Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DZO - Departamento de Zootecnia >
DZO - Programa de Pós-graduação >
DZO - Zootecnia - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/11146

Título: Uso do grão de soja processado na alimentação de bovinos confinados
Título Alternativo: Grain of use of soy processed in confined cattle feeding
Autor(es): Oliveira, Cristhiane Viol Ribeiro de
Lattes: http://lattes.cnpq.br/5241784833148244
Orientador: Ladeira, Márcio Machado
Coorientador: Casagrande, Daniel Rume
Coorientador: Ramos, Eduardo Mendes
Membro da banca: Casagrande, Daniel Rume
Membro da banca: Ramos, Eduardo Mendes
Membro da banca: Machado Neto, Otavio Rodrigues
Assunto: Lipídeos
Oleaginosas
Processamento de grão
Soja extrusada
Lipids
Oilseeds
Grain processing
Extruded soybean
Data de Defesa: 24-Fev-2016
Data de publicação: 12-Mai-2016
Agência de Fomento: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (FAPEMIG)
Referência: OLIVEIRA, C. V. R. de. Uso do grão de soja processado na alimentação de bovinos confinados. 2016. 68 p. Dissertação (Mestrado em Zootecnia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2016.
Resumo: Objetivou-se avaliar o desempenho, o perfil de ácidos graxos e a expressão gênica de fatores de transcrição, envolvidos no metabolismo lipídico na carne de tourinhos mestiços alimentados com grãos de soja moídos ou extrusados. Foram utilizados 60 tourinhos mestiços, com idade inicial média de 20 meses e peso vivo inicial médio de 320±8,12 kg, distribuídos em delineamento inteiramente casualizado. Três tipos de dietas foram fornecidas, representando os seguintes tratamentos: sem lipídeo adicional, grão de soja moído e grão de soja extrusado. As dietas continham, respectivamente, 2,4, 6,1 e 6,3% de extrato etéreo. Não houve efeito das dietas sobre o desempenho dos animais, as características de carcaça, coloração e pH do músculo longissimus dorsi (P>0,05). As dietas com grão de soja, independente do processamento, apresentaram menores teores de ácido láurico (C12:0) e CLA (C18:2 c9, t11); e maior teor de ácido esteárico (C18:0). O teor de ácido mirístico foi maior nos animais que receberam dieta sem lipídeo adicional quando comparado com os animais que receberam grão de soja moído, já os animais que foram alimentados com grão de soja extrusado não diferiu estatisticamente dos demais tratamentos. Houve tendência (P=0,07) em diminuir os teores de ácido palmitoleico (C16:1 c9) nos animais que receberam grão de soja moído. Verifica-se que os teores dos ácidos transoctadecenoico (C18:1 t9,10,11) e EPA (C20:5 n3) foram maiores no músculo dos animais que receberam a dieta com grão de soja moído em relação ao grão de soja extrusado e sem lipídeo adicional. Por outro lado, o teor de ácido oleico (C18:1 c9) no músculo dos animais que receberam grão de soja moído foi menor. A expressão gênica do fator de transcrição receptor ativado por proliferador de peroxissomas (PPARs) não foi influenciada pela dieta (P>0,05), já o fator de transcrição de proteínas ligantes aos esteroides (SREBF1) foi mais expresso (P>0,05) no músculo dos animais que receberam o grão de soja. O índice de luminosidade e a intensidade do vermelho aumentaram com a maturação (P<0,05). O uso de grãos de soja processados não alterou o desempenho, as características de carcaça, composição química, pH e coloração do músculo; não foi capaz de elevar o teor de ácidos graxos insaturados e CLA c9, t11 em relação a uma dieta sem o uso de grão de soja. Todavia a dieta com grão de soja extrusado resultou em maior expressão do gene SREBF1, o que influenciou o perfil de ácidos graxos da carne.
Abstract: In this study aimed to evaluate the performance, fatty acid profile and gene expression of transcription factors involved in lipid metabolism in beef of crossbred young bulls fed with milled or extruded soybeans. Sixty crossbred young bulls were used, with average initial age 20 months and average alive initial weight 320 ± 8.12 kg, distributed in a completely randomized design. Three types of diets were provided, representing the following treatments: without additional lipid, milled and extruded soybean. The diets contained, respectively, 2.4, 6.1 and 6.3% ether extract. There was no effect of diet on animal performance, carcass characteristics, color and pH of the longissimus dorsi muscle (P>0.05). Diets with soybean, regardless of processing, had lower lauric acid content (C12:0) and CLA (C18: 2 c9, t11); and higher stearic acid content (C18:0). The myristic acid content was higher in animals fed diet without additional lipid compared to the animals receiving milled soybean, as the animals that were fed with extruded soybean did not differ statistically from the other treatments. There was a trend (P = 0.07) in decreasing the palmitoleic acid content (C16:1 c9) in animals receiving milled soybean. It is verified that the transoctadecenoic acids content (C18:1 t9, 10, 11) and EPA (C20:5 n3) were greater in the muscle of animals that received the diet with milled soybean compared to extruded soybean and without additional lipid. On the other hand, oleic acid content (C18:1 c9) in the muscle of animals receiving milled soybean was lower. The gene expression of the transcription factor per peroxisome proliferator activated receptor (PPARs) was not influenced by diet (P<0.05), as the transcription factor of steroid binding proteins (SREBF1) was more expressed (P>0.05) in the muscle of animals that received soybean. The luminosity index and intensity of red increased with maturation (P<0.05). The use of processed soybeans does not alter the performance, carcass characteristics, chemical composition, pH, and muscle color; and was unable to raise the unsaturated fatty acids content and CLA c9, t11 in relation to a diet without using soybean. However, the diet with extruded soybean resulted in increased expression of the gene SREBF1, which influenced the meat fatty acid profile.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/11146
Publicador: Universidade Federal de Lavras
Idioma: por
Aparece nas coleções: DZO - Zootecnia - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO_Uso do grão de soja processado na alimentação de bovinos confinados.pdf779,03 kBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback