Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DAG - Departamento de Agricultura >
DAG - Programa de Pós-graduação >
DAG - Agronomia/Fitotecnia - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/11124

Título: Doses de fomesafen e populações de plantas no controle de plantas daninhas e nas culturas do feijão e sorgo em sucessão
Título Alternativo: Omesafen doses and plant populations on weed control and the cultures of bean and sorghum in succession
Autor(es): Silva, Laís de Oliveira
Orientador: Andrade, Messias José Bastos de
Coorientador: Gonçalves, Adenilson Henrique
Membro da banca: Gonçalves, Adenilson Henrique
Membro da banca: Morais, Augusto Ramalho
Membro da banca: Alcântara, Elifas Nunes de
Membro da banca: Reis, Moisés Souza
Assunto: Fitotoxicidade
Phaseolus vulgaris L.
Herbicida
Sorghum bicolor L.
Phytotoxicity
Herbicide
Data de Defesa: 22-Mar-2016
Data de publicação: 5-Mai-2016
Agência de Fomento: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
Referência: SILVA, L. de O. Doses de fomesafen e populações de plantas no controle de plantas daninhas e nas culturas do feijão e sorgo em sucessão. 2016. 118 p. Dissertação (Mestrado em Agronomia/Fitotecnia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2016.
Resumo: Na cultura do feijoeiro comum, um dos principais fatores responsáveis pela baixa produtividade é a competição com plantas daninhas por água, luz e nutrientes, assim, o seu controle químico é uma operação importante nos sistemas de produção, com a finalidade de reduzir e/ ou eliminar os efeitos indesejados da interferência. O objetivo foi avaliar a fitotoxidez em plantas daninhas do ingrediente ativo fomesafen, utilizado como herbicida em pósemergência na cultura do feijoeiro comum, bem como sua atividade residual sobre o crescimento do sorgo cultivado em sucessão. Os experimentos foram conduzidos na região Sul de Minas Gerais, na Fazenda Experimental de Lambari, da Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais, na safra de outono-inverno, e na Fazenda Muquém da Universidade Federal de Lavras, na safra das águas. O delineamento estatístico foi em blocos ca sualizados, com três repetições, e os tratamentos em esquema fatorial 4 x 4, sendo quatro doses do herbicida fomesafen (0,5, 1,0, 1,5 e 2,0 L.ha -1 ) e quatro populações de plantas do feijoeiro cultivar BRSMG Majestoso (100, 167, 233 e 300 mil plantas.ha -1 em Lambari, e 100, 133, 167 e 200 mil plantas.ha -1 em Lavras). A semeadura do sorgo foi realizada em sucessão ao feijão, 89 dias após a aplicação do fomesafen. Foram identificadas 11 espécies de plantas daninhas em Lambari, com fitotoxicidade do fomesafen sobre batata, tiririca, grama-seda e poaia, e 14 espécies em Lavras, dentre as quais 7 apresentaram fitotoxicidade do produto. As características avaliadas no sorgo não foram influenciadas significativamente pelos tratamentos aplicados no feijoeiro. O fomesafen se mostrou seletivo para o feijoeiro, não interferiu nas características produtivas, bem como não deixou resíduos para cultura do sorgo em sucessão.
Abstract: In the common bean crop, one of the main responsible factors for low productivity is the weed competition by water, light and nutrients and thus its chemical control is an important operation in production systems, in order to reduce and, or eliminate the undesirable effects of interference. The objective was to evaluate the phytotoxicity and weed control by fomesafen in bean crop and its residual activity on sorghum crop in succession. The experiments were conducted in the south of Minas Gerais state, at the Lambari Experimental Farm of the Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais, in autumn winter season and Muquém Experimental Farm of the Federal University of Lavras, in the rainy season. The experimental design was a randomized block, with three replications and a factorial 4 x 4, with four doses of fomesafen (0.5, 1.0, 1.5 and 2.0 L.ha -1 ) and four bean plant populations (120, 200, 280 and 360 000 plants. ha -1 at Lambari and 120, 160, 200 and 240 000 plants.ha -1 at Lavras). Sowing sorghum was carried out in succession to the beans, 89 days after application of fomesafen. It was identified 11 weed species at Lambari, with fomesafen phytotoxicity on potato, nutsedge, bermudagrass and ipecac, and 14 species at Lavras, including crabgrass, dairy and mentrasto that it showed phytotoxicity. The sorghum characteristics were not influenced by bean populations and herbicide doses, which it did not interfere on the sorghum development and productivity. Thus, the fomesafen showed selective for bean, not interfering on the production characteristics and the herbicide doses left no residue on the sorghum crop in succession.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/11124
Publicador: Universidade Federal de Lavras
Idioma: por
Aparece nas coleções: DAG - Agronomia/Fitotecnia - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO_Doses de fomesafen e populações de plantas no controle de plantas daninhas e nas culturas do feijão e sorgo em sucessão.pdf2,12 MBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback