Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DCF - Departamento de Ciências Florestais >
DCF - Programa de Pós-graduação >
DCF - Engenharia Florestal - Doutorado (Teses) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/11238

Title: Aspectos nutricionais do baru (Dipteryx alata Vog.) em casa de vegetação e em campo
Other Titles: Nutritional aspects of the baru (Dipteryx alata vog.) in greenhouse and field
???metadata.dc.creator???: Sousa, Fabrizio Furtado de
???metadata.dc.creator.Lattes???: http://lattes.cnpq.br/1550146197511190
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Venturin, Nelson
???metadata.dc.contributor.referee1???: Macedo, Renato Luiz Grisi
???metadata.dc.contributor.referee2???: Venturin, Regis Pereira
???metadata.dc.contributor.referee3???: Melo, Lucas Amaral de
???metadata.dc.contributor.referee4???: Marques, João José Granate de Sá e Melo
Keywords: Cumbaru
Elemento faltante
Adubação NPK
Calagem
Nutrição florestal
Missing element
NPK fertilization
Liming
Forest nutrition
???metadata.dc.date.submitted???: 19-Apr-2016
Issue Date: 9-Jun-2016
???metadata.dc.description.sponsorship???: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (FAPEMIG)
Citation: SOUSA, F. F. de. Aspectos nutricionais do baru (Dipteryx alata Vog.) em casa de vegetação e em campo. 2016. 145 p. Tese (Doutorado em Engenharia Florestal)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2016.
???metadata.dc.description.resumo???: Com o objetivo de avaliar a resposta do baru (Dipteryx alata Vog.) à limitação de nutrientes e a diferentes níveis de fertilização foram conduzidos sete experimentos. Experimento 1: Limitação nutricional em casa de vegetação. Foram empregados 12 tratamentos em delineamento inteiramente casualizado com oito repetições. Experimento 2: Níveis de calagem e P em casa de vegetação. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado, em esquema fatorial, com quatro níveis de calagem (V23,2% (solo natural), V45%, V65% e V85%) e quatro doses de P (0, 100, 300 e 500 mg kg -1 de P). Experimento 3: Doses de N em casa de vegetação. Foram utilizados sete tratamentos (0, 75, 150, 225, 300, 375 e 450 mg kg -1 de N) em delineamento inteiramente casualizado. Experimento 4: Doses de K em casa de vegetação. Foram utilizados sete tratamentos (0, 75, 150, 225, 300, 375 e 450 mg kg -1 de K) em delineamento inteiramente casualizado. Experimento 5: Níveis de calagem em condições de campo. Foram utilizados quatro tratamentos (V6,7% (solo natural), V35%, V55% e V75%.) em delineamento de blocos ao acaso. Experimento 6: Doses de P em condições de campo. Foram utilizados cinco tratamentos (0; 26,67; 53,34; 106,67 e 213,36 kg ha -1 de P 2O5) em delineamento de blocos ao acaso. Experimento 7: Doses de N em condições de campo. Foram utilizados cinco tratamentos (0, 30, 60, 120 e 240 kg ha -1 de N) em delineamento em quadrado latino. Em casa de vegetação, as avaliações ocorreram, aos oito meses (nos experimentos 1 e 2) e aos doze meses (nos experimentos 3 e 4), após a semeadura, quando se mediram a altura e o diâmetro do coleto das mudas; em seguida, as plantas foram colhidas e separadas em parte aérea e sistema radicular para pesagem e avaliação do ganho em biomassa seca. No campo, as avaliações foram realizadas aos seis, 12, 18, 24 e 30 meses, após o plantio (nos experimentos 5 e 6) e, aos seis, 12 e 18 meses (no experimento 7). Nestes experimentos, foram avaliados a sobrevivência das mudas, a altura das plantas e o diâmetro do caule na altura do solo. Os dados obtidos foram submetidos à análise de variância, testes de médias e análise de regressão. Foi possível concluir que, na fase de formação de mudas, a espécie é pouco exigente em S e B, responde, negativamente, à calagem, responde, positivamente, à adubação fosfatada e não responde à adubação nitrogenada e potássica. Em campo, de maneira geral, a espécie não responde à aplicação de P e à calagem e é influenciada, negativamente, pela aplicação de doses elevadas de nitrogênio.
Abstract: With the objective of evaluating the response of baru (Dipteryx alata Vog.) to nutrient limitation and to the different levels of fertilization, seven experiments were conducted. Experiment 1: Nutritional limitation in greenhouse. We employed 12 treatments in a completely randomized design with eight replicates. Experiment 2: Levels of liming and P in greenhouse. The experimental design was completely randomized in a factorial scheme with four levels of liming (V23.2% (natural soil), V45%, V65% and V85%) and four doses of P (0, 100, 300 and 500 mg kg -1 of P). Experiment 3: Doses of N in greenhouse. We used seven treatments (0, 75, 150, 225, 300, 375 and 450 mg kg -1 of N) in a completely randomized design. Experiment 4: Doses of K in greenhouse. We used seven treatments (0, 75, 150, 225, 300, 375 and 450 mg kg -1 ) in a completely randomized design. Experiment 5: Levels of liming under field conditions. We used four treatments (V6.7% (natural soil), V35%, V55% and V75%) in a randomized blocks design. Experiment 6: doses of P under field conditions. We used five treatments (0, 23.67, 53.34, 106.67 and 213.36 kg ha -1 of P 2O5) in a randomized blocks design. Experiment 7: Doses of N under field conditions. We used five treatments (0, 30, 60, 120 and 240 kg ha -1 of N) in Latin square. In greenhouse, the evaluations were conducted at eight months (for experiments 1 and 2) and 12 months (for experiments 3 and 4) after seeding, when the measurements of height and root collar diameter of the seedlings. Subsequently, the plants were harvested and separated into shoot and root system, for weighing and evaluating dry biomass gain. In the field, the evaluations were conducted at six, 12, 18, 24 and 30 months (for experiments 5 and 6) and at six, 12 and 18 months (for experiment 7). In these experiments, we evaluated the survival of the seedlings, height of the plants and diameter of the stem at soil height. The data obtained were submitted to analysis of variance, mean tests and regression analysis. In conclusion, during the phase of seedling formation, the species is little demanding in S and B, negatively responds to liming, positively responds to phosphate fertilization and does not respond to nitrogen and potassium fertilization. In the field, in general, the species does not respond to the application of P or to liming, and is negatively influenced by the application of elevated doses of nitrogen.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/11238
Publisher: Universidade Federal de Lavras
???metadata.dc.language???: por
Appears in Collections:DCF - Engenharia Florestal - Doutorado (Teses)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
TESE_Aspectos nutricionais do baru (Dipteryx alata Vog.) em casa de vegetação e em campo.pdf2.85 MBAdobe PDFView/Open

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.


View Statistics

 


DSpace Software Copyright © 2002-2010  Duraspace - Feedback