546672575774
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Ferreira, Rodrigo Lopes
???metadata.dc.contributor.advisor-co1???: Silva, Marconi Souza
???metadata.dc.contributor.referee1???: Passamani, Marcelo
???metadata.dc.contributor.referee2???: Curi, Nelson
Keywords: Cavernas – Conservação
Invertebrado - Populações
Caves – Conservation
Invertebrate populations
???metadata.dc.date.submitted???: 24-Mar-2016
Issue Date: 28-Apr-2016
???metadata.dc.description.sponsorship???: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (FAPEMIG)
Citation: INIESTA, L. F. M. Prioridades de conservação para cavernas ao sul de Minas Gerais. 2016. 119 p. Dissertação (Mestrado em Ecologia Aplicada)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2016.
???metadata.dc.description.resumo???: No mundo, poucas cavernas em áreas não carbonáticas apresentam estudos com a avaliação e conservação da fauna de invertebrados. No Brasil, este cenário se mantém, sendo os levantamentos faunísticos concentrados em grandes maciços rochosos e de litologias calcárias. Para a região ao sul de Minas Gerais, além da escassez de informações acerca da fauna cavernícola, a área apresenta inúmeros impactos recorrentes, principalmente na fragmentação das matas circundantes e o turismo inadequado nas cavidades. Diante disso, o presente estudo teve como objetivo avaliar a fauna de invertebrados em 51 cavernas localizadas na porção mais ao sul de Minas Gerais, bem como destacar os principais impactos atuantes para a comunidade cavernícola. A avaliação da fauna foi feita através da relevância biológica das cavidades, sendo esta composta pela riqueza total de invertebrados, riqueza relativa das cavernas e a riqueza de espécies troglomórficas. Os impactos foram categorizados em relação a presença de alterações humanas dentro das cavernas e nas áreas de entorno (250 metros). Além disso, foram avaliados também a influência da extensão das cavernas, número e extensão das entradas e a estabilidade ambiental na riqueza e composição das espécies. Por fim, foi avaliada a influência dessas variáveis sobre grupo de cavernas nas litologias quartzíticas e graníticas. Ao todo foram registradas 1.114 espécies, distribuídas em ao menos 190 famílias. A riqueza média encontrada foi de 38, 67 (SD 21, 67) espécies, a diversidade média 2, 41 (SD 0, 74) e a equitabilidade média 0, 67 (SD 0, 17). Foram observadas 11 espécies troglomórficas em 9 cavidades. A riqueza total relacionou-se significativamente com a extensão das cavidades em rochas quartzíticas e graníticas. O número de entradas se mostrou relacionado à riqueza de espécies apenas para as cavidades quartzíticas. Por fim, a litologia se mostrou influente em relação a composição da comunidade cavernícola. Para a região, as cavidades Casa de Pedra e Serra Grande foram destacadas como de maiores necessidades para ações emergenciais de conservação. Além disso, as cavidades graníticas do município de Munhoz e as quartzíticas na Serra de Ibitipoca necessitam de uma maior atenção em função da alta relevância biológica e o grau de impactos para a fauna.
Abstract: Around the world, few caves in non-carbonate areas have studies regarding the evaluation and conservation of invertebrate fauna. In Brazil, this situation is maintained, with inventories of invertebrates focused on large limestone rock formations. For the southern region of Minas Gerais state, besides the insufficient information concerning the cave fauna, the area has several recurring impacts, mainly fragmentation of surrounding forests and inadequate tourism in the caves. Therefore, this study aimed to evaluate the invertebrate fauna in 51 caves from southern of Minas Gerais, as well as highlight the main impacts over the cave community. The faunal evaluation was conducted by determining the biological relevance of each cave. The relevance was obtained from the total richness of invertebrate species, relative richness and richness of troglomorphic species. The impacts were categorized in relation to the presence of human alterations inside the caves and surrounding area (250 meters). Moreover, the cave size, number and size of entrances were evaluated according to the influence on fauna. For the granitic and quartzitic caves the influence of the lithology over the invertebrate composition was verified. A total of 1,114 species was recorded, distributed in at least 190 families. The average richness obtained was 38.6 (SD ±21. 67) species, the average diversity was 2. 41 (SD ±0. 74) and the average equitability was 0.67 (SD ±0.17). Eleven troglomorphic species were observed in nine caves. The total richness was significantly related to the cave size in siliciclastic and granitic rocks. The number of entrances was related to the total richness only for quartzitic caves. Finally, the lithology was influent regarding the composition of cave community. For the region, the caves Casa de Pedra and Serra Grande were selected as the greatest priorities for conservation. Furthermore, the granitic caves from municipality of Munhoz and quartzitic caves from Ibitipoca hills need more attention in function of the high biological relevance and the degree of impacts over the fauna.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/11107
Publisher: Universidade Federal de Lavras
???metadata.dc.language???: por
Appears in Collections:DBI - Ecologia Aplicada - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
DISSERTAÇÃO_Prioridades de conservação para cavernas ao sul de Minas Gerais.pdf2.12 MBAdobe PDFView/Open

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.


View Statistics

 


DSpace Software Copyright © 2002-2010  Duraspace - Feedback