Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DEG - Departamento de Engenharia >
DEG - Programa de Pós-graduação >
DEG - Engenharia Agrícola - Doutorado (Teses) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/11513

Título: Ambiente termoacústico, qualidade do ar e bem-estar de suínos em instalações com diferentes tipologias de baias
Título Alternativo: Thermoacoustic environment, air quality and welfare of pigs in facilities with different types of stalls
Autor(es): Cecchin, Daiane
Lattes: http://lattes.cnpq.br/6666655331177147
Orientador: Campos, Alessandro Torres
Coorientador: Sousa, Francine Aparecida
Coorientador: Schiassi, Leonardo
Membro da banca: Sousa, Francine Aparecida
Membro da banca: Schiassi, Leonardo
Membro da banca: Cruz, Vasco Manuel Fitas da
Membro da banca: Yanagi Junior, Tadayuki
Assunto: Suíno – Comportamento
Suíno – Instalações
Conforto térmico
Amônia
Dióxido de carbono
Poluição sonora
Modelo computacional
Lógica Fuzzy
Swine – Behavior
Swine – Housing
Thermal comfort
Ammonia
Carbon dioxide
Noise pollution
Computational models
Fuzzy logic
Data de Defesa: 14-Jun-2016
Data de publicação: 3-Ago-2016
Agência de Fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
Referência: CECCHIN, D. Ambiente termoacústico, qualidade do ar e bem-estar de suínos em instalações com diferentes tipologias de baias. 2016. 132 p. Tese (Doutorado em Engenharia Agrícola)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2016.
Resumo: Os objetivos do presente trabalho foram: avaliar a qualidade do ar, por meio das concentrações de gases, do ambiente térmico e da pressão sonora (ao nível do animal e do trabalhador), bem como desenvolver e testar um modelo matemático computacional, com base na teoria dos conjuntos fuzzy, para predizer o conforto térmico a partir da temperatura superficial e frequência respiratória dos suínos em função da idade dos animais e o índice de temperatura e umidade (ITU). O conforto térmico foi avaliado por meio dos dados ambientais, cálculo do Índice de Temperatura e Umidade (ITU), Índice de Temperatura do Globo e Umidade (ITGU) e entalpia (h) do ambiente. Foi avaliada também a pressão sonora média de ruídos (em dB (A)). Foram feitas medições das concentrações instantâneas de amônia (NH3), dióxido de carbono (CO2) ao nível dos suínos na fase de crescimento e terminação e a 1,50 m do solo no interior de três diferentes baias, em instalações de crescimento e terminação de suínos; sendo: baia com lamina d’ água, baia com piso parcialmente vazado nas extremidades e baia com piso parcialmente vazado no centro e nas extremidades. Observou-se que a baia com lâmina d’água foi a que apresentou o maior valor médio de concentração de NH3. Embora havendo diferenças significativas entre as baias nas concentrações de CO2, os valores encontrados estão dentro dos limites permitidos pelas normas brasileiras, assim presumindo-se que as instalações não ocasionam desconforto em relação aos níveis de CO2. A baia com lâmina d’água demonstrou proporcionar um possível desconforto, com nível de concentração de NH3 acima de valores que já podem acarretar problemas aos animais, de acordo com o preconizado pela literatura. Não foi observada influência do tipo de piso da baia sobre a pressão sonora em nenhum horário. Para elaboração da modelagem, foram usados os dados do ambiente térmico (ITU) e respostas fisiológicas (Temperatura Superficial (TS) e Frequência Respiratória (FR)), sendo definidas, como variáveis de entrada a idade dos animais (dias) e o índice de temperatura e umidade (ITU), por se tratarem de variáveis que influenciam diretamente na respostas fisiológicas dos animais. O modelo fuzzy desenvolvido em função da idade dos suínos e do ITU mostrou-se adequado para a predição da resposta frequência respiratória de suínos na fase de crescimento, para diferentes tipos de piso, apresentando baixo desvio-padrão e correlação considerável para essa variável com os dados medidos durante a condução do experimento de campo, podendo ser utilizado como ferramenta de controle do ambiente térmico em instalações comerciais de produção.
Abstract: The objectives of this study were to evaluate the quality of air based on gas concentration, thermal environment, and sound pressure (at animal and worker levels), and to develop and test a computational mathematical model based on fuzzy set theory to predict thermal comfort based on surface temperature and respiratory rate of the pigs. The predictions were to be derived from the age of the animals and the temperature and humidity index (THI). Thermal comfort was evaluated by means of environmental data, calculation of the temperature and humidity index (THI), Globe Temperature and Humidity Index (BGHI) and enthalpy (h) of the environment. The evaluation was also based on the average sound pressure of noise (in dB(A)). Measurements of the instantaneous concentrations of ammonia (NH3) and carbon dioxide (CO2) were taken at the level of the pigs and at 1.50 m above ground, inside three different stalls for growing and finishing pigs, them being: stall with water depth, stall with floor partially leaked on the ends and stall with floor partially leaked on the ends and in the center. We observed that the stall with water depth presented the highest average concentration of NH3. Despite was a significant difference in CO2 concentrations, the values of CO2 found are within the limits allowed by Brazilian standards, thus indicating that the facilities do not cause discomfort in relation to CO2 levels. The stall with water depth allowed a level of discomfort regarding NH3 concentration above the values that can cause problems to the animal, based on recommendations from literature. The type of the stall floor appeared to have no influence over the sound pressure at any time. To prepare the fuzzy, we used data of the thermal environment (THI) and physiological responses (Surface Temperature (ST) and respiratory rate (RR)), defining the age of the animals (in days) and temperature and humidity index (THI) as input variables, given that these variables directly influence the physiological responses of the animals. The fuzzy model developed based on the age of the pigs and the THI was adequate for predicting the response of respiratory rate of pigs in growth phase, considering different types of flooring. There was a low standard deviation and significant correlation of this variable with the data measured during the conduction of the field experiment. The model can be used as a tool to control the thermal environment in commercial production facilities.
Informações adicionais: Arquivo retido a pedido da autora até julho de 2017.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/11513
Publicador: Universidade Federal de Lavras
Idioma: por
Aparece nas coleções: DEG - Engenharia Agrícola - Doutorado (Teses)

Arquivos neste Item:

Não há arquivos associados para este Item.

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback