Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DCF - Departamento de Ciências Florestais >
DCF - Programa de Pós-graduação >
DCF - Engenharia Florestal - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/11773

Título: Sistema da manejo para a candeia (Eremanthus erythropappus (DC.) MacLeish
Autor(es): Pérez, Jorge Faisal Mosquera
Orientador: Scolforo, José Roberto Soares
Membro da banca: Oliveira, Antônio Donizette de
Membro da banca: Sannt’Anna, Cleverson Mello
Assunto: Candeia
Óleo de candeia
Eremantuhs erythropappus
Data de Defesa: 28-Fev-2001
Data de publicação: 2016
Referência: PÉREZ, J. F. M. et al. Sistema da manejo para a candeia (Eremanthus erythropappus (DC.) MacLeish. 2001. 71 p. Dissertação (Mestrado em Engenharia Florestal)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2001.
Resumo: Os objetivos deste estudo foram promover o mapeamento dos candeiais nativos, definir equações para estimar o seu volume, peso seco, peso de óleo e número de moirões, definir curvas de crescimento em diâmetro e definir um sistema de manejo para a candeia nativa vinculado ao teor de óleo, ao ritmo de crescimento e ao conceito de floresta balanceada. Os dados utilizados foram obtidos de um inventário e de uma cubagem rigorosa realizada nos candeiais nativos da Fazenda Bela Vista, a qual está localizada a 21°58’23” S e 44°44’35” W, altitude entre 1.350 a 1.700 m, no município de Aiuruoca, Estado de Minas Gerais. A amostragem constou de 18 parcelas lançadas de forma sistemática, em que foram mensurados o diâmetro e a altura de todos os indivíduos com diâmetro a 1,30 m do solo (DAP) maior ou igual a 5 cm, assim como realizada a sua identificação botânica. A cubagem rigorosa foi em 63 árvores de candeia distribuídas em 6 classes diamétricas com diâmetro entre 5 e 35 cm. O volume real do fuste e galhos até diâmetro mínimo de 3 cm com casca foi calculado através da fórmula de Huber. De cada árvore cubada também foi quantificado o número de moirões e se coletou uma amostra de folhas e outra de galhos finos (< 3 cm de diâmetro). De cada um desses três componentes da árvore, foi obtido também o peso seco e o peso de óleo, este último através dos métodos arraste a vapor e de solvente. Foram mapeados 10 fragmentos com candeia nativa, totalizando 71,29 ha. O modelo selecionado para a estimativa das variáveis volume, peso seco, peso de óleo e número de moirões foi o de Schumacher-Hall na forma logarítmica. O fator de empilhamento médio do fuste e de galhos até 3 cm de diâmetro foi de 1,92. O número médio de moirões obtidos por planta foi de 1,10; 2,42; 5,50; 9,20; 8,70 e 13,50, respectivamente para as classes diamétricas com diâmetro entre 5 e 35 cm com amplitude de 5 cm. Para estas mesmas classes a quantidade de óleo média encontrada por planta foi de 0,176; 0,465; 1,065; 1,693; 2,805 e 4,481. O número de árvores de candeia encontrada por hectare em cada classe diamétrica foi de 323,69; 111,06; 29,03; 4,32; 5,30 e 2,78. O crescimento médio em diâmetro para a candeia identificado através da técnica de análise de tronco foi de 0,73 cm/ano. Das 16 opções de plano de manejo para a candeia, a melhor foi a que apresentou quociente de DeLiocourt (q) de 2,2 vezes o valor do q original, remoção de 60 % em área basal e diâmetro máximo de 30 cm. Este plano implica numa exploração de 13,3023 m3/ha ou 24,476 mst/ha gerando 177,011 kg de óleo ou 499,1 moirões e propiciando ao agricultor uma renda de R$ 1.527,35/ha se a madeira for vendida para extração de óleo ou de R$ 1.282,46/ha se for vendida como moirões de cerca.
Abstract: The objectives of this study were to map native candeia (Eremanthus erythropappus) forest, to adjust equations for estimating the volume of wood, dry matter weight, oil content weight and number of fenceposts, define growth and diameter curves as well as adjust a management plan related to oil content, growth rate and to balanced forest concept. The following data were obteined from a forest inventory and from scaling carried out in a native candeia forest located at the Bela Vista farm, 21°58’23” S e 44°44’35” W, 1,350 to 1700 m of altitude, in Aiuruoca, Minas Gerais, Brazil. The sampling consisted of 18 plots systematically distribuited along the forest, then the diameter and height were measured from individuals having diameter at breast height (dbh) ≥ 5 cm, which were then botanically classifyed. Scaling was done in 63 candeia trees, being distribuited in 6 diameter classes ranging from 5 to 35 cm. The volumes of bole and of branches having a minimum diameter of 3 cm including the bark was calculated through the Huber formula. The number of fenceposts from each scaled tree was also determinated as well as the sampling of leaves and thin branches (diameter > 3 cm). From these sampled material, were determinated the dry matter, weight and oil content weight, being the latter determined through the solvent and vaporizing methods. Ten fragments of candeia trees were mapped, totalling 71.29 ha. The logarithmic Schumacher-Hall model was chosen to estimates the volume, dry matter weight, oil content weight and the number of fenceposts variables. The average stack factor of the bole and branches having diameter up to 3 cm, was of 1.92. The average number of fencepost per tree was 1.10; 2.42; 5.50; 9.20; 8.70 e 13.50 for the respective diameter classes ranging from 5 to 35 cm with a 5 cm class interval for these same the respective average oil contents per tree were found 0.176; 0.465; 1.065; 1.693; 2.805 e 4.481. The number of candeia trees per hectare found for each respective diameter class were 323.69; 111.06; 29.03; 4.32; 5.30 e 2.78. The diameter average growth for candeia tres was of 0.73 cm/year, as identifyed by the stem analysis technique. Of the 16 management plan options for the candeia trees, the best one was that wich presented the DeLiocourt coeficient (q) 2.2 larger than the original q value, 60 % basal area removal and 30 cm maximum diameter. This plan implies on the explotation of 13,3023 m3/ha or 24,476 mst/ha which provided 177,011 kg of oil or 499,1 fenceposts, profting na income of R$ 1.527,35/ha in case the wood would be sold for oil extraction or R$ 1.282,46/ha if they were to be sold as fenceposts.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/11773
Publicador: Universidade Federal de Lavras
Idioma: por
Aparece nas coleções: DCF - Engenharia Florestal - Mestrado (Dissertações)
LEMAF - Teses e Dissertações

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO_Sistema da manejo para a candeia (Eremanthus erythropappus (DC.) MacLeish.pdf865,52 kBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback