Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DAG - Departamento de Agricultura >
DAG - Programa de Pós-graduação >
DAG - Plantas Medicinais, Aromáticas e Condimentares - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/11249

Título: Potencial antioxidante, mineral, inibitório de enzimas α-amilase e lipoxigenase e composição centesimal de espécies da família Apiaceae
Título Alternativo: Potential antioxidant, mineral, inhibitory activity of α - amylase and lipoxygenase and chemical composition of the species of the family Apiaceae
Autor(es): Souza, Krisnanda Kelly Castro de
Lattes: http://lattes.cnpq.br/1377793013849624
Orientador: Resende, Luciane Vilela
Coorientador: Bertolucci, Suzan Kelly Vilela
Membro da banca: Resende, Luciane Vilela
Membro da banca: Bertolucci, Suzan Kelly Vilela
Membro da banca: Goulart, Patrícia de Fátima Pereira
Assunto: Antioxidante
α-amilase
Lipoxigenase
Minerais
Hortaliças não-convencionais
Antioxidant
α-amylase
Lipoxygenase
Minerals
Unconventional vegetables
Data de Defesa: 13-Abr-2016
Data de publicação: 10-Jun-2016
Agência de Fomento: Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado de Minas Gerais (FAPEMIG)
Referência: SOUZA, K. K. C. de. Potencial antioxidante, mineral, inibitório de enzimas α-amilase e lipoxigenase e composição centesimal de espécies da família Apiaceae. 2016. 105 p. Dissertação (Mestrado em Plantas Medicinais, Aromáticas e Condimentares)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2016.
Resumo: Eryngium foetidum L., Eryngium cf. campestre e Coriandrum sativum L. são hortaliças da família Apiaceae apreciadas devido ao seu sabor peculiar e consumidas, principalmente, no norte e nordeste do Brasil. As hortaliças são fontes ricas em proteínas, vitaminas, fibras, minerais, fenólicos totais e outros bioativos fundamentais para uma saúde equilibrada. Apesar disso, muitas hortaliças estão caindo em desuso pela população, em substituição de alimentos industrializados. O resgate ao consumo dessas espécies é de grande importância, visando seus benefícios nutricionais, antioxidantes e terapêuticos. Neste trabalho foram quantificados os teores de fenólicos, flavonoides e dihidroflavonoides totais por espectrofotometria de absorção molecular no ultravioleta. O potencial antioxidante total também foi avaliada, utilizando cinco metodologias de ensaios in vitro: teste de Capacidade Antioxidante Total, sequestro de radicais DPPH e ABTS, Poder Redutor e Poder Quelante. Também foi avaliado o poder inibidor das enzimas α-amilase e lipoxigenase dos extratos. Todas as espécies apresentaram teores significativos em fenólicos, flavonóides e dihidroflavonoides totais em sua composição. Todos os tratamentos apresentaram atividade antioxidante de 50% com exceção das folhas de E. cf. campestre, C. sativum e brácteas de E. foetidum em DPPH e brácteas de E. foetidum em ABTS. Todos os tratamentos também apresentaram 50% de atividade de inibição da enzima lipoxigenase. Em α-amilase somente as folhas de E. cf. campestre e C. sativum apresentaram IC50. Avaliou-se a composição fitoquímica, visando conhecer o potencial nutricional de hortaliças da família Apiaceae, denominadas não-convencionais: Eryngium foetidum L., Eryngium cf. campestre; e convencionais: Coriandrum sativum L. Na análise da composição centesimal Coriandrum sativum L. apresentou os maiores teores em proteínas. As folhas de Eryngium foetidum L. exibiram valores superiores às demais espécies em fibra alimentar, enquanto que Eryngium cf. campestre se destacou com resultados superiores em lipídios. Com relação aos minerais analisados, as folhas de Eryngium cf. campestre expressaram resultados superiores às demais em N, Ca, Mg, S e Cu. A quantidade de ferro destacou-se em folhas de E. foetidum, enquanto que P, K, Mn, Zn e B foram mais expressivos nas folhas de C. sativum. Concluiu-se que os teores de compostos fenólicos totais encontrados nessas hortaliças, caracterizam-nas pelo seu elevado potencial antioxidante e de inibição das enzimas lipoxigenases e α-amilase. Seus teores proteicos e de minerais as enquadram como espécies que podem ser utilizadas como fonte nutricional na preparação de outros alimentos, podendo o seu consumo regular trazer benefícios à saúde humana.
Abstract: Eryngium foetidum L., Eryngium cf. campestre and Coriandrum sativum L. are Apiaceae family vegetable appreciated due to its peculiar flavor and consumed mainly in the north and northeast of Brazil. The vegetables are rich in protein, vitamins, fiber, minerals, total phenolics and other essential bioactives for a balanced health. Nevertheless, many vegetables are falling into disuse by the population, instead of processed foods. The rescue consumption of these species is very important, aiming at their nutritional, therapeutic and antioxidant benefits. In this study, was quantified the levels of total phenolic, flavonoids and dihidroflavonoides by molecular absorption spectrophotometry in the ultraviolet. The total antioxidant capacity was also evaluated using five methodologies of in vitro assays: test Total Antioxidant Capacity (TAC), scavenging of DPPH and ABTS radical, Power Reducing and Power Chelating. It was also evaluated the power inhibitor of α-amylase and lipoxygenase extracts. All species showed significant levels of total phenolics, flavonoids and dihidroflavonoides in its composition. All treatments showed antioxidant activity of 50% except the sheets of E. cf. campestre, C. sativum and bracts of E. foetidum in DPPH and bracts of E. foetidum in ABTS. All treatments also exhibited 50% inhibition activity of the enzyme lipoxygenase.In α-amylase only the leaves of E. cf. campestre and C. sativum showed IC50. It was evaluate the phytochemical composition, aiming to meet the nutritional potential of Apiaceae family vegetables, called unconventional: Eryngium foetidum L., Eryngium cf. campestre; and conventional: Coriandrum sativum L. At the centesimal composition analysis Coriandrum sativum L. presented the highest levels of protein. The leaves of Eryngium foetidum L. exhibited higher values than other species in dietary fiber, while Eryngium cf. campestre detach with superior results in lipids. About the analyzed minerals, the leaves of Eryngium cf. campestre expressed results superior to the other in N, Ca, Mg, S and Cu. The amount of iron highlighted in sheets of E. foetidum, whereas P, K, Mn, Zn and B were most significant on leaves of C. sativum. It was concluded that the levels of total phenolic compounds found in these vegetables, characterize them for its high potential in the antioxidant and inhibition of lipoxygenase and α-amylase enzymes. Their protein and mineral levels classify them as species that can be used as a nutritional source in the preparation of other foods and may their regular consumption bring benefit to human health.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/11249
Publicador: Universidade Federal de Lavras
Idioma: por
Aparece nas coleções: DAG - Plantas Medicinais, Aromáticas e Condimentares - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO_Potencial antioxidante, mineral, inibitório de enzimas α-amilase e lipoxigenase e composição centesimal de espécies da família Apiaceae.pdf2,37 MBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback