Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DFP - Departamento de Fitopatologia >
DFP - Programa de Pós-graduação >
DFP - Agronomia/Fitopatologia - Doutorado (Teses) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/11245

Título: Acidovorax citruli: genetic analyses and protocol for its detection in seeds
Título Alternativo: Acidovorax citrulli: análises genéticas e protocolo para a sua detecção em sementes
Autor(es): Silva, Gustavo Mateus da
Lattes: http://lattes.cnpq.br/4218020747515976
Orientador: Souza, Ricardo Magela de
Coorientador: Medeiros, Flavio Henrique Vasconcelos de
Coorientador: Walcott, Ron R.
Membro da banca: Duarte, Whasley Ferreira
Membro da banca: Medeiros, Flavio Henrique V. de
Membro da banca: Souza, Sara Maria Chalfoun de
Membro da banca: Figueira, Antônia dos Reis
Assunto: Cucumis melo
Bacterial Fruit Blotch
Multilocus sequence analysis
Pulsed-field gel electrophoresis
Plants - Effect of temperature on
Plants - Survival
Mancha aquosa do fruto
Plantas - Efeito da temperatura
Plantas - Sobrevivência
Data de Defesa: 19-Abr-2016
Data de publicação: 10-Jun-2016
Agência de Fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
Referência: SILVA, G. M. da. Acidovorax citruli: Genetic analyses and protocol for its detection in seeds. 2016. 112 p. Tese (Doutorado em Agronomia/Fitopatologia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2016.
Resumo: A mancha aquosa do fruto, causada pela fitobactéria Gram negativa Acidovorax citrulli, é uma doença com alto poder de destruição e representa uma constante ameaça à produção mundial de melão e melancia. A doença teve o seu primeiro relato no estado da Georgia nos Estados Unidos em meados da década de 60 com o primeiro isolamento do agente etiológico a partir de lesões necróticas em cotilédones de mudas de melancia. A doença, durante muitos anos, foi considerada ser de pouca importância no campo e de ocorrência restrita a mudas em viveiros. No entanto, ao final da década de 80, com o primeiro surto epidêmico da doença nas Ilhas Mariana, foi que o potencial destrutivo da doença no campo foi então conhecido. A partir da década de 90, devido ao transito de sementes contaminadas, a doença expandiu a sua distribuição geográfica e também a sua gama de hospedeiras, com a sua ocorrência em outras cucurbitáceas além da melancia. Até o presente, dados da pesquisa científica suportam a existência de ao menos dois grandes grupos geneticamente distintos nas populações de A. citrulli. No Brasil, o primeiro relato da bacteriose foi em 1991, no estado de São Paulo. Embora já relatada em diversos estados, a mancha aquosa tem sido de maior preocupação aos cultivos de melão na região nordeste, onde concentra-se mais de 80% da produção nacional. Para melhor compreender a variabilidade das populações de A. citrulli no Brasil e, gerar conhecimentos que possam auxiliar o manejo integrado da mancha aquosa, uma coleção de isolados brasileiros de A. citrulli foi caracterizada por pulsed-field gel electrophoresis (PFGE), Multilocus sequence analysis (MLSA) de genes housekeeping e genes associados a virulência e por teste de patogenicidade em diferentes espécies hospedeiras. Adicionalmente, conduziu-se pela primeira vez uma análise comparativa da sequência de DNA genômico de isolados bacterianos, referência dos dois grandes grupos de diversidade genética de A. cirtrulli (grupo I e grupo II). Resultados da análise comparativa entre os isolados mostraram que os isolados do grupo I e II diferem quanto ao tamanho de seus genomas, devido a presença de 8 segmentos de DNA que estão presentes no genoma dos isolados do grupo II e ausentes no grupo I. Investigou-se também o efeito da temperatura como um fator determinante para a adaptação de isolados de A. citrulli. Por último, com o objetivo de reduzir falso-negativos na detecção de A. citrulli em sementes de melão, foi desenhado um novo par de primers específicos para diferentes haplotypes de isolados brasileiros de A. citrulli.
Abstract: Bacterial fruit blotch of cucurbits (BFB), caused by the seed borne Gramnegative bacterium Acidovorax citrulli is a serious threat to cucurbit industry worldwide. Since late 1980`s after devastating outbreaks in watermelon fields in southern United States, BFB has spread worldwide and has been reported in other cucurbit crops such as melon, pumpkin, cucumber and squash. To date, there is evidence for the existence of at least two genetically and pathogenically distinct populations of A. citrulli. In Brazil, the first report of BFB was in 1991, in a watermelon field in São Paulo. Although widespread in the country, BFB has been a major problem to melon production. More precisely, BFB has caused significant yield losses to melon production in northeastern Brazil, which concentrates > 90% of the country`s melon production. Despite the management efforts and the recent advances in A. citrulli research, BFB is still a continuous threat to the cucurbit industry, including seed producers, growers and transplant nurseries. To better understand the population structure of A. citrulli strains in Brazil, and to provide a basis for the integrated management of BFB, we used pulsed-field gel electrophoresis (PFGE), multilocus sequence analysis (MLSA) of housekeeping and virulence-associated genes and pathogenicity tests on different cucurbit seedlings to characterize a Brazilian population of A. citrulli strains from different hosts and regions. Additionally, we conducted for the first time a comparative analysis of the A. citrulli group I and II population at genomic level and showed that these two groups differ on their genome sizes due to the presence of eight DNA segments, which are present in group II and absent in group I genomes. We also provide the first evidence to suggest that temperature might be a driver in the ecological adaptation of A. citrulli populations under nutrient-rich or -depleted conditions. Finally, in order to improve the routine detection of A. citrulli on melon seedlots, we designed a new primer set that is able to detect the different Brazilian haplotypes, thus minimizing the risk of false-negatives on PCR-based seed health testing.
Informações adicionais: Arquivo retido a pedido do(a) autor(a) até junho de 2017.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/11245
Publicador: Universidade Federal de Lavras
Idioma: eng
Aparece nas coleções: DFP - Agronomia/Fitopatologia - Doutorado (Teses)

Arquivos neste Item:

Não há arquivos associados para este Item.

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback