Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DAG - Departamento de Agricultura >
DAG - Programa de Pós-graduação >
DAG - Agronomia/Fitotecnia - Doutorado (Teses) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/11729

Title: Fertilizantes nitrogenados de eficiência aumentada e convencionais na cultura do cafeeiro
Other Titles: Nitrogen fertilizers of increased and conventional efficiency in coffee culture
???metadata.dc.creator???: Dominghetti, Anderson William
???metadata.dc.creator.Lattes???: http://lattes.cnpq.br/6634259350577028
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Guimarães, Rubens José
???metadata.dc.contributor.advisor-co1???: Silva, Douglas Ramos Guelfi
???metadata.dc.contributor.referee1???: Pozza, Adélia Aziz Alexandre
???metadata.dc.contributor.referee2???: Castro Júnior, Luiz Gonzaga de
???metadata.dc.contributor.referee3???: Figueiredo, Felipe Campos
???metadata.dc.contributor.referee4???: Botelho, César Elias
Keywords: Volatilização de amônia
Custo de produção do café
Emissão de CO 2 por fertilizantes nitrogenados
NBPT
Ammonium volatilization
Coffee production cost
CO2 emission by nitrogen fertilizer
???metadata.dc.date.submitted???: 29-Jul-2016
Issue Date: 6-Sep-2016
???metadata.dc.description.sponsorship???: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
Citation: DOMINGHETTI, A. W. Fertilizantes nitrogenados de eficiência aumentada e convencionais na cultura do cafeeiro. 2016. 144 p. Tese (Doutorado em Agronomia/Fitotecnia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2016.
???metadata.dc.description.resumo???: Objetivou-se, com este estudo, avaliar a influência do uso de diferentes fertilizantes nitrogenados quanto às perdas de nitrogênio (N) por volatilização de amônia, emissão de dióxido de carbono (CO 2), teores foliares de N, S, Cu e B; pH do solo, produtividade e custo de produção do café. O experimento foi realizado em campo, em área experimental da Universidade Federal de Lavras, Lavras-MG, utilizando-se delineamento em blocos ao acaso com três repetições, durante dois anos (ago. 2013 a jul. 2015). Os tratamentos utilizados foram dez fertilizantes nitrogenados: ureia, sulfato de amônio, ureia dissolvida em água, nitrato de amônio, ureia + cobre (Cu) + boro (B), ureia + polímero aniônico, ureia + enxofre (S) + polímero, ureia + resina, ureia + NBPT e ureia formaldeído, em total equivalente a 450 kg ha -1 de N, parcelados em três aplicações a intervalos de sessenta dias. No primeiro ano, as perdas médias de N por volatilização seguiram a seguinte ordem decrescente: ureia + polímero aniônico (35,8%) > ureia convencional (31,2%) = ureia + S + polímeros (30,9%) > ureia + Cu + B (25,6%) > ureia + NBPT (11,9%) = ureia + resina plástica (8,6%) > ureia dissolvida em água (4,6%) = ureia formaldeído (1,1%) = sulfato de amônio (0,9%) = nitrato de amônio (0,3%). Tanto para os valores de pH quanto para N foliar foram observadas reduções com o decorrer das avaliações, porém, na média final, não houve diferença significativa entre os tratamentos, assim como para os teores foliares de S, Cu e B. Quanto à emissão de CO 2, observou-se variação entre as três adubações, motivadas, principalmente, por fatores edafoclimáticos na área. Na média, verificou-se maior emissão pela ureia, ureia + polímeros aniônicos, ureia + Cu + B, ureia + S + polímeros e ureia + resina. No segundo ano, na média das três adubações, a ordem decrescente das quantidades de N volatilizado foi: ureia + polímero aniônico (41%) = ureia (38%) > ureia + S + polímero (29%) = ureia + NBPT (26%) > ureia Cu + B (17%) = ureia + resina (16%) > ureia dissolvida em água (5%) = sulfato de amônio (1%) = ureia formaldeído (1%) = nitrato de amônio (0,2%). Os menores valores de pH foram obtidos com a utilização do nitrato de amônio, sulfato de amônio e ureia formaldeído nesse ano e os teores foliares de N não foram influenciados pelas maiores perdas de alguns fertilizantes e não houve diferenças entre as fontes quanto aos teores folieres de Cu. Os teores foliares de S foram mais altos com uso do sulfato de amônio. Não houve diferenças significativas entre as produtividades médias do biênio 2015/2016. A utilização do fertilizante ureia + Cu + B proporcionou o menor custo operacional total por hecatre, o fertilizante ureia + resina o maior custo e o fertilizante ureia + NBPT a maior margem líquida.
Abstract: With this study, we aimed at evaluating the influence of the use of different nitrogen fertilizers regarding nitrogen (N) loss by ammonia volatilization; emission of carbon dioxide (CO 2); foliar content of N, S, Cu and B; soil pH; productivity and coffee production cost. The experiment was conducted in an experimental field at the Universidade Federal de Lavras, Lavras, Minas Gerais, Brazil, using a randomized blocks design with three replicates, during two years (from August 2013 to July 2015). The treatments consisted of ten nitrogen fertilizers: urea, ammonium sulfate, urea dissolved in water, ammonium nitrate, urea + copper (Cu) + boron (B), urea + anionic polymer, urea + sulfur (S) + polymer, urea + thermoplastic resin, urea + NBPT, and urea formaldehyde, in a total equivalent to 450 kg ha -1 of N, divided into three applications at intervals of sixty days. During the first year, the average nitrogen loss by volatilization followed the decreasing order: urea + anionic polymer (35.8%) > urea (31.2%) = urea + S + polymer (30.9%) > urea + Cu + B (25.6%) > urea + NBPT (11.9%) = urea + resin (8.6%) > urea dissolved in water (4.6%) = urea formaldehyde (1.1%) = ammonium sulfate (0.9%) = ammonium nitrate (0.3%). For pH values and foliar N, we verified decrease wit h the progression of the evaluations. However, there was no significant difference of the final mean between treatments, as well as for the foliar contents of S, Cu and B. Regarding CO 2 emission, there was variation between all three fertilizations, motiva ted especially by edaphoclimatic factors in the area. In average, we verified higher emission of urea, urea + anionic polymer, urea + Cu + B, urea + S + polymer and urea + resin. During the second year, in the mean of the three fertilizations, the decreasing order of the amount of volatilized N was: urea + anionic polymer (41%) = urea (38%) > urea + S + polymer (29%) urea + NBPT (26%) > urea + Cu + B (17%) = urea + resin (16%) > urea dissolved in water (5%) = ammonium sulfate (1%) = urea formaldehyde (1%) = ammonium nitrate (0.2%). The lowest pH values were obtained with the use of ammonium nitrate, ammonium sulfate and urea formaldehyde, regarding this year, and the foliar contents of N were not influenced by higher losses in some of the fertilizers. In addition, there was no difference between the sources regarding the foliar contents of Cu. The foliar contents of S were higher with the use of ammonium sulfate. There was no significant difference between productivity means of 2015/2016. The use of urea + Cu + B provided lower total operational cost per hectare, fertilizer Urea + resin, the highest cost, and urea + NBPT, the higher net margin.
Description: Arquivo retido a pedido do(a) autor(a) até agosto de 2017.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/11729
Publisher: Universidade Federal de Lavras
???metadata.dc.language???: por
Appears in Collections:DAG - Agronomia/Fitotecnia - Doutorado (Teses)

Files in This Item:

There are no files associated with this item.

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.


View Statistics

 


DSpace Software Copyright © 2002-2010  Duraspace - Feedback