Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DZO - Departamento de Zootecnia >
DZO - Programa de Pós-graduação >
DZO - Zootecnia - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/11142

Título: Modelagem da estimativa da área foliar de leguminosas forrageiras e utilização do calopogônio em pastagens consorciadas
Título Alternativo: Modeling of estimated leaf area forages legumes and calopo use in mixed pastures
Autor(es): Homem, Bruno Grossi Costa
Lattes: http://lattes.cnpq.br/9650261952145344
Orientador: Lara, Márcio André Stefanelli
Membro da banca: Casagrande, Daniel Rume
Membro da banca: Tavares, Valdir Botega
Assunto: Pastagens - Manejo
Desfolhamento
Range management
Defoliation
Data de Defesa: 25-Fev-2016
Data de publicação: 6-Mai-2016
Agência de Fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (FAPEMIG)
Referência: HOMEM, B.G.C. Modelagem da estimativa da área foliar de leguminosas forrageiras e utilização do calopogônio em pastagens consorciadas. 2016. 115 p. Dissertação (Mestrado em Zootecnia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2016.
Resumo: Objetivou-se com o presente trabalho definir estratégias de desfolhação que permitam o desenvolvimento equilibrado do Calopogoniummucunoides cv. Comum quando consorciado com Brachiaria brizantha cv. Marandu e desenvolver e validar modelos matemáticos que estimem de maneira eficiente a área foliar de leguminosas forrageiras. Os experimentos foram conduzidos na Universidade Federal de Lavras, na cidade de Lavras-MG. Para o desenvolvimento de modelos o procedimento foi dividido em duas etapas. Na primeira foram utilizadas 586, 578, 604 e 583 folhas de Calopogoniummucunoides, Neonotoniawightii, Arachis pintoi e Stylosantes spp. para estimativa de modelos da área do folíolo e área foliar. Na segunda etapa, para avaliação da simetria dos folíolos iniciais C. mucunoides, N. wightii, A. pintoi, Stylosantes spp. e terminais de A. pintoi e validação dos modelos gerados foram colhidas 200 folhas de cada espécie. Nas duas etapas foram medidos comprimento (C), largura (L) e área foliar de todos os folíolos. No experimento consorciado, o delineamento experimental foi em blocos ao acaso e foram estudadas três frequências de desfolhação em intervalos variáveis, representados pelo tempo para o dossel atingir 90% (90IL), 95% (95IL) e 100% (100IL) de interceptação de luz incidente, e um tratamento sem a realização de pastejo, em crescimento livre (CL), com quatro repetições. Nos dois períodos avaliados foram estimados massa de forragem, estrutura do dossel, acúmulo de forragem e taxa de lotação. O modelo exponencial de convergência adequou-se para estimativa da área dos folíolos. Identificou-se a igualdade entre os pares de folíolos iniciais de C. mucunoides, N. wightii, A. pintoi, Stylosantes spp. e terminais A. pintoi. No experimento de consórcio, no pré-pastejo, maiores massas de gramíneas e leguminosas foram obtidas nos tratamentos de 100IL e CL (P=0,0033 e 0,0016, respectivamente). No pós-pastejo, maior massa de gramínea foi obtida pela frequência de desfolhação de 90IL (P=0,0424), mas a massa de leguminosa foi semelhante entre os tratamentos (P=0,8200), contudo à medida que a frequência de desfolhação ficou menor, ocorreu aumento da intensidade de desfolhação, causando maior estresse na leguminosa pelo pastejo ou pisoteio. Portanto, para mensuração do alongamento ou senescência de folhas de leguminosas, a utilização do modelo exponencial de convergência permite aumento na acurácia da estimativa da área dos folíolos e recomenda-se como meta de manejo de pastos consorciados de Capim-Marandu com Calopogônio frequências de desfolhação de 90% de interceptação luminosa.
Abstract: The aim of this study was to define defoliation strategies to balance the development of Calopogonium mucunoides cv. Common (Calopo), when mixed with Brachiaria brizantha cv. Marandu (Marandu palisadegrass); and develop and validate mathematical models to estimate efficiently the leaf area of legumes. The experiments were conducted at Federal University of Lavras, MG- Brazil. In the modeling experiment, the procedure was divided into two stages. In the first one, 586, 578, 604 and 583 leaves of Calopogonium mucunoides, Neonotoniawightii, Arachis pintoi and Stylosantes spp. were used to estimate leaflet and leaf area by modeling. In the second stage, to evaluate the symmetry of the initial leaflets of C. mucunoides, N. wightii, A. pintoi, Stylosantes spp. and A. pintoi terminals, besides the validation of the generated models, 200 leafs of each species were harvested. In both stages, length (L), width (W) and leaf area of all leaflets were measured. In the mixed pasture experiment, the experimental design was in randomized blocks, and three defoliation frequencies were studied at variable intervals, represented by the time at which the canopy reaches 90% (90LI), 95% (95LI) and 100% (100LI) interception of incident light, and a treatment without conducting grazing in free growth (FG), with four replications. In both periods, herbage mass, canopy structure, forage accumulation and stocking rate were estimated. The exponential model of convergence was adequate to estimate the area of the leaflets. It identified the equality between the pairs of initial leaflets of C. mucunoides, N. wightii, A. pintoi, Stylosantes spp. and A. pintoi terminals. On the other hand, for the mixed pasture experiment, the pre-grazing larger masses of grasses and legumes were obtained in the treatments 100LI and FG (P=0.0033 and 0.0016, respectively). In the post-grazing, a greater mass of grass was obtained by the frequency defoliation 90LI (P=0.0424). However, the mass of legumes between treatments was similar (P=0.8200), and the measure of frequency defoliation was lower; there was an increase in defoliation intensity, causing greater stress on legumes for grazing or trampling. Therefore, to measure elongation or senescence of legume leaves, using the exponential convergence model enables increased accuracy in the estimate of the area of the leaflets and is recommended as a management target of mixed pasture of Marandu palisadegrass with Calopo frequencies of defoliation 90% light interception.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/11142
Publicador: Universidade Federal de Lavras
Idioma: por
Aparece nas coleções: DZO - Zootecnia - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO_Modelagem da estimativa da área foliar de leguminosas forrageiras e utilização do calopogônio em pastagens consorciadas.pdf1,4 MBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback