Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DZO - Departamento de Zootecnia >
DZO - Programa de Pós-graduação >
DZO - Zootecnia - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/11109

Título: Avaliação genética de touros usando produções em lactações completas ou parciais projetadas
Título Alternativo: Sire's genetic evaluation using production from complete lactations or partially projected
Autor(es): Melo, Cláudio Manoel Rodrigues de
Lattes: http://lattes.cnpq.br/0280185846111265
Orientador: Gonçalves, Tarcísio de Moraes
Membro da banca: Martinez, Mário Luiz
Membro da banca: Verneque, Rui da Silva
Membro da banca: Oliveira, Antônio Ilson Gomes de
Membro da banca: Freitas, Rilke Tadeu Fonseca de
Assunto: Bovino de leite - Melhoramento genético
Dairy cattle - Breeding
Lactação
Herdabilidade
Herdability
Data de Defesa: 4-Mai-1999
Data de publicação: 25-Abr-2016
Agência de Fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Referência: MELO, C. M. R. de. Avaliação genética de touros usando produções em lactações completas ou parciais projetadas. 1999. 92 p. Dissertação (Mestrado em Zootecnia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 1999.
Resumo: Para estudar a viabilidade de se usar produções em lactações parciais, projetadas, na avaliação do mérito genético de touros, foram utilizados registros de produção de leite de 4.495 lactações de 2.254 vacas, filhas de 1.618 matrizes e 145 touros da raça Gir. Após o cálculo da produção de leite de cada vaca até 90, 150, 210, 240 e 305 dias, foram projetadas 10, 30, 50 ou 70% das lactações. As projeções foram realizadas a partir de 91, 151, 211 ou 241 dias de lactação para a duração da lactação observada e para 305 dias. As avaliações genéticas foram executadas usando-se o sistema MTDFREML, pelo qual considera-se um modelo animal. Foram incluídos no modelo, independente da característica, os efeitos fixos de rebanho-ano, época de parto e idade da vaca ao parto, com termos lineares e quadrático, sendo considerados os efeitos aleatórios de animal, efeito permanente de ambiente e erro. A estimativa da herdabilidade da produção de leite até 305 dias (P305d) foi de 0,1729 (0,047), e das produções estimadas (PE) pela projeção de uma porcentagem das lactações, variaram de 0,1675 (0,048) a 0,2680 (0,056). As estimativas das correlações genética e fenotípica entre P305d e as PE variaram de 0,9410 (0,466) a 1 (0,589) e de 0,7307 a 0,9958, respectivamente. Correlações de ordem e de valores, estimadas a partir dos resultados das avaliações genéticas dos 145 touros utilizando-se as PE e a P305d,variaram de 0,7982 a 0,9981(correlação de ordem) e de 0,8329 a 0,9988 (correlação de valores). As avaliações genéticas realizadas utilizando-se as PE foram estatisticamente iguais (P > 0,05) àquela com base na P305d, pelo teste de Friedman. Na seleção de 5% dos touros de maior capacidade prevista de transmissão da produção de leite (PTALeite) utilizando-se dos valores genéticos oriundos das PE,obteve-se coincidência de 41,65 a 100% em relação à seleção realizada pelos valores genéticos previstos segundo P305d. Na hipótese de descarte de 5% dos touros de menor PTALeite, a coincidência variou de 70,41 a 100%. Concluiu-se que: as equações quadráticas logarítmicas estudadas podem ser utilizadas para projetar as lactações e, a partir das produções estimadas, realizar a avaliação genética de touros; considerando as pequenas alterações na ordem dos touros quando se usa as produções estimadas, recomenda-se a projeção de 10% das lactações, a partir de 91 dias, bem como projeção de 10 a 70% das lactações, a partir de 211 dias; as produções de leite estimadas pela projeção das lactações são altamente correlacionadas com a produção de leite até 305 dias; as herdabilidades das produções estimadas pela projeção de 10% das lactações a partir de 91, 151 e 211dias ou pela projeção de 10, 30, 50 ou 70% das lactações a partir de 241 dias foram semelhantes à herdabilidade obtida para a produção de leite até 305 dias.
Abstract: Records of 4,495 lactations from 2,254 cows, daughters of 1,618 dams and 145 sires of the Gyr breed were used to study the viability of using production from projected partial lactations, on the evaluation of sire's genetic merit. After estimating milk yield up to 90, 150, 210, 240 and 305 days of lactation, 10, 30, 50 or 70% of those were extended. Extension were done from 91, 151, 211 or 241 days in milk to the observed lactation length or to 305 days. Genetic evaluations were done by MTDFREML package, using an animal model. For all traits, models included the fixed effects of herd-year, season of calving and age of calving as linear e quadratic, and as random effects, animal, permanent environment and error. Heritability estimates for milk yield up to 305 days (P305d) was 0.1729 (0.047), and for the estimated production (PE) by extending a percentage of lactations, ranged from 0.1675 (0.048) to 0.2680 (0.056). Genetic and phenotypic correlations estimates betweenP305dandPEranged from 0.9410 (0.466) to 1 (0.589) and from 0.7307 to 0.9958, respectively. Rank and values correlations estimated from the results of genetic evaluations of 145 sires, using PE and P305d ranged from 0.7982 to 0.9981 (rank correlations) and from 0.8329 to 0.9988 (values correlations). Genetic evaluations using PE were statistically equal (P>0.05) by the Friedman test to the ones using P305d. Selecting the best 5% sires based on theirs predicted transmitting ability (PTA) for PE milk yield resulted in the selection of 41,65% to 100% of the same sires as they were selected using PTA based on P305d. On the hypothesis of culling 5% of sires of smaller PTA,the coincidence ranged from 70,41 to 100%. Based on the results, the conclusions were: the quadratic log function used in this study can be used to extend lactations to do sire's genetic evaluation; considering the small change in the sire's rank when PEs are used, it is suggested to extend 10% of lactations from 91 days in milk, as the same as to extend 10% to 70% of lactations from 211days in milk; production estimated by extending lactations were highly correlated with P305d; heritabilities of PE extending 10% of lactations from 91,151 and 211days in milk or PE extending 10, 30, 50 or 70% of lactations from 241 days in milk were similar to the ones estimated using P305d.
Informações adicionais: Dissertação/tese está disponível online com base na Resolução CEPE nº 090, de 24 de março de 2015, que dispõe sobre a disponibilização da coleção retrospectiva de teses e dissertações online no Repositório Institucional da UFLA, sem autorização prévia dos autores. Parágrafo Único. Caberá ao autor ou orientador a solicitação de restrição quanto à divulgação de teses e dissertações com pedidos de patente ou qualquer embargo similar. Art. 5º A obra depositada no RIUFLA que tenha direitos autorais externos à Universidade Federal de Lavras poderá ser removida mediante solicitação por escrito, exclusivamente do autor, encaminhada à Comissão Técnica da Biblioteca Universitária./ Arquivo gerado por meio da digitalização de material impresso. Alguns caracteres podem ter sido reconhecidos erroneamente.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/11109
Publicador: Universidade Federal de Lavras
Idioma: por
Aparece nas coleções: DZO - Zootecnia - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO_Avaliação genética de touros usando produções em lactações completas ou parciais projetadas.pdf5,29 MBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback