Use este identificador para citar ou linkar para este item: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/11751
Título: Adsorção de corante cristal violeta em cinza de lavador de gases proveniente de atividade agroindustrial
Título(s) alternativo(s): Adsorption dye in violet crystal gray gas washer arising from agro-industrial activity
Autor : Salgado, Hélvia Mara Ribeiro
Lattes: http://lattes.cnpq.br/9746775244804421
Primeiro orientador: Magriotis, Zuy Maria
Primeiro membro da banca: Sackz, Adelir Aparecida
Segundo membro da banca: Sales, Priscila Ferreira de
Palavras-chave: Águas residuais – Purificação
Corantes – Adsorção
Resíduos orgânicos – Reaproveitamento
Sewage – Purification
Coloring matter – Adsorption
Organic wastes – Recycling
Data da publicação: 6-Set-2016
Agência(s) de fomento: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (FAPEMIG)
Referência: SALGADO, H. M. R. Adsorção de corante cristal violeta em cinza de lavador de gases proveniente de atividade agroindustrial. 2016. 110 p. Dissertação (Mestrado Profissional em Tecnologias e Inovações Ambientais)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2016.
Resumo: Neste trabalho, o lodo de lavador de gases gerado durante a produção de fertilizante foi empregado como adsorvente de baixo custo para remoção do corante catiônico cristal violeta (CV) de soluções aquosas. O material foi utilizado em quatro formas diferentes: lavado com água deionizada (LAD), tratado com ácido acético (LAA), tratado com ácido sulfúrico (LAS) e tratado com hidróxido de sódio (LHS). Os materiais foram caracterizados por fluorescência de raios-X (XRF), análise elementar CHN-S, espectroscopia vibracional na região do infravermelho com transformada de Fourier (FTIR), potencial zeta e área superficial específica (BET). O processo de adsorção foi otimizado utilizando metodologia de superfície de resposta desenvolvida pela aplicação de um planejamento fatorial completo com 11 experimentos que considerou os pontos mínimo, médio e máximo de três variáveis independentes: pH, concentração inicial de corante (mg L -1 ) e massa de adsorvente (g), sendo a capacidade de adsorção (Q e ) a variável de resposta. As condições otimizadas de adsorção foram pH 3,5, concentração inicial de corante00 de 170 mg L -1 e massa de adsorvente de 0,07g. O estudo cinético de adsorção, conduzido utilizando as condições otimizadas, estabeleceu que o tempo de equilíbrio foi de 122, 35, 91 e 45 minutos para LAD, LAA, LAS, e LHS, respectivamente. Os dados cinéticos do LAD foram melhores ajustados para o modelo de pseudoprimeira ordem, já para os demais (LAA, LAS e LHS) os dados se ajustaram para o modelo de pseudossegunda ordem. As capacidades máximas de adsorção para o LAD, LAA, LAS e LHS foram de 107,3; 77,3; 95,6 e 94,6 mg L -1 respectivamente. Os dados de isoterma ajustados mostraram que o modelo de Sips foi o mais satisfatório para todos os adsorventes. Os resultados mostraram que não houve diferença significativa na adsorção de CV pelos adsorventes tratados com ácidos e base, sendo, portanto, a utilização do material adsorvente na forma in natura a maneira mais eficiente e econômica de utilização do resíduo de lavador de gases na remoção do corante cristal violeta.
Abstract: In this work, the sludge derived from gas washer and generated during the production of fertilizers was employed as low cost adsorbent for the removal of aqueous solution of crystal violet (CV) dye. The material was used in four distinct forms: washed with deionized water (LAD), treated with acetic acid (LAA), treated with sulfuric acid (LSA) and treated with sodium hydroxide (LHS). The materials were characterized by means of X-ray fluorescence (XRF), CHN-S elemental analysis, vibrational Fourier transform-infrared spectroscopy (FTIR), zeta potential and specific surface area (BET). The adsorption process was optimized using surface response methodology developed by the application of a complete factorial planning with 11 experiments, considering the minimum, intermediate and maximum points of three independent variables: pH, initial dye concentration (mg L -1 ) and adsorbent mass (g), with the adsorption capacity (Q e) as response variable. The optimized adsorption conditions were of pH 3.5, initial dye concentration of 170 mg L -1 and adsorbent mass of 0.07 g. The kinetic adsorption study, conducted using the optimized conditions, established that the equilibrium time was of 122, 35, 91 and 45 minutes for LAD, LAA, LAS and LHS, respectively. The kinetic data for LAD were better adjusted for the pseudo-first order model, while for LAA, LAS and LHS, the data were adjusted to the pseudo-second order model. The maximum adsorption capacities for LAD, LAA, LAS and LHS were of 107.3, 77.3, 95.6 and 94.6 mg L -1 , respectively. The adjusted isotherm data showed that the Sips model was the most satisfactory for all adsorbents. The results showed that there was no significant difference in CV adsorption by the treated adsorbents in the in natura form, the most efficient and economic form of use for gas washer residue in removing crystal violet dye.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/11752
Publicador: Universidade Federal de Lavras
Idioma: por
Aparece nas coleções:DCF - Tecnologias e Inovações Ambientais - Mestrado Profissional (Dissertações)



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.