Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DFP - Departamento de Fitopatologia >
DFP - Programa de Pós-graduação >
DFP - Agronomia/Fitopatologia - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/11147

Título: Avaliação do potencial de inóculo de patógenos em sementes: sua relação com a qualidade fisiológica e quantificação do DNA fúngico por qPCR
Título Alternativo: Assessment of inoculum potential of pathogens in seeds: its relation to physiological quality and quantification of fungal DNA by qPCR
Autor(es): Guimarães, Marina de Resende Faria
Lattes: http://lattes.cnpq.br/8965029604263226
Orientador: Machado, José da Cruz
Coorientador: Siqueira, Carolina da Silva
Membro da banca: Guimarães, Sarah da Silva Costa
Membro da banca: Medeiros, Flávio Henrique Vasconcelos de
Membro da banca: Oliveira, João Almir
Assunto: Patologia de sementes
Fungos
Milho
Soja
Algodão
Seed pathology
Fungi
Maize
Soybean
Cotton
Data de Defesa: 31-Mar-2016
Data de publicação: 13-Mai-2016
Agência de Fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Referência: GUIMARÃES, M. de R. F. Avaliação do potencial de inóculo de patógenos em sementes: sua relação com a qualidade fisiológica e quantificação do DNA fúngico por qPCR. 2016. 42 p. Dissertação (Mestrado em Agronomia/Fitopatologia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2016.
Resumo: Um aspecto importante em estudos sobre interação de patógenos e sementes de espécies hospedeiras é o grau de colonização dos tecidos das sementes por esses agentes. Dependendo da intensidade desse tipo de associação, é possível estimar as consequências em ambientes de cultivo. Diante do que já se conhece em sanidade de sementes e tendo-se em mãos métodos moleculares para a detecção dos fungos Stenocarpella maydis, Stenocarpella macrospora em sementes de milho, Colletotrichum gossypii var. cephalosporioides em sementes de algodão e Corynespora cassiicola em sementes de soja, objetivou-se, neste estudo, avaliar o vigor das sementes em função dos diferentes potenciais de inóculo, por meio do teste de germinação e condutividade elétrica, e quantificar os potenciais de inóculo, por meio de PCR em tempo real. Os isolados dos fungos foram inoculados nas sementes de milho, algodão em diferentes potencias de inóculo, representados pela exposição das sementes a colônias fúngicas pelos períodos de tempo: 0, 24, 48, 96 horas; e em sementes de soja nos potenciais de 0, 36, 108 e 144 horas. As sementes foram submetidas aos testes de germinação, condutividade elétrica, sanidade e qPCR. Com relação ao blotter test, na maioria dos patossistemas houve uma maior incidência do fungo com o aumento do potencial de inoculo; apenas no caso do milho, quando inoculado com S. maydis que a incidência foi igual para todos os potenciais de inóculo. Foi observada uma queda na porcentagem de germinação de todas as espécies, com o aumento do potencial de inóculo, assim como também ocorreu maior degradação das membranas das sementes, havendo maior perda de exsudatos com o aumento do potencial de inóculo. Pelo teste de qPCR confirmou-se que as sementes com maior potencial de inóculo foram mais afetadas negativamente, indicando que os danos causados nas sementes aconteceram em decorrência da maior concentração dos patógenos. Sendo assim, conclui-se que há uma relação estreita entre os potenciais de inóculo dos patógenos em estudo, a quantidade de DNA e o desempenho fisiológico das sementes infectadas por estes agentes.
Abstract: An important aspect in studies on the interaction of fungi and host seeds is the degree of colonization of the tissues by these agents. Depending on the intensity of this type of association, it is possible to estimate the consequences in farming environments. Having in mind what is already known in seed health and taking in consideration molecular methods for detection of Stenocarpella maydis, Stenocarpella macrospora in corn seeds, Colletotrichum gossypii var. cephalosporioides in cotton and Corynespora cassiicola in soybean seeds, the aim of this study was to evaluate the effect of different inoculum potentials of those pathogens on seeds, through the germination and electrical conductivity tests, and quantify the inoculum potentials, by real time PCR. The fungi isolates were inoculated on corn and cotton seeds in different inoculum potentials, represented by the exposition of the seeds to the fungal colonies for 0, 24, 48, 96 hours; and 0, 36, 108 and 144 hours for soybeans. The seeds were submitted to germination, electrical conductivity, health tests and qPCR. Based on the blotter test, there was a higher incidence of fungus in most pathosystems with the increasing inoculum potential. Except for corn seeds inoculated with S. maydis, the incidence was similar for all inoculum potentials. A decrease in germination percentage was observed in all species, with the increase in the inoculum potential; the same was observed in the degradation of the seeds membranes, with great loss of exudates with increasing inoculum potential. By qPCR test it was confirmed that the seeds with the greatest inoculum potential were most negatively affected, indicating that the damage occurred in the seeds due to the higher concentration of pathogens. Therefore, it was concluded that there is a close relationship between inoculum potential of pathogens, the amount of DNA and physiological performance of seeds infected with these agents.
Informações adicionais: Arquivo retido a pedido do(a) autor(a) até maio de 2017.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/11147
Publicador: Universidade Federal de Lavras
Idioma: por
Aparece nas coleções: DFP - Agronomia/Fitopatologia - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Não há arquivos associados para este Item.

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback