Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DCS - Departamento de Ciência do Solo >
DCS - Programa de Pós-graduação >
DCS - Ciência do Solo - Doutorado (Teses) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/11258

Title: Compartimentos de K, Ca e Mg em solos e sua relação com o crescimento inicial, fisiologia e produtividade do eucalipto
Other Titles: Calcium, magnesium and potassium release kinetics and its relation to eucalyptus productivity in soils in the state of Rio Grande do Sul, Brazil
???metadata.dc.creator???: Amaral, Francisco Hélcio Canuto
???metadata.dc.creator.Lattes???: http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4242362Y4
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Curi, Nilton
???metadata.dc.contributor.referee1???: Nóbrega, Júlio César Azevedo
???metadata.dc.contributor.referee2???: Furtini Neto, Antonio Eduardo
???metadata.dc.contributor.referee3???: Lopes, Guilherme
???metadata.dc.contributor.referee4???: Mello, José Marcio de
Keywords: Reserva de macronutrientes
Cinética de liberação
Atividade florestal
Eucaliptocultura
Nutrição mineral de eucalipto
Macronutrient reserve
Release kinetics
Forestry activity
Eucalypt culture
Eucalypt mineral nutrition
???metadata.dc.date.submitted???: 18-Apr-2016
Issue Date: 14-Jun-2016
???metadata.dc.description.sponsorship???: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
Citation: AMARAL, F. H. C. Compartimentos de K, Ca e Mg em solos e sua relação com o crescimento inicial, fisiologia e produtividade do eucalipto. 2016. 123 p. Tese (Doutorado em Ciência do Solo)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2016.
???metadata.dc.description.resumo???: A silvicultura tem crescido de forma contínua e acelerada no Brasil, constituindo uma atividade estratégica para geração de empregos, de renda e de tributos. Os objetivos deste estudo foram: (1) avaliar os teores de K, Ca e Mg nos compartimentos de reserva, não trocável, trocável, disponível e a velocidade de sua liberação, suas correlações e seus efeitos na produtividade (incremento médio anual – IMA - de madeira) de plantios de eucalipto, em sítios florestais cultivados em solos do Estado do Rio Grande do Sul; (2) avaliar o crescimento inicial, a nutrição e aspectos fisiológicos de plantas de eucalipto cultivadas com e sem a adição de fontes minerais de potássio (K), cálcio (Ca) e magnésio (Mg), nos mesmos solos acima. No primeiro estudo, foram avaliados os teores de K, Ca e Mg em extratos de digestão sulfúrica, em ácido nítrico fervente, em cloreto de amônio, em Mehlich-1 (apenas K), em cloreto de potássio (Ca e Mg) e também a velocidade de liberação desses nutrientes nos solos. Já no segundo estudo, foram avaliadas, em condiçõs controladas, variáveis de crescimento, aspectos nutricionais, taxa fotossintética (A) e taxa de transpiração das plantas (E) crescidas em solos distintos. A grande maioria dos compartimentos de K, Ca e Mg apresentam correlações significativas entre si, expressando a dependência que existe entre os mesmos e evidenciando a importância da avaliação dos teores desses nutrientes nos diferentes compartimentos para adequar o manejo nutricional das plantas em cada classe de solo e para obtenção de produções contínuas, minimizando os impactos negativos ao meio ambiente. A produtividade (IMA) de madeira de eucalipto correlacionou-se de forma positiva e significativa com os teores de K, Ca e Mg presentes nos diferentes compartimentos, principalmente entre a reserva e a cinética de liberação de K, Ca e Mg, nas duas profundidades, expressando a importância destes para a produção de árvores plantadas, especialmente para as espécies vegetais de ciclo mais longo, no qual sua liberação a médio e longo prazos se torna importante. Plantas cultivadas em solos que possuem maiores reservas, disponibilidade e cinética de liberação de K, Ca e Mg, apresentaram altura (H), diâmetro de caule (DC) e massa seca de parte aérea (MSR) similares, com ou sem adubação com K, Ca e Mg. As plantas apesentaram maior teor foliar e acúmulo de K em todos os solos adubados com K, Ca e Mg. No entanto, a eficiência de uso deste nutriente foi superior em plantas cultivadas em solos sem adubação. A adubação com K, Ca e Mg promoveu redução na taxa fotossintética (A) e taxa de transpiração de plantas cultivadas em solos que possuem menor reserva e disponibilidade destes nutrientes.
Abstract: Forestry has grown in a continuous and accelerated manner in Brazil, constituting a strategic activity for the generation of employment, income and tributes, favoring social and economic development of Brazilian agribusiness. The objectives of this study were: (1) evaluate the contents of K, Ca and Mg in the reserve compartments, non-interchangeable, interchangeable, available and the speed of its release, its correlations and its effects over productivity (annual average increment – AAI) of eucalyptus plantations, in forest sites cultivated in soils of the state of Rio Grande do Sul; (2) evaluate the initial growth, nutrition and physiological aspects of eucalyptus plants, cultivated with and without the addition of mineral sources of potassium (K), calcium (Ca) and magnesium (MG), in soils obtained from forest sites in the state of Rio Grande do Sul. In the first study, contents of K, Ca and Mg were evaluated in sulfuric digestion extract, boiling nitric acid, ammonium chloride, Mehlich-1 (only K), potassium chloride (Ca and Mg), as well as the release speed of these nutrients in the soil. In the second study, growth variables, nutritional aspects, photosynthetic rate (A) and transpiration rate of the plants (E) grown in distinct soils were evaluated under controlled conditions. The contents of K, Ca and Mg varied between compartments and depths in the studied soil classes, with the highest proportions found in the reserve compartment, indicating the importance of this compartment for the supplement of these nutrients at average and long terms. The great majority of K, Ca and Mg compartments presented significant correlations between each other, showing the dependence between them and the importance of evaluating the contents of these nutrients in the different compartments to adapt the nutritional management of the plants to each soil class, and to obtain continuous productions, minimizing the negative effects to the environment. Plants cultivated in soils that present larger reserves, availability and K, Ca and Mg release kinetics, presented similar height (H), stem diameter (SD) and shoot dry mass (SDM), with or without fertilization with K, Ca and Mg. The plants presented higher leaf content and accumulation of K in all soils fertilized with K, Ca and Mg.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/11258
Publisher: Universidade Federal de Lavras
???metadata.dc.language???: por
Appears in Collections:DCS - Ciência do Solo - Doutorado (Teses)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
TESE_Compartimentos de K, Ca e Mg em solos e sua relação com o crescimento inicial, fisiologia e produtividade do eucalipto.pdf1.64 MBAdobe PDFView/Open

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.


View Statistics

 


DSpace Software Copyright © 2002-2010  Duraspace - Feedback