Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DEG - Departamento de Engenharia >
DEG - Artigos publicados em periódicos >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/11630

Título: Calibração de sondas de capacitância para determinação de umidade em latossolo vermelho distroférrico
Título Alternativo: Calibration of capacitance probes to determine soil moisture in a dystroferric red latosol (Oxisol)
Autor(es): Silva Júnior, João José da
Colombo, Alberto
Scalco, Myriane Stella
Silva, Bruno Montoani
Lima, Pedro Luiz Terra
Assunto: Solos – Umidade
Latossolos
Sonda tipo FDR – Calibração
Soil moisture
Ferralsols
FDR sensor – Calibration
Publicador: Universidade Estadual “Júlio de Mesquita Filho”
Data de publicação: 13-Nov-2013
Referência: SILVA JÚNIOR, J. J. da et al. Calibração de sondas de capacitância para determinação de umidade em latossolo vermelho distroférrico. Irriga, Botucatu, v. 18, n. 4, p. 743-755, out./dez. 2013.
Resumo: Duas sondas de capacitância (PR2/6, Delta-T Devices) foram calibradas para um Latossolo Vermelho Distroférrico, no Campus da UFLA, no município de Lavras – MG. Tubos de acesso foram instalados para monitoramento do conteúdo de água, de modo que abriu-se uma trincheira nas proximidades do tubo para retirada de amostras de solo. Efetuaram-se leituras do equipamento, para intervalos de profundidade de 10, 20, 30, 40, 60 e 100 cm, juntamente com a coleta de amostras de solo para a determinação da umidade volumétrica (v). Para cada uma das profundidades amostradas determinou-se uma equação de calibração. Os maiores ajustes de R2 obtidos foram 0,877 e 0,793 no sensor de 10 cm, os menores R2 obtidos foram 0,312 e 0,415 nos sensores de 100 cm. Os sensores das profundidades de 20, 30 e 40 cm nas duas sondas obtiveram valores de R2 semelhantes nas duas sondas. Os valores dos parâmetros (a1 e a0) da equação de calibração variaram de 4,475 a 10 para a1 e -0,017 a 0,789 para a0 e de 3,818 a 9,160 para a1 e -2,849 a 1,148 para a0 nas sondas 1 e 2 respectivamente. Pode-se concluir que a equação proposta pelo fabricante não se aplica a todos os solos, exigindo assim calibração especifica para cada solo.
Abstract: Two capacitance probes (PR2/6, Delta-T Devices) were calibrated to a Dystroferric Red Latosol (Oxisol) in the Campus of Federal University of Lavras, MG. Access tubes were installed to monitor water content, so that a trench was opened up near the tube to collect soil samples. Equipment readings were performed for depth intervals of 10, 20, 30, 40, 60 and 100 cm, together with soil sample collection in order to determine volumetric water content (v). For each depth sample, a calibration equation was established. The highest adjustments of R2 were 0.877 and 0.793 in the 10 cm sensor, while the lowest adjustments of R2 were 0.312 and 0.415 in the 100 cm sensor. Depth sensors of 20, 30 and 40 cm in the 2 probes had similar R2 values. Values of the parameters (a1 and a0) of the calibration equation ranged from 4.475 to 10 for a1 and -0.017 to 0.789 for a0 ; 3.818 to 9.160 for a1 and -2.849 to 1.148 for a0 in the probes 1 and 2, respectively. The equation proposed by the manufacturer cannot be applied to all soils, therefore specific calibration is required for each soil.
URI: http://revistas.fca.unesp.br/index.php/irriga/article/view/720
http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/11630
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DEG - Artigos publicados em periódicos

Arquivos neste Item:

Não há arquivos associados para este Item.

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback