Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DAG - Departamento de Agricultura >
DAG - Programa de Pós-graduação >
DAG - Agronomia/Fitotecnia - Doutorado (Teses) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/11359

Título: Reação de Genótipos de Phaseolus vulgaris a Nematoides das galhas de clima tropical e temperado
Autor(es): Oliveira, Márcia Souza de
Orientador: Gomes, Luiz Antônio Augusto
Membro da banca: Gonçalves, Luciano Donizete
Membro da banca: Resende, Luciane Vilela
Membro da banca: Ferreira, Sindynara
Membro da banca: Gomes, Matheus de Souza
Assunto: Nematoide das galhas
Feijão - Resistência
Feijão vagem
Root-knot nematodes
Bean - Resistance
Snap-beans
Data de Defesa: 29-Fev-2016
Data de publicação: 12-Jul-2016
Agência de Fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes)
Referência: OLIVEIRA, M. S. de. Reação de Genótipos de Phaseolus vulgaris a Nematoides das galhas de clima tropical e temperado. 2016. 85 p. Tese (Doutorado em Agronomia/Fitotecnia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2016.
Resumo: A espécie Phaseolus vulgaris está sujeita, durante seu ciclo, ao ataque de diversos patógenos de solo e de parte aérea, que podem causar doenças na planta, levando à queda na produtividade. Os nematoides formadores das galhas são considerados um dos principais patógenos responsáveis pela baixa produtividade em lavouras de feijão comum e feijão vagem. Podendo causar danos tanto em locais de clima tropical como em locais de clima temperado, o nematoide das galhas é um patógeno de difícil controle. Entre as práticas de controle dos nematoides está o uso de cultivares resistentes. Assim, foram conduzidas duas atividades de pesquisa nesse trabalho. Na primeira, o objetivo foi conhecer a reação de 64 genótipos de P. vulgaris quanto aos nematoides das galhas Meloidogyne. incognita raça 1 e M. javanica. Para M. incognita raça 1 foram considerados resistentes os genótipos Aporé, VP-25 e BRS Valente. Para M. javanica foi resistente somente a cultivar Aporé. Os genótipos Ouro Vermelho, Radiante e CNFP 10793 apresentaram bons resultados de resistência tanto a M. incognita Raça 1 quanto a M. javanica, podendo, juntamente com a cultivar Aporé, servir como fontes de resistência a esses nematoides. Na segunda atividade, objetivou-se estudar a reação de nove genótipos de P. vulgaris quanto aos nematoides M. chitwood de clima temperado e ao M. enterolobii de clima tropical e, estudar o mecanismo de resistência frente aos nematoides tropicais M. javanica e M. incognita. Para M. chitwood as cultivares Aporé, BRS Campeiro, CVIII 2, EMB 4, Macarrão Rasteiro, Talismã e VR 18 mostraram-se altamente resistentes. Já para M. enterolobii, apenas as cultivares VR 18 e Aporé apresentaram um bom resultado quando comparado ao controle suscetível. O desenvolvimento da espécie Meloidogyne javanica dentro das raízes é mais lento do que da espécie Meloidogyne incognita. Para ambas as espécies de nematoides M javanica e M. incognita, as cultivares VR 18, Talismã e Aporé obtiveram bom desempenho podendo serem utilizados em programas de melhoramento de P. vulgaris. Aporé foi considerada uma possível cultivar armadilha.
Abstract: Along cycle of Phaseolus vulgaris, some soil pathogens attacks can occur, resulting in diseases that can drop the productivity. The root-knot nematodes are considered one of the main pathogens responsible for low productivity in common bean crops and snap bean. This soil pathogens can damage both in tropical and temperate climates, being a difficult control. Among the control practices of nematodes is the use of resistant cultivars as the more efficient. In this sense, we conducted two research activities in this work. The first had as goal a screening of the reaction of 64 genotypes of P. vulgaris against root-knot nematodes Meloidogyne incognita race 1 and M. javanica. To M. incognita race 1 were considered resistant bean genotypes Aporé, VP-25 and BRS Valente. Only Aporé was resistant to M. javanica. Ouro Vermelho, Radiante and HFFS 10793 had good resistance results to both M. incognita race 1 and M. javanica, suggesting that they are able, along with Aporé, to serve as resistance sources of these nematodes. In the second work we aimed to study the reaction of nine genotypes of P. vulgaris against the temperate nematode M. Chitwood and the tropical nematode M. enterolobii and also study the mechanism of resistance facing the tropical nematode M. javanica and M . incognita. The cultivars Aporé, BRS Campeiro, CVIII 2, EMB 4, Macarão Rasteiro, Talismã and VR 18 were highly resistant to M. Chitwood. For M. enterolobii, only VR 18 and Aporé cultivars showed a good result when compared to the susceptible control. Our results suggest that the development of M. javanica in the bean roots is slower than the species M. incognita. For both species of nematodes M javanica and M. incognita, cultivars VR 18, Talismã and Aporé had a good performance and can be used in P. vulgaris breeding programs. Aporé was considered a possible trap genotype to root-knot nematodes.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/11359
Publicador: Universidade Federal de Lavras
Idioma: por
Aparece nas coleções: DAG - Agronomia/Fitotecnia - Doutorado (Teses)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
TESE_Reação de Genótipos de Phaseolus vulgaris a Nematoides das galhas de clima tropical e temperado.pdf827,87 kBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback