Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DFP - Departamento de Fitopatologia >
DFP - Programa de Pós-graduação >
DFP - Agronomia/Fitopatologia - Doutorado (Teses) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/11245

Título: Acidovorax citruli: genetic analyses and protocol for its detection in seeds
Título Alternativo: Acidovorax citrulli: análises genéticas e protocolo para a sua detecção em sementes
Autor(es): Souza, Ricardo Magela de
Medeiros, Flavio Henrique Vasconcelos de
Walcott, Ron R.
Duarte, Whasley Ferreira
Medeiros, Flavio Henrique V. de
Souza, Sara Maria Chalfoun de
Figueira, Antônia dos Reis
Assunto: Cucumis melo
Bacterial Fruit Blotch
Multilocus sequence analysis
Pulsed-field gel electrophoresis
Plants - Effect of temperature on
Plants - Survival
Mancha aquosa do fruto
Plantas - Efeito da temperatura
Plantas - Sobrevivência
Data de publicação: 10-Jun-2016
Publicador: Universidade Federal de Lavras
Referência: SILVA, G. M. da. Acidovorax citruli: Genetic analyses and protocol for its detection in seeds. 2016. 112 p. Tese (Doutorado em Agronomia/Fitopatologia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2016.
Resumo: A mancha aquosa do fruto, causada pela fitobactéria Gram negativa Acidovorax citrulli, é uma doença com alto poder de destruição e representa uma constante ameaça à produção mundial de melão e melancia. A doença teve o seu primeiro relato no estado da Georgia nos Estados Unidos em meados da década de 60 com o primeiro isolamento do agente etiológico a partir de lesões necróticas em cotilédones de mudas de melancia. A doença, durante muitos anos, foi considerada ser de pouca importância no campo e de ocorrência restrita a mudas em viveiros. No entanto, ao final da década de 80, com o primeiro surto epidêmico da doença nas Ilhas Mariana, foi que o potencial destrutivo da doença no campo foi então conhecido. A partir da década de 90, devido ao transito de sementes contaminadas, a doença expandiu a sua distribuição geográfica e também a sua gama de hospedeiras, com a sua ocorrência em outras cucurbitáceas além da melancia. Até o presente, dados da pesquisa científica suportam a existência de ao menos dois grandes grupos geneticamente distintos nas populações de A. citrulli. No Brasil, o primeiro relato da bacteriose foi em 1991, no estado de São Paulo. Embora já relatada em diversos estados, a mancha aquosa tem sido de maior preocupação aos cultivos de melão na região nordeste, onde concentra-se mais de 80% da produção nacional. Para melhor compreender a variabilidade das populações de A. citrulli no Brasil e, gerar conhecimentos que possam auxiliar o manejo integrado da mancha aquosa, uma coleção de isolados brasileiros de A. citrulli foi caracterizada por pulsed-field gel electrophoresis (PFGE), Multilocus sequence analysis (MLSA) de genes housekeeping e genes associados a virulência e por teste de patogenicidade em diferentes espécies hospedeiras. Adicionalmente, conduziu-se pela primeira vez uma análise comparativa da sequência de DNA genômico de isolados bacterianos, referência dos dois grandes grupos de diversidade genética de A. cirtrulli (grupo I e grupo II). Resultados da análise comparativa entre os isolados mostraram que os isolados do grupo I e II diferem quanto ao tamanho de seus genomas, devido a presença de 8 segmentos de DNA que estão presentes no genoma dos isolados do grupo II e ausentes no grupo I. Investigou-se também o efeito da temperatura como um fator determinante para a adaptação de isolados de A. citrulli. Por último, com o objetivo de reduzir falso-negativos na detecção de A. citrulli em sementes de melão, foi desenhado um novo par de primers específicos para diferentes haplotypes de isolados brasileiros de A. citrulli.
Informações adicionais: Arquivo retido a pedido do(a) autor(a) até junho de 2017.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/11245
Aparece nas coleções: DFP - Agronomia/Fitopatologia - Doutorado (Teses)

Arquivos neste Item:

Não há arquivos associados para este Item.

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback