Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DMV - Departamento de Medicina Veterinária >
DMV - Programa de Pós-graduação >
DMV - Ciências Veterinárias - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/11390

Título: Avaliações de efeitos decorrentes de alterações energéticas da dieta em tilápia do Nilo (Oreochromis niloticus) em período reprodutivo
Título Alternativo: Assesments effects arising out of energy diet changes in Nile tilapia (Oreochromis niloticus) in reproductive period
Autor(es): Braz, Mirian Silvia
Lattes: http://lattes.cnpq.br/1185292937520288
Orientador: Rosa, Priscila Vieira
Membro da banca: Seixas, Josilene Nascimento
Membro da banca: Murgas, Luis David Solis
Membro da banca: Naves, Luciana de Paula
Assunto: Peixe – Histologia
Peixe – Nutrição
Hematologia
Fishes – Histology
Fishes – Nutrition
Hematology
Data de Defesa: 22-Abr-2016
Data de publicação: 24-Jun-2016
Agência de Fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Referência: BRAZ, M. S. Avaliações de efeitos decorrentes de alterações energéticas da dieta em tilápia do Nilo (Oreochromis niloticus) em período reprodutivo. 2016. 51 p. Dissertação (Mestrado em Ciências Veterinárias)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2016.
Resumo: Este estudo avaliou os efeitos de níveis de energia digestível sobre parâmetros hematológicos, histologia de fígado e as concentrações de leptina na gordura visceral, fígado, ovário e plasma em fêmeas de tilápia do Nilo (Oreochromis niloticus) da variedade UFLA em primeiro ciclo reprodutivo. Um número total de 60 reprodutores de tilápia do Nilo; 45 fêmeas e 15 machos com peso médio de 79,17 ± 15,12 g e 82,6 ± 10,98 g, respectivamente, foram utilizados em um delineamento inteiramente casualizado com cinco tratamentos e três repetições, sendo quatro peixes por repetição. Os peixes foram selecionados, identificados com microchips e distribuídos nos tanques na proporção de um macho para três fêmeas. Os peixes foram alimentados durante 60 dias com dietas isoproteicas (38%) e com cinco níveis de energia digestível (3.200, 3.400, 3.600, 3.800 e 4.000 kcal/kg de ração). O sangue foi coletado por punção da veia caudal com seringa contendo EDTA e utilizado para os esfregaços sanguíneos, hematócrito, contagem total de hemácias, trombócitos e leucócitos, contagem diferencial de leucócitos, determinação da glicose e da proteína plasmática total. A quantificação dos níveis de leptina no plasma e nos tecidos foi realizada por kit colorimétrico pela técnica de ELISA. Análise histológica convencional por hematoxilina e eosina (HE), avaliação de triglicerídeos com a coloração de Sudan III e de glicogênio com ácido periódico de Schiff (PAS) foram realizadas no tecido hepático. Não foram observadas diferenças significativas (p>0,05) nos valores hematológicos, de glicose e proteína total no plasma, no entanto, foi verificada trombocitopenia em todos os peixes do experimento. As concentrações de leptina encontradas na gordura visceral dos peixes alimentados com a dieta de 3.200 kcal/kg foram mais altas comparadas a outras dietas experimentais (p<0,05). Não foram observadas diferenças (p>0,05) nas concentrações de leptina (ng/ml) encontradas no ovário e no fígado. O kit de ELISA utilizado não detectou concentrações de leptina no plasma. As lesões microscópicas mais graves no parênquima hepático, vacuolização citoplasmática, infiltração de células inflamatórias, necrose e congestão de vasos sanguíneos, as maiores porcentagens de inclusões lipídicas no parênquima hepático (p<0,05) e os maiores diâmetros (μm) das gotículas lipídicas (p<0,05) foram observados nos peixes que receberam dietas com 3.600, 3.800 e 4.000 kcal/kg. Diante disso, sugere-se o nível de energia digestível de 3.400 kcal/kg nas dietas para tilápia fêmea em período reprodutivo.
Abstract: This study evaluated the effects of digestible energy levels for hematology parameters, liver histology and leptin concentrations in visceral fat, liver, ovary and plasma in female Nile tilapia (Oreochromis niloticus), UFLA strain in its first reproductive cicle. A total of 60 Nile tilapia broodstock; 45 females and 15 males with an average weight of 79.17 ± 15.12 g and 82.6 ± 10.98 g, respectively, were used in a completely randomized design with five treatments and three replications, being four fishes by repetition. Fish were selected, identified with microchips and distributed in tanks in the ratio of one male to three females. The fish were fed for 60 days with isoproteic diets (38%) containing five digestible energy levels (3,200; 3,400; 3,600; 3,800 and 4,000 kcal/kg diet). The blood was collected by puncture of the tail vein with syringe containing EDTA and used for blood smears, hematocrit, total count of red blood cells, thrombocytes and leukocytes, differential leukocyte count, determination of glucose and total plasma protein. Quantification of leptin in the plasma and tissues was performed by colorimetric ELISA kit. Conventional histological analysis by hematoxylin and eosin (HE), evaluation of triglycerides with the color of Sudan III and glycogen with periodic acid-Schiff (PAS) were performed in liver tissue. No significant difference was observed (p>0.05) in hematological values, glucose and total protein in plasma, however, thrombocytopenia was observed in all experimental fish. Leptin concentrations found in the visceral fat in fishes fed with diet 3,200 kcal/kg were higher compared to the other experimental diets (p<0.05). There were no differences (p>0.05) in leptin concentrations (ng/ml) in ovarian and liver. The ELISA technique used not detected leptin concentrations in plasma. The most severe microscopic lesions in the hepatic parenchyma, cytoplasmic vacuolation, inflammatory cell infiltration, necrosis, and congestion of blood vessels, the highest rates of lipid inclusions in hepatic parenchymal (p<0.05) and larger diameters (um) of lipid droplets (p<0.05) in liver were observed in the fish fed diets with 3,600; 3,800 and 4,000 kcal/kg. Therefore, it is suggested that the digestible energy level of 3,400 kcal/kg in diet for Nile tilapia female in reproductive period.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/11390
Publicador: Universidade Federal de Lavras
Idioma: por
Aparece nas coleções: DMV - Ciências Veterinárias - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO_Avaliações de efeitos decorrentes de alterações energéticas da dieta em tilápia do Nilo (Oreochromis niloticus) em período reprodutivo.pdf782,61 kBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback