Use este identificador para citar ou linkar para este item: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/11541
Título : Desenvolvimento vegetativo de plantas de café arábica enxertadas sobre café robusta e submetidas à reposição hídrica
Título(s) alternativo(s): Vegetative development of arabica coffee plants grafted onto robusta coffee, subjected to water replacement
Autor: Miranda, Wezer Lismar
Guimarães, Rubens José
Magalhães, Pedro Bueno
Colombo, Alberto
Oliveira, Polyanna Mara de
Palavras-chave: Café – Enxertia
Café – Irrigação
Coffee – Grafting
Coffee – Irrigation
Coffea arábica
Coffea canephora
Publicador: Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária
Data da publicação: 25-Nov-2011
Referência: MIRANDA, W. L. et al. Desenvolvimento vegetativo de plantas de café arábica enxertadas sobre café robusta e submetidas à reposição hídrica. Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v. 46, n. 12, p. 1618-1624, dez. 2011.
Resumo : O objetivo deste trabalho foi avaliar o crescimento de plantas de café arábica (Coffea arabica) enxertadas sobre café robusta (C. canephora), submetidas a diferentes níveis de reposição de água. O experimento foi realizado em Lavras, MG, em delineamento experimental de blocos ao acaso, em arranjo fatorial 2x2x5, com quatro repetições. Foram feitas avaliações em: duas cultivares de C. arabica – Catuaí IAC-99 e Topázio MG-1190 –, dois tipos de plantas – pé-franco e enxertadas sobre C. canephora 'Apoatã IAC-2258' – e cinco níveis de reposição de água – testemunha sem irrigação e quatro coeficientes de cultura, nos valores 0,2, 0,3, 0,4 e 0,5, do plantio até 24 meses, e 0,4, 0,6, 0,8 e 1,0, de 24 a 29 meses –. Utilizou-se turno de rega fixo, com irrigações às terças e às sextas-feiras. Foram avaliados: altura de plantas, diâmetro de copa e diâmetro de caule. Cafeeiros enxertados têm menor crescimento em comparação aos de pé-franco, no período de implantação da lavoura. A substituição do sistema radicular de C. arabica por C. canephora não altera a resposta das plantas à irrigação.
Abstract: The objective of this work was to evaluate the vegetative growth of Arabica coffee (Coffea arabica) plants grafted onto robusta coffee (C. canephora), subjected to different levels of water replacement. The experiment was carried out in Lavras, MG, Brazil, in a complete randomized block design, with a 2x2x5 factorial arrangement and four replicates. Evaluations were done for: two cultivars of C. arabica – Catuaí IAC-99 and Topázio MG-1190 –, two types of plants – ungrafted and grafted onto C. canephora 'Apoatã IAC-2258' –, and five levels of water replacement – the control without irrigation, and four crop coefficients with values of 0.2, 0.3, 0.4, and 0.5 from planting to 24 months, and of 0.4, 0.6, 0.8, and 1.0 from 24 to 29 months –. A fixed watering shift was used, with irrigations on Tuesdays and on Fridays. Plant height, and crown and stem diameters were evaluated. Grafted trees have lower growth compared to the ungrafted ones, during the establishment of the crop. The replacement of the root system of C. arabica by C. canephora does not alter the response of plants to irrigation.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/11541
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DEG - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ARTIGO_Desenvolvimento vegetativo de plantas de café arábica enxertadas.pdf453,66 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons