Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DBI - Departamento de Biologia >
DBI - Programa de Pós-graduação >
DBI - Ecologia Aplicada - Mestrado (Dissertações) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1120

Title: Efeito de borda de rodovias em pequenos mamíferos de fragmentos florestais tropicais
???metadata.dc.creator???: Rosa, Clarissa Alves da
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Bager, Alex
???metadata.dc.contributor.referee1???: Kindel, Andreas
Louzada, Júlio Neil Cassa
???metadata.dc.description.concentration???: Ecologia e Conservação de Recursos em Paisagens Fragmentadas e Agrossistemas
Keywords: Rodovias - Impacto ambiental
Ecologia florestal
Roads
Forest ecology
???metadata.dc.date.submitted???: 29-Feb-2012
Issue Date: 2013
???metadata.dc.description.sponsorship???: Fundação de Amparo à Pesquisa do estado de Minas Gerais (FAPEMIG)
Citation: ROSA, C. A. da. Efeito de borda de rodovias em pequenos mamíferos de fragmentos florestais tropicais. 2012. 90 p. Dissertação (Mestrado em Ecologia Aplicada) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2012.
???metadata.dc.description.resumo???: Rodovias são agentes de fragmentação de alto impacto que afetam os ambientes físicos, químicos e biológicos dos ecossistemas. Rodovias apresentam algumas peculiaridades, como o tráfego de veículos, que podem maximizar seus efeitos como agente de fragmentação. Sendo assim, tivemos por objetivo avaliar a fragmentação imposta por rodovias sobre comunidades de pequenos mamíferos em fragmentos de mata no sul do Estado de Minas Gerais. No primeiro capítulo apresentamos uma compilação a respeito dos mecanismos de rodovias (perda de habitat, ruído, volume de tráfego e contaminação química) que mais afetam as populações e comunidades de vertebrados. Neste capítulo observamos que os mecanismos da rodovia são responsáveis pelo incremento nos efeitos de borda e barreira para mamíferos, aves e anfíbios. Diferente de outros agentes de fragmentação, a rodovia afeta também espécies mais tolerantes e com alta capacidade de deslocamento, através dos atropelamentos, tornando essa um agente de fragmentação capaz de afetar espécies com as mais variadas exigências ecológicas. No segundo capítulo deste trabalho buscamos avaliar quais as variáveis ambientais que afetam o número de pequenos mamíferos e identificar o efeito de borda de rodovia (neutro, positivo ou negativo) sobre esse grupo. Selecionamos 20 fragmentos florestais no sul de Minas Gerais, onde amostramos pequenos mamíferos em um gradiente de 300 metros na direção rodovia-fragmento (16 armadilhas equidistantes 20 metros) utilizando métodos de captura-marcação-recaptura. Realizamos modelos GLMM para avaliar os fatores ambientais (incluindo distância da rodovia) que afetam a distribuição de pequenos mamíferos e regressão via ajustamento de curvarelacionando a riqueza e número de indivíduos com a distância da rodovia para avaliar o efeito de borda da rodovia. A distância da rodovia, a distância da borda sem rodovia e a matriz foram as variáveis ambientais que mais afetaram a distribuição de pequenos mamíferos. Essas são variáveis ligadas a quantidade e qualidade de recursos, sendo assim, acreditamos que a ocorrência de indivíduos esteja ligado a disponibilidade de recursos. O efeito de borda da rodovia foi positivo para toda comunidade e para Akodonsp. eCerradomyssubflavus (incluindo machos e fêmeas). Para fêmeas de Riphidomyssp. eMarmosopsincanus (com exceção de machos) o efeito de borda foi negativo. Já a riqueza, machos de Marmosopsincanus e Riphidomyssp. (com exceção das fêmeas) sofreram um efeito neutro da borda da rodovia. Nossos resultados mostram que os efeitos de borda da rodovia possuem uma resposta específica para cada espécie. Acreditamos que isto esteja relacionado ao hábito das espécies, uma vez que houve um acréscimo do número de indivíduos de espécies terrestres nas bordas, enquanto houve um decréscimo das espécies arborícolas.
Roads are high-impact agents of fragmentation that affect the physical, chemical and biological ecosystems. Roads have some peculiarities, such as vehicle traffic, which can maximize its effects as an agent of fragmentation. Therefore, our objective is study the fragmentation imposed by roads on communities of small mammals in forest fragments in the south of Minas Gerais State. In the first chapter we present a compilation of the mechanisms of roads (habitat loss, noise, traffic volume and chemical contamination) that most affect populations and communities of terrestrial and flying vertebrates. In this chapter we noted that the mechanisms of the roads are responsible for the increase in edge and barrier effects to mammals, birds and amphibians. Unlike other agents of fragmentation, roads also affect the more tolerant and high capacity displacement species through the roadkills, making it an agent of fragmentation that can affect species with varied ecological requirements. In the second chapter of this work we evaluate which environmental variables affect the number of small mammals and identify the effect of road edge (neutral, positive or negative) in this group. We select 20 forest fragments in southern Minas Gerais, where we sampled small mammals in a gradient of 300 meters toward road-fragment (16 traps equidistant 20 meters) using methods of capture-mark-recapture. We used GLMM models to evaluate environmental factors (including distance from the road) that affect the distribution of small mammals and regression relating the richness and number of individuals with the distance from the road to evaluate the effect of the road edge. The distance from the road, distance from the edge without road and matrix were the environmental variables that most affected the distribution of small mammals. These variables are linked to quantity and quality of resources, so we believe that the occurrence of individuals is related to resource availability. The effect of road edge was positive for the whole community, Akodon sp. and Cerradomyssubflavus (including males and females). For females of Riphidomys sp. and Marmosopsincanus (except for males) the edge effect was negative. The richness, male of Marmosopsincanusand Riphidomyssp. (except for females) had a neutral effect of the road edge. Our results show that the road edge effects have a specific response for each species. We believe this is related to the habit of species, since there was an increase in number of individuals of terrestrial species on the edge, while there was a decrease in arboreal species.
Description: Dissertação apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Ecologia Aplicada, área de concentração em Ecologia e Conservação de Recursos em Paisagens Fragmentadas e Agrossistemas, para a obtenção do título de Mestre
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1120
Publisher: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
???metadata.dc.language???: pt_BR
Appears in Collections:DBI - Ecologia Aplicada - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
DISSERTAÇÃO_Efeito de borda de rodovias em pequenos mamíferos de fragmentos florestais tropicais.pdf1.16 MBAdobe PDFView/Open

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.


View Statistics

 


DSpace Software Copyright © 2002-2010  Duraspace - Feedback