Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DEG - Departamento de Engenharia >
DEG - Artigos publicados em periódicos >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/11623

Título: Atividade microbiana e produção da lavoura cafeeira após adubação com dejetos líquidos de suínos
Título Alternativo: Microbial activity and production of coffee crops after fertilization with pig slurry
Autor(es): Sousa, Francine Aparecida
Silva, Enilson de Barros
Campos, Alessandro Torres
Gandini, Andrezza Mara Martins
Corrêa, Juliano Miari
Grazziotti, Paulo Henrique
Assunto: Atividade microbiana
Biofertilizante
Carbono da biomassa
Lagoas de estabilização
Resíduos de suínos
Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Data de publicação: 2014
Referência: SOUSA, F. A. et al. Atividade microbiana e produção da lavoura cafeeira após adubação com dejetos líquidos de suínos. Bioscience Journal, Uberlândia, v. 30, n. 4, p. 1041-1049, jul./ago. 2014.
Resumo: Uma alternativa viável para a destinação dos dejetos líquidos de suínos (DLS) é a distribuição como biofertilizantes em solos cultivados, após um adequado tratamento. Este trabalho teve como objetivo avaliar as alterações nos atributos microbianos de um solo cultivado com café após aplicação de diferentes doses de dejetos líquidos de suínos tratados em sistema de lagoas de estabilização em série. O estudo foi realizado na Fazenda Yamaguchi em um Argissolo Vermelho Amarelo no município de Diamantina, Minas Gerais. Os tratamentos foram constituídos de aplicação de 0, 125, 250, 500 kg ha-1 N na forma de efluentes e 250 kg ha-1 de sulfato de amônia (convencional) em solo cultivado com café. As amostras de solo foram coletadas, na camada de 0-10 cm de profundidade, nas seguintes épocas: antes, 30, 60 e 90 dias após a adubação. Foram avaliados a produção do cafeeiro, a respiração basal e o carbono da biomassa microbiana, e determinado o quociente metabólico. As amostras de 60 e 90 dias após a adubação apresentou diferença em relação à amostra controle, favorecendo incrementos na biomassa e na atividade microbiana. Observa-se que a aplicação de 125 kg de N ha ano-1 ano-1 de DLS é a melhor dose, por apresentar produção significativamente equivalente à produtividade de grãos da dosagem de 250 kg de N ha ano-1 de SA. Desse modo, em longo prazo, as aplicações consecutivas de dejetos líquidos de suínos, em solo cultivado com café, tendem a melhorar os atributos microbianos do solo. Os DLS podem ser utilizados junto com a adubação convencional para a cultura do café.
URI: http://www.seer.ufu.br/index.php/biosciencejournal/article/view/21872
http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/11623
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DEG - Artigos publicados em periódicos

Arquivos neste Item:

Não há arquivos associados para este Item.

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback