Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DEN - Departamento de Entomologia >
DEN - Artigos publicados em periódicos >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/11679

Título: Observations on the life cycle and pathogenicity of Heterorhabditis amazonensis (Rhabditida: Heterorhabditidae)
Título Alternativo: Observações sobre o ciclo de vida e a patogenicidade de Heterorhabditis amazonensis (Rhabditida: Heterorhabditidae)
Autor(es): Andaló, Vanessa
Moreira, Grazielle Furtado
Cavalcanti, Ricardo Sousa
Moino Junior, Alcides
Assunto: Nematóides – Patogênese
Infectividade
Nematoda – Pathogenesis
Infectivity
Heterorhabditis amazonensis
Galleria mellonella
Publicador: Sociedade Brasileira de Nematologia
Data de publicação: 19-Mar-2009
Referência: ANDALÓ, V. et al. Observations on the life cycle and pathogenicity of Heterorhabditis amazonensis (Rhabditida: Heterorhabditidae). Nematologia Brasileira, Campinas, v. 33, n. 2, p. 194-197, jun. 2009.
Resumo: Objetivou-se estudar o ciclo de vida de Heterorhabditis amazonensis ‘RSC5’ e a sua patogenicidade sobre Galleria mellonella em condições de laboratório. Para a avaliação da patogenicidade, larvas do inseto (dez por tratamento) foram incubadas a 24 ± 1 °C por três a 16 dias após a aplicação da suspensão de juvenis infectivos (JIs) do nematóide, na concentração de 20 JIs / larva. A mortalidade de larvas determinada foi de 90 %, nas condições experimentais empregadas. Para o estudo do ciclo biológico, procedeu-se da mesma forma, mas utilizando-se as concentrações de 5 ou 400 JI / larva. H. amazonensis apresentou dois ciclos de vida distintos, um curto (216 h) e outro longo (384 h), produzindo duas ou três gerações, respectivamente, conforme a concentração de JIs utilizada. Verificou-se que o ciclo curto foi induzido pela maior concentração (400 JI / larva).
Abstract: This paper deals with the life cycle and the pathogenicity of Heterorhabditis amazonensis ‘RSC5’ to Galleria mellonella, as studied under laboratory conditions. For the evaluation of the pathogenicity, insect larvae (ten per treatment) were incubated at 24 ± 1 °C for three to 16 days after nematode inoculation [20 infective juveniles (IJ) per larva]. The mortality rate of the larvae determined was 90 %. The same basic procedures were adopted in the study of the life cycle, but in this case two different nematode inoculum concentrations (5 or 400 IJ / larva) were used. Heterorhabditis amazonensis underwent either a short (216 h) or a long (384 h) biological cycle, producing two or three generations, respectively, depending on the amount of IJs inoculated into G. mellonella, with the larger inoculum inducing the shorter life cycle.
URI: http://docentes.esalq.usp.br/sbn/nbonline/ol%20332/194-197%20co.pdf
http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/11679
Idioma: en_US
Aparece nas coleções: DEN - Artigos publicados em periódicos

Arquivos neste Item:

Não há arquivos associados para este Item.

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback