Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DQI - Departamento de Química >
DQI - Artigos publicados em periódicos >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/11272

Title: Recuperação e aplicação do dicromato de potássio proveniente do resíduo de sulfocrômica
Other Titles: Recovering and applying potassium dichromate from sulphochromic waste
???metadata.dc.creator???: Souza, T. M.
Saczk, Adelir Aparecida
Magriotis, Zuy Maria
Pereira, R. A.
Pinto, F. M.
Ferreira, A. F. F.
Andrade, T. C.
Keywords: Chemical waste
Cooling crystallization
Speciation
Soil organic matter
Resíduo químico
Especiação
Cristalização por refrigeração
Matéria orgânica em solo
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Issue Date: 16-Jun-2016
Citation: SOUZA, T. M. et al. Recuperação e aplicação do dicromato de potássio proveniente do resíduo de sulfocrômica. Revista Virtual de Química, [S.l.], v. 6, n. 2, p. 453-466, 2014.
???metadata.dc.description.resumo???: Um procedimento simples para a recuperação do dicromato de potássio (K2Cr2O7 ) a partir do tratamento da solução residual de sulfocrômica foi proposta neste trabalho por meio do processo de cristalização por refrigeração. A diminuição da temperatura favoreceu a cristalização do K2Cr2O7 devido à diminuição da solubilidade. Foram tratados 5,0 L de resíduo de sulfocrômica com concentração de 48,08 g L-1 de Cr(VI) e a cristalização foi realizada em três etapas até que não houvesse mais a formação dos cristais. Em cada etapa foram determinadas as concentrações de Crtotal por espectrometria de absorção atômica de chama e Cr(VI) pelo método espectrofotométrico com 1,5-difenilcarbazida, o que resultou na remoção de 91% e 92% de Crtotal e Cr(VI), respectivamente. Após a última etapa, o Cr(VI) remanescente na solução foi reduzido a Cr(III) pela adição de NaHSO3 , recuperando via precipitação em pH 8 cerca de 36,13 g de Cr(OH)3 . O sobrenadante final foi descartado, pois as concentrações de cromo estavam abaixo do limite máximo estabelecido pela legislação brasileira para lançamento de efluentes, que são de 0,10 e 1,0 mg L-1 de Cr(VI) e Cr(III), respectivamente. 628,4 g de K2Cr2O7 foram recuperados e o sal caracterizado por difratometria de raio-X e análise térmica diferencial. Foi comparada sua aplicabilidade frente ao K2Cr2O7 padrão, na determinação de matéria orgânica em solo, na qual não houve diferença significativa, inferindo que o composto recuperado pode ser incorporado nas análises de rotina. Este processo de recuperação permitiu a reutilização do K2Cr2O7 , reduzindo custos com a aquisição de novos reagentes e os impactos ambientais pelo descarte inadequado de soluções contendo sulfocrômica.
Abstract: A simple procedure for recovering potassium dichromate (K2Cr2O7 ) from treatment of residual sulphochromic solution was proposed in the present work by means of cooling crystallization. The decrease of temperature favored the crystallization of K2Cr2O7 due to the decrease of solubility. 5.0 L of sulphochromic wastes containing 48.08 g L-1 of Cr(VI) were treated and the process of crystallization was performed in three steps until crystals were not formed anymore. On each step the content of Crtotal was determined by flame atomic absorption spectrometry and Cr(VI) by colorimetric method with 1,5- diphenylcarbazide, resulting in the removal of 91% and 92% of Crtotal and Cr(VI), respectively. After the last step, the remaining Cr(VI) in the solution was reduced to Cr(III) from the addition of NaHSO3 , recovering via precipitation in pH 8 approximately 36.13 g of Cr(OH)3 . The final supernatant was discarded since chromium content was below the maximum limit established by the Brazilian legislation for effluents discharge, which corresponds to 0.10 and 1.0 mg L-1 of Cr(VI) and Cr(III), respectively. 628.4 g of K2Cr2O7 were recovered and the salt was characterized by X-ray diffraction and differential thermal analysis. Its applicability was compared to the standard K2Cr2O7 when determining the soil organic matter, in which there was no significant difference, thus inferring that the recovered compound may be incorporated on routine analyses. This recovering process allowed the reuse of K2Cr2O7 , thus reducing costs with the acquisition of new reagents and environmental impacts caused by the inadequate discard of sulphochromic solutions.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/11272
???metadata.dc.language???: pt_BR
Appears in Collections:DQI - Artigos publicados em periódicos

Files in This Item:

File Description SizeFormat
ARTIGO_Recuperação e aplicação do dicromato de potássio proveniente do resíduo de sulfocrômica.pdf770.66 kBAdobe PDFView/Open

This item is licensed under a Creative Commons License
Creative Commons

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.


View Statistics

 


DSpace Software Copyright © 2002-2010  Duraspace - Feedback